sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A UNIÃO FAZ A FORÇA

Pelo visto a notícia que está bombando pelo face e blogs é realmente a mudança no percurso da São Silvestre, a mais tradicional de todas as corridas de rua. Passei quase que a manhã inteira discutindo, debatendo e respondendo e-mails sobre referida mudança. Não foram poucos os argumentos, as opiniões e confesso, ainda há muita gente achando que é normal o que está acontecendo. Não é.

Como blogueira, e corredora devo iniciar o post falando em RESPEITO.

Pois bem. s.m. Ato ou ação de respeitar.

Sentimento que leva a tratar alguém ou alguma coisa com grande atenção, profunda deferência; consideração, reverência: respeito filial.

Então, após sabermos o significado da palavra respeito, passemos às seguintes perguntas:

- cobrar R$ 95,00 para inscrição na São Silvestre e não oferecer uma boa estrutura para os corredores;
- colocar a medalha de participação dentro do kit, desistimulando os atletas a percorrerem os 15km imaginando como será a medalha daquele ano;
- distribuir milhares de reais em prêmios àqueles que sequer pagam para correr (patrocinadores de atletas da elite);
- fazer largada às 16:00 da tarde, com o sol no pino porque não pode atrapalhar outros eventos, como o Reveillon da Paulista;
- modificar um percurso totalmente empolgante como a Brigadeiro também por querer evitar tumulto por festinha de Reveillon;
- dar uma camisa chinfrim achando que o importante é participar!

Ok... Isso é respeito? Eu definitivamente acho que não. E vou além, é um DESRESPEITO absoluto para nós corredores.

Claro, aí teremos centenas de corredores dizendo: "Pw, mas o importante é correr, é a festa, é carregar faixas vindas lá de não sei onde, mandar beijo pra câmera e conseguir aparecer na Globo...é terminar o ano suado e com a sensação de veder cumprido. Talvez essa também seria minha resposta há alguns anos atrás.

Mas como eu sempre digo: "Somente os idiotas não mudam de idéia". Hoje penso que pagamos muito por pouco. Má organização, kit fuleiro, estrutura horrível. E penso mais na coisa como um todo. Passei a selecionar mais as provas que participo...Não corro mais a Meia da PG porque ao final recebo a medalha e uma banana...Veja bem... 21km e ganhar uma medalha...que eu me lembre sou corredora e não macaco (em que pese amar banana).

E agora, temos que correr a São Silvestre com sorriso banana na horizontal sem nada fazer. Somos muuuuuuuitos. Boicote total! Aí alguém pode dizer: "E toda  história de respeito..o boicote pode ser uma forma de desrespeito também". Não, não acho. É uma questão de se praticar justiça, expor o que você acha que está errado e não aceitar aquilo que você acha não ser o correto.

Então, muitos acabam apoiando o movimento BOICOTE A SÃO SILVESTRE, sem no entanto saber direito o que isso significa. "Posso então não correr e assistir a prova pela tv". "Posso correr com nariz de palhaço". "Posso correr com uma faixa enorme dizendo: Queremos respeito, queremos a Brigadeiro de evolta"...

Ok. Assistindo estará apenas vendo de longe o que você poderia fazer de perto. Correr com nariz de palhaço daria um lucro de R$ 95,00 a Yescom. Correr com a faixa na mão além de também trazer o lucro a Yescom, faria com que alguém imbecil achasse que "a Brigadeiro" seria alguma atleta não participante naquele ano...rs...Enfim... Não nada disso. Podemos ir além...somos tantos e como tantos temos força.

Vamos radicalizar! Vamos nos unir, afinal de contas pra que tantas comunidades sobre corrida, tantos blogs, facebook, twiter...temos a comunicação em nossas mãos...Vamos sim correr a prova, porém sem pagar. Vamos sim tarzer prejuízo à Yescom. Vamos sim correr com qq medalha no peito, mostrado que para ganhar não é preciso correr os 15km. Vamos correr pelo percurso antigo. Fazer barulho.

Sei que realmente é uma idéia louca, idealista demais...mas temos que fazer alguma coisa. Imaginem, 3.000, 4.000 corredores correndo no percurso antigo. Nada poderia ser feito. Pensem nisso, aliás, pensem nisso, pensem em outras possibilidades, mas pensem!

A UNIÃO FAZ A FORÇA!

4 comentários:

DricaPeixoto disse...

Corri minha primeira SS no ano passado, com medalha embalada. Vergonha total.

Mas pelo menos corri na Brigadeiro e posso afirmar que a prova sem essa subida não terá a mesma emoção.

Eu não vou participar neste ano, vou viajar no dia 30/12 ... mas confesso que a idéia de correr no percurso antigo foi bem bolada!

Edmilson disse...

Concordo plenamente com suas palavras, corro todo ano a SS, varias vezes me senti desrespeitado, desta vez correrei sem inscrição e terminarei no percurso antigo. A Yescon não tem qualquer apreço pelo corredor a prova disso são as largadas (ex: Meia do RIO), sempre em horário que prejudica o atleta. T~dentro!!!!!!!!

Paulo Mazzetti disse...

Parabéns, acho que é isso mesmo, todo evento de corrida a prioridade é o corredor, porém as empresas não pensam assim.
Participei de uma corrida e fui questionar os agentes de trânsito antes do início da prova sobre interdição de uma avenida, que deveria ser nos dois sentidos, mas interditaram um lado só, dividindo com cones.
Perguntei e fui informado que 300 corredores iriam correr, e passei a informação para eles que seriam 1.400 corredores e não comportaria todo esse pessoal e também a questão de socorro em caso de alguém passar mal. ressumindo na maioria das provas existe falta de informação e o corredor acaba levando a pior.

Fabi disse...

Assino em baixo,fazer o percurso correto e sem incrição,acho que esta na hora dos corredores amadores provar quem e que manda,e imoral o que essa Globo e a Yescom faz com nosso esporte.