segunda-feira, 24 de agosto de 2009

FOI SEM QUERER QUERENDO....


Tá todo mundo de prova. Ainda no último post eu disse que correria as 4 provas do mês de agosto almejando o pódio somente nas duas primeiras...e assim o fiz...quer dizer..mais ou menos...rs...


Domingão, dia 23. Corrida dos Fortes. Há anos eu gostaria de correr essa prova, mas por ter subidas difíceis e nunca estar treinando direito, deixava pra lá. Este ano foi diferente. A intenção era conhecer o percurso que realmente é lindo. Com 10k indo da Fortaleza da Barra até o Forte dos Andradas. Na verdade a corrida termina dentro do Batalhão, local inclusive muito frequentado pelo nosso Presidente Lula, que desfruta das maravilhosas praias tranquilas.


Pois bem. Sabem aqueles dias em que você acorda tranquilaço, que sabe bem o que quer...correr na boa e por isso pode fazer tudo o contrário do que costuma fazer em dias em que quer mesmo voar? Pois bem...esse foi um dia assim. Ao contrário do que sempre faço, tomei meu café da manhã 2 horas antes da largada (e não uma hora antes).


Meu pai passou em casa umas 07:10hs. Na plataforma, tivemos que pegar uma barquinha que nos levaria ao outro lado...ao Forte.





Me entusiasmei quando vi a quantidade de gente que participaria da prova. Um colorido de camisas de tantas provas parecia anunciar uma grande festa. ...pelo menos pra mim que não estava ali pra me matar por um troféu. Aliás uma das coisas que me fez decidir não competir nessa prova e sim simplesmente curtir, foi o fato de premiarem apneas as 3 da categoria e não as 5 como de costume. Era bem difícil pra mim, tendo em vista que esta semana fiz apenas treino visando a Meia maratona da semana que vem e não visando velocidade, muito menos em um percurso de subida forte.




Muitos amigos por lá e muita gente tentando assustar o outro com comentários sobre a prova: "Olha vai na manha, pois o começo é bacana, mas no k6 e no k8 quando entra dentro do Forte tem uma subida imensa e bem difícil..a maioria quebra"...."É bizarro.. bem difícil...dá pra fazer em 50 pra cima se não sair feito louco"...Eu na fila do guarda-volumes apenas sorria e pouco me importava...eu queria mesmo curtir o visual!!!!!

Com a largada marcada para as 09:00, começamos a nos posicionar. No entanto, foi anunciado que haverai um atraso pelo fato do caminhão do exército estar um pouco atrapalhado no guarda-volumes. Ok..no stress. Eu estava ZEN, exceto quando aquelas meninas da rádio subiram ao palco achando que estariam animando a galera..ahã...ah..tá...No entanto, após ouvir o nosso Hino Nacional, novamente estava ZEN..rs...

Na minha frente uma cena hororosa. Um cachorro grande, magricelo atacou uma criança de aproximadamente 4 anos de idade. A mãe com outro filho pequeno no colo e o pai, segurando na mão de um menininho, defendiam a filha às duras penas, o que rendeu uma baita mordida na perna do pai. A criança assustada, toda vez que via o cachorro passando em sua frente se encolhia. O cachorro por sua vez, sentindo o medo da criança, novamente a ataca e dessa vez, muito embora o pai tenha sido bem rápido ao erguê- la para o auto, não conseguiu impedir que o cão abocanhasse por 2 vezes o tornozelo da menina que gritava desesperadamente. Quando o povo já começou a pegar pedaços de troncos, graças a Deus, o cão de afastou, mas ainda assim...permanecia no meio dos corredores.

09:10 me bateu uma enorme vontade de fazer xixi..mas e o banheiro, kd? não tinha, era longe da largada e dali há 5 minutinhos estaríamos correndo..e agora? O jeito foi chamar meu pai para que fizesse uma cabaninha pra mim no meio do mato. O problema foi que a besta aqui achou que estava pisando numa pedra e se afundou no lôdo..rs...nem preciso dizer em que condiçõe smeu tênis voltou...Após um poquinho de confusão na lagada, tudo estava certo e ao invés do tradicional fuóóó que estamos acostumados a ouvir nas provas, ouvimos um insurdecedor tiro de canhão dado pelo exército.

Lá fomos nós. Quer dizer, nós e o tal cachorro, que tomando bica de cá e bica de lá, sempre voltava pro meu lado. Isso me rendeu alguns metros com o coração mais acelerado do que o normal. Sem problemas.. eu estava li mesmo pra curtir não é...e vamo que vamo, com cachorro ou não.

Mais uma vez, contrariamente ao que eu costumo fazer, de quilômetro em quilÕmetro olhava no meu relógio (nunca faço isso). Estava tentando ver se eu mantinha o ritmo de 04:30...tudo ok...eu estava mantendo....à minha frente alguns homens, ao meu lado, mato, mato, mato...

Algumas vezes conseguia ver búfalos no pasto interminável..outras, passava por umas 20 macumbas enfileiradas. Eu estava realmente me divertindo.

Das 900 pessoas que estavam inscritas, tinha a sensação de estar corredno apenas com umas 50. Era uma traqnuilidade só no percurso. O chweiro do mato, a respiração tranquila, mesmo correndo a 04:30 me deixavam muito feliz. Passa por mim uma gartota da minha categoria. Em outras corridas, eu me descabelaria, me esbaforiria para conseguir acompanhá-la..No entanto...deixei-a ir...e pensei: "Aproveita que hoje eu tô boazinha e segue teu rumo"...Em nenhum momento eu me arrependi dessa atitude.

Pouco depois do k5, eu estava com 23 min de prova, eis que avisto a primeira grande subida. Até ali estava tranquilo..era um sobe-desce sem fim, mas nada que dificultasse o ritmo. Agora sim...aparecia em minha frente uma enorme ladeira.

Subi na boa...obviamente diminuindo o ritmo de 04:30 para 05:00...ainda estava bom...Alguns homens continuavam a passar por mim, mas eram poucos..aliás, quase nenhum. No km7, tínhamos que seguir por um canal e dar a volta nele até chegar na entrada do Forte e começar a encarar a maior subida de todas. Quando eu estava fazendo a volta, uma coisa me chamou a atenção.

Eu sempre disse aqui que conhecia grande parte das minhas adversárias, já que estávamos sempre nas mesmas competições. Todavia nunca juntas, já que algumas correm o Campeonato Santista, outras o Circuito das Praias e eu...rs...corro tudo, o que me dá a chance de conhecê-las melhor.

Pois bem, na curvinha, avistei uma menina da minha categoria. Não era qualquer menina...era "a menina"..aquela que eu nunca consegui vencer. No entanto no km7 ela estava pela primeira vez atrás de mim. Quer saber...Tudo que eu tinha pra curtir, eu curti...tomei café em horário diferente, olhei no relógio várias vezes pra saber o ritmo que eu estava, olhei paisagem, búfalo, respirei ar puro...agora chega...Dei uma de louca gente. Quando entrei no Forte, não quis nem saber. nem lembrei que eu ainda tinha 2k pra correr e pelo menos 1 subida gigantesca que quebrou muito corredor. Eu estava bem mesmo. Eu estava num ritmo confortável...agora era só dar uma sofridinha de leve e ver o que acontecia.

Era verdade, a talzinha era mesmo grande e bem difícil. Muito homem parou...e muitos demonstravam essa vontade ainda que não o fizessem. Eu não ia parar não. Quase lá em cima, cheguei junto d eum menino....uns 15/16 anos, talvez. Ele parou. A cena me chamou a atenção...eu emparelhei e disse: " Vamos, falta pouco, eu também tô cansada". E ele, um pouco decepcionado talvez consigo mesmo respondeu ofegante: "Não dá...já fui guerreiro de subir até aqui". Eu não ia deixar ele ali sozinho a menos de 300 metros do final..." Vem comigo, vem devagar, vamos até a final juntos". Ele arriscou dar mais uns passos, e quando percebeu que viria os 300m finais de descida...se animou logo e partiu como se tivesse começado a correr naquele minuto.

Na minha opinião, a descida castigou mais do que a subida. Com as pernastotalmente trêmulas, a descida fazia com que tudo ficase pior, hajavista você não ter controle para parar. Já tinham me alertado para tomar cuidado com a descida, pois muita gente chegava lá embaixo caindo...rs...

Já pensou? Chegar rolando...? Eu corria em zig-zag, assim o ritmo não seria muito mais forte do que eu podia aguentar, muito embora tenha feito para 04:20...rs...

Eu já podia ouvir o pessoal gritando: "Vai, vai"

É engraçado como o povo vibra quando vê um atleta exausto ainda ter gás para chegar num sprint fantástico...Eu sempre tento fazer isso...Ninguém me passa no fim da prova...não mesmo...rs...

Já descansada pela descida, pisei no tapete...0:48:48..caramba...muito bom...muito mesmo..ainda mais se lembrar do que aocnteceu na semana passada...rs...

Peguei meu kit, minha medalha linda, tomei meu Guaraná Viton e aguardei os 15 minutos que a organização pediu até sair a lista. Eu achava que podia estar na 4a ou 5a colocação quem sabe na categoria. Saiu a lista...e eu fui umas das primieras a vê-la sendo fixada...uma muvuca de gente correndo para o mesmo lugar foi assustador. Eu tinha alguns poucos segundos para conseguir achar meu nome na lista e sair fora antes de virar sardinha...E consegui...estou aprendendo a correr rápido, a chegar na lista rápido, a achar o resultado rápido e o melhor de tudo...a vibrar bem devagar....


LUCIANE CASANOVA DE ALMEIDA - 2A COLOCADA NA CATEGORIA


Essa foi muito boa....rs...e ainda 11a colocada na geral de mais de 150 mulheres. Foi sem querer querendo, assim diria o Chaves...rs...E eu muito feliz espereia premiação mais ZEN do que nunca. Algumas amigas corredoras riam e falavam: "É sempre assim...não vou correm, só vou curtir e quando vemos, tá tu lá no pódio...rs...daqui a pouco não vai mais querer falar com a gente..."



Aff...gente doida...rs...Depois eu e meu pai fomos convidados a participar de uma corrida que haverá na minha cidade também de subida...mas estou pensando...e depois digo o por quê...

Eu ficava ali na mesa dos troféus só esperando pra pegar uma cosinha daquelas...Era lindo...Nas cores do Brasil...verde, amarelo, azul...show de bola...um dos mais bonitos..



Enfim...o pódio...Eram só nós 3...3 meninas...três vencedoras...as 3 mais velozes da categoria....E eu estava ali...sem querer,...mas querendo muito estar ali...rs...e vamos combinar...se eu estava ali...eu mereci sim....

Quando desci do pódio, fiz uma singela homenagem ao meu mais novo ídolo "BOLT"...vejam que a simpatia é a mesma...mas a velocidade...rs...


Meu pai sabia que não tinha pegado o pódio, mas mesmo assim, quis ficar para ver quem eram os "velhinhos" que chegaram na sua frente....dessa vez ficou na 4a colocação...mas achei bacana, pois agora ele está sempre batendo na trave...e quando não ainda consegue um troféuzinho aqui, outro acolá.


Enquanto eu aguardava a premiação na categoria dele, acabei levando um boné no sorteio...rs....tá parecendo sacanagem né? Pintou sorteio...podes crê, o prêmio é meu...só não sei o por quê disso não funcionar com a Mega Sena...rs...



O Clayton da minha equipe, saiu chateado.. aliás, eu também..pois ele perdeu o pódio por apenas 1 segundo. Sei bem o que ele sentiu pois já perdi por 15...rs...imagina 1?

É...mais eu fui embora feliz...com o meu querido na mão... ele não é lindo?



Na volta todo mundo cansado, mas ainda na mairo disposição para tirar fotos e mais fotos...rs...aliás, essa ficou linda!



Bom, o saldo final...tá ótimo...3 provas, 3 pódios...e agora é só esperar e ficar ZEN para a semana que vem....Meia maratona...Minhas pernas estão doloridas...rs...aquela filha da mãe de subida me castigou...rs...Mas, faz parte...e eu fui muito bem recompensada!

2 comentários:

Jorge disse...

Apesar de vc não me visitar mais no meu blog...rsss...to passando por aqui para lhe desejar os meus parabéns pela bela corrida que fizeste e ainda por cima com pódio, show de bola menina é isso ae mandou muito bem...Parabéns....
Que Deus te abençoe e que este espírito perpetue sempre dentro de ti.
Ahhh que mente maravilhosa vc tem hein, pois o relato está muito

Boa semana e bons treinos...

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

tutta disse...

Parabéns Lucy, pra quem foi apenas curtir e sair com o 2º lugar na categoria vc tá mais que excelente.
Imagino quando fores competir pra valer..rsrs
Bjinhus pra ti e tudo de bom amiga.


tutta
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com