sábado, 31 de janeiro de 2009

PARAÍSO DAS COMPRAS...

Hoje à tarde dei uma passadinha lá na Decathlon. Gente, quem puder dar um pulinho lá quando estiver na baixada, vale muito a pena. É uma loja gigantesca com tudo...exatamente tudo para qualquer tipo de esporte...e quando eu digo qualquer tipo, entende-se qualquer tipo meeeeeeesmo...pois tem até roupa para esquiar. Na parte running dá vontade de se jogar no chão...são tantas coisas, de todas as marcas (ADIDAS, NIKE, MIZUNO...e outras mais baratinhas e pouco conhecidas) que você tem vontade de sair comprando tudo. Na verdade dessa vez eu não comprei nada, até porque no Natal, meu marido me presenteou com tops, shorts, mochila...tudo para a boneca aqui correr feliz...rs...
Eu fui mesmo é procurar aqueles cintos para colocar garrafinhas de água. Achei, mas ainda vou pesquisar melhor, muito embora o preço estivesse acessível, R$ 49,00 para 2 garrafas...Agora me empolguei...se quero correr os 25km , que seja bem equipada...rs...assim...chego mal, mas chego cheia dos apetrechos...rs...
Então fica a dica aí...
TELEFONE SEM FIO....

Oi genteeeeeeeeeeeeeeee.... A Runblogosfera é uma maravilha mesmo! mal surge um bloguinho novo de corridas, que estamos lá... comentando, dando muito boas vindas ao mais novo viciado do pedaço.
E como eu sempre digo...estamos nos multiplicando feito coelhos!!!!
Dessa vez, o blog é do Marcelo aqui de sampa mesmo e se chama correndo & escrevendo.Portanto vamos dar saudações ao nosso mais novo amigo..


ONDE ESTÁ O SEGREDO DOS QUENIANOS?


Berlim, setembro de 2003. Todo o mundo assiste espantado o grande feito do queniano Paul Tergat, ao tornar-se o recordista mundial em maratonas. O novo recorde é estabelecido em 2h04'55'', o segundo colocado, também queniano chega um segundo atrás de seu compatriota. Ao fazer as contas do ritmo da prova, pode-se constatar que Paul correu a prova em menos de 3' por Km, numa velocidade média de 20 km/h.

2008... a São Silvestre é dominada pela África...os brasileiros não aguentaram nem de longe o ritmo dos grandes rivais.
Nós, meros mortais nos perguntamos: Como um ser humano consegue chegar a este nível? Porque será que quase todos os recordes de provas de fundo pertencem a africanos (principalmente quenianos e etíopes)? Será que a gente consegue chegar num nível desses, por maior que seja o treinamento?

Essas perguntas com certeza são bem mais frequentes do que imaginamos. O Bruno do blog correndo na chuva que dirá...Ele adora esse assunto....rs...

Mas na boa, é nítida a supremacia dos africanos tanto por fatores sociais quanto históricos. Primeiramente existe o fator altitude. O povo do Quênia vive em pequenas aldeias em altitudes superiores a 2.500 metros, e, altitudes acima de 2.500 metros favorecem um aumento da taxa de hemoglobina. Como ela é a principal carreadora de O² no sangue, quando presente em maior quantidade favorece a capacidade aeróbica em indivíduos que treinam à partir dessas alturas. Porém, se fosse apenas por esse motivo teríamos também mexicanos, bolivianos e equatorianos vencendo e batendo todo os recordes mundiais não é???
A maioria dos atletas quenianos nasce em áreas rurais e aldeias. Quando crianças são obrigadas a ir a escola correndo, às vezes percorrendo distâncias maiores que 10 km (ida e volta). Muitos já na adolescência ajudam os pais na pecuária, guiando e acompanhando o gado sem cavalos, fazendo todo o serviço a pé (e correndo).
Na região de Rift Valley, mais especificamente na tribo dos nandi reside a maior concentração de corredores do Quênia. É um povo conhecido pela competitividade e individualidade. Além de terem o costume de caçar, o homem da tribo que trouxesse mais animais tinha o direito de se casar com mais mulheres. Dessa forma, o gene do corredor ficava mantido e os membros da tribo sofreram uma adaptação ao meio, tornando-se mais magros e resistentes à fadiga, biomecanicamente adaptados a provas de média e longa distância.
Segundo estudo do Centro de Pesquisas do Músculo em Copenhague, Dinamarca, fora constatado que os atletas quenianos possuem vantagens genéticas significantes, entre elas o fato que durante exercício intenso os corredores quenianos não produzem amônia. Em exercício realizado em velocidade máxima, possuem a mesma concentração de amônia do que os corredores europeus em repouso. A amônia é um subproduto do metabolismo e assim como o lactato é uma das principais causas da fadiga muscular. Essa diferença metabólica é mais um fator que os torna tão especiais.
Apesar de toda essa "vantagem" genética, podemos ver que eles não são imbatíveis. Com o avanço da ciência, a capacitação de professores/treinadores e novas técnicas de treinamento temos demonstrado que com um trabalho sério podemos chegar ao patamar dos quenianos. Os maiores exemplos disso são corredores, como Wanderley Cordeiro de Lima, Franck Caldeira e Marílson Gomes dos Santos que têm vencido provas com a presença dos quenianos "tops", como Paul Tegart, Stephen Kiogora, Robert Cheruiyout e cia. Tudo bem...a coisa não anda lá essas coisas para os brasileiros, mas estão aí, se esforçando e muitas vezes sim, ganhando dos quenianos.
Eis abaixo alguns requisitos fisiológicos para que um indivíduo se torne um bom corredor fundista:

Hereditariedade: Determinará a carga genética, indica o potencial predominante anaeróbico ou aeróbico.
Maior Percentual de Fibras Tipo I: Fibras vermelhas, maior percentual de mitocôndrias, maior metabolismo aeróbico.
Maior quantidade de Hemoglobina: principal carreador de O² no sangue.
VO² Máximo elevado: Determina a captação máxima de oxigênio, a potência aeróbica máxima de um indivíduo. Atletas de elite possuem o VO² Máximo acima de 65 ml/kg/min.
Alto limiar de acidose: Ponto de acúmulo de lactato na musculatura (OBLA). Indivíduos com alto limiar de acidose conseguem correr sem "quebrar" tão cedo durante a prova. Para se ter uma idéia de sua importância, o próprio Paul Tergat possui o limiar de acidose na faixa de faixa de 93% do seu VO² máximo.

É lógico que os fatores genéticos irão influenciar diretamente na capacidade aeróbica de um indivíduo. No entanto, qualquer pessoa que realiza treinamento aeróbico sofrerá uma série de adaptações que farão com que ela melhore o seu condicionamento para tais atividades.
Dessa forma, é importante que haja investimento tanto do poder público quanto de empresas privadas no intuito de desenvolver e apoiar o atletismo em escolas, clubes, vilas olímpicas, ongs, centros de treinamento etc. Com o objetivo de formar não apenas atletas com potenciais de vitória, mas acima de tudo cidadãos e pessoas que utilizem a corrida com o intuito da melhoria da qualidade de vida.


Referências Bibliográficas:
MARTINS, M.V. Quênia: Pátria de Chuteiras. In: Revista O². ed Efera Br Mídia. Abril de 2003.
POWERS, S. K. Fisiologia do Exercício: teoria e aplicação ao condicionamento e ao desempenho humano. 5ª ed. Barueri: Manole, 2005.
SHARKEY, B.J. Condicionamento Físico e Saúde. Editora Artmed, 4ª edição, 1998
MEDALHISTA GLENN DAVIS MORRE AOS 74 ANOS


Nesta sexta-feira, Davis faleceu em um hospício em Barbeton, nos Estados Unidos.O atleta norte-americano Glenn Davis, de 74 anos, marcou história ao conquistar três medalhas olímpicas em provas com obstáculos.
A primeiro aconteceu nos Jogos Olímpicos de Melbourne-1956, quando venceu a prova dos 400m com barreiras. As outras duas vitórias aconteceram em Roma-1960, com o ouro também nos 400m com barreiras e no revezamento 4x400.
Além de atleta, Davis foi professor e técnico em Barberton por 33 anos. O campeão olímpico vivia sob cuidados da esposa Dolores, três filhos e seis netos.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

TODO CORREDOR TEM QUE SABER...


SÃO SILVESTRE: UM SANTO OU UM MARATONISTA?




Todos conhecem, pelo menos aqui no Brasil, a famosa corrida de São Silvestre, realizada sempre no dia 31 de dezembro em São Paulo, onde participam maratonistas do mundo todo.Por isso, nossa pergunta para você é a seguinte: São Silvestre foi um santo ou um maratonista? Ou foi os dois? Pense um pouco e responda.Bem, São Silvestre não foi nenhum corredor ou maratonista. Ele foi papa, paralelamente ao governo do imperador Constantino, nesse período, formou-se uma organização eclesiástica, que duraria vários séculos.Foi o imperador Constantino, porém, que autorizou a construção de uma grande basílica em honra de São Pedro, sobre a colina do Vaticano, após ter destruído, ou parcialmente recoberto de terra um cemitério pagão, descoberto pelas escavações, feitas a pedido de Pio XII em 1939.Entretanto, foi a harmonia entre Constantino e o papa Silvestre, que puderam ser construídas duas importantes basílicas romanas, uma em honra a São Paulo na via Ostiense e a outra em honra a São João.São Silvestre faleceu no ano de 335.O nome da corrida realizada em São Paulo ser São Silvestre se deve ao fato apenas dela acontecer no dia em que comemoramos o santo, ou seja, o dia 31 de dezembro.
Eita cultura!!!!

Campeão se rende ao talento de Bolt


O corredor Usain Bolt, que conquistou três medalhas de ouro e bateu três recordes mundiais nas Olimpíadas de Pequim, ganhou mais um fã nesta quinta-feira.
O campeão olímpico nos 100m rasos e no revezamento 4x100m dos Jogos Olímpicos de Sydney-2000, Maurice Greene, se rendeu à eficiência do Jamaicano e revelou que, se o corredor continuar desse jeito, não haverá mais adversários à sua altura.
"Se ele melhorar só um pouco (a largada), não há palavras para descrever o que aquele rapaz pode fazer. Ele está fazendo coisas que ninguém havia feito na História. É um grande talento", afirmou à agência Reuters.
Entretanto, apesar de todas as vitórias, Greene ressaltou que Bolt ainda precisa amadurecer muito. "Psicologicamente, ele ainda é um garoto. Além disso, ainda não tem o físico de um homem", confirmou.
Ele também comentou sobre a prova de 100m em Pequim, quando, nos 20m finais da corrida, Bolt abriu os braços para comemorar, perdendo velocidade e terminando com o tempo de 9s69. "Acho que ele poderia ter terminado em 9s50 se mantivesse a sua velocidade uniforme", revelou.

fonte: gazeta esportiva

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

TÁ FALTANDO CORAGEM...

oK, admito, o fantasma está de volta sim. Já comentei aqui algumas vezes sobre uma prova que me fez sentir uma droga: os 25km interpraias. Treinei feito louca e na hora "h", nao soube administrar o ritmo e comecei a ver bolinhas pretas, sentir enjoo, e uma imensa vontade de parar...o que eu fiz? parei. No quilômetro 17, sandei uns 200metros até me recuperar, o que d efato não aconteceu, já que pude ver o meu 5º lugar no pódio sendo roubado pela menina que vinha logo atrás e soube direitinho aproveitar minha falha. Cheguei, completei a prova, mas a sensação de derrota me acompanhou nesses últimos 2 anos. Agora ela está de volta e mesmo não estando programada no meu calendário, em deu uma vontade de me superar e correr a maldita de novo...Coisa de louco...só para provar que eu posso terminar ou sei lá, na pior das hipóteses, que eu posso passar por tudo aquilo de novo...Ai, mas tenho que admitir.. tá me faltando coragem...ah, tá mesmo! Não sei porque foi a prova que mais me senti mal, ou porque tenho emdo de falhar d enovo.. a verdade é que ao mesmo tempo que estou coçando para me inscrever, estou coçando, para esquecer o assunto...De toda forma, ela acontecerá em março.. tenho ainda algum tempo...pra pensar...pra desistir...sei lá...pra resolver enterrar d evez esse fantasma....

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

VOCÊ FOI O ESCOLHIDO


Ok, em nosso 2º "O ESCOLHIDO FOI VOCÊ", não poderíamos ter outro blogueiro, senão, o vencedor da 1a edição do RunBlogosfera, diretamente de Pernambuco, com sotaque e tudo mais...rs... (aliás, devo dizer... ô terra boa), e com uma quilometragem invejada já que inclui Maratona do Rio, da Disney e da Grécia, Júlio Cordeiro do blog Diário de um futuro Ultramaratonista.

1) Quando e por que vc começou a corrrer?

Por indicação médica eu procurei uma atividade fisica para sair do sedentarismo que me acompanhava há uns 8 anos.Desde os 35 anos (hoje tenho 40 anos),eu já tomava antihipertensivos e após um grande susto em que tive que fazer um cateterismo decidi que tinha que fazer alguma atividade física.Comecei a correr,correr e hoje sou um feliz viciado em corridas.Em outubro de 2007 eu comecei a correr meus primeiros kms.


2) No ano de 2008, tivemos a 1a edição do Run blogosfera, o qual elegeu os 10 blogs mais votados. O seu blog ficou em primeiro lugar...A que vc atribui o sucesso?

Aos amigos da Acorja,meus amigos virtuais que gostam do meu blog e meus familiares.



3) Como surgiu a idéia de criar um blog e por que Diário de um futuro Ultramaratonista?

Nos primeiros 6 meses do meu blog só uma pessoa sabia da sua existencia:eu mesmo.Era pra mostrar a mim mesmo minha evolução.Depois falei pros amigo da Acorja e foi espalhando.Em relação ao nome, na verdade o nome inicial do meu blog era -Diário de um futuro Maratonista,pois sempre gostei de desafios,mas achava que faria minha 1ª maratona em uns 3 anos de treinamentos.Como fiz num tempo muito curto mudei para futuro Ultramaratonista.Provavelmente em 2010 depois de fazer a Comrades(meu objetivo em 2010) mudarei novamente para Diário de um Ultramaratonista.


4) Vc costuma participar muito de provas de revezamento? Acha melhor essa interação com mais atletas do que correr sozinho?

Fiz somente uma corrida de revezamento de Caruaru a Recife de 140 km. Éramos 5 corredores,com cada um fazendo 28 km.A experiência foi muito boa.Aproxima muito os corredores .Já temos outra pra fazer em 2009 de João Pessoa para Recife.

5) Agora dá uma super dica de onde correr para quem vai à Recife...

Um percurso imperdível é do Recife Antigo até a Praia de Boa Viagem.Maravilhoso. Um ecológico é em Brennand com a travessia de balsa e o banho de cachoeira.


6) Vc já participou de muitas provas longas...A dor já virou sua companheira? Como faz para superá-la em uma competição?

Já fiz 3 maratonas e uma supermaratona de 50 km e muitos longões.Felizmente só sinto dores musculares após a prova,e que no outro dia já cessam.Durante a prova "dorzinha pouca" todos sentem,mas o prazer da chegada compensa tudo!

7) Ainda falando de provas longas. Qual o seu limite?

Essa pergunta é muito difícil e imprevisível.Depende muito de lesões que eu felizmente nunca tive.Dia 15/02 estarei fazendo a supermaratona de Rio Grande-RS de 50km.Depois disso uma de 63 km em março aqui em Recife,depois... Honestamente eu acho que não tenho limites.


8) Você se lembra da maior dificuldade que passou durante uma prova? Qual foi? Como vc a superou?

Minha estréia em Maratonas.Rio de Janeiro , junho de 2008.O máximo que eu tinha feito era um longão de 26 km.Quando cheguei na metade da prova pensei em desistir.Achei aquilo tudo uma grande loucura.Continuei caminhando e pensando em minha esposa e nos meus filhos.Não admitia voltar pra Recife sem completar o percurso.Continuo caminhando e escuto uma voz :"Júlio". Era Paulo Picanha ,amigo aqui de Recife e com mais de 20 maratonas. Ele foi me dando dicas e conselhos , e logo voltei a trotar.Chegando na praia e com os incentivos de "vai Pernambuco",consegui chegar em 4:13 minutos.Chorei copiosamente os últimos 2 kms.Foi uma das maiores emoções da minha vida.


(Meia Maratona do Rio de Janeiro)


9) Como vc cuida de sua alimentação?

Desde que comecei a correr nunca me prendi a regras rígidas.Nunca fiz alongamentos,não faço musculação,nunca fiz treinos de tiros,nem nunca segui planilhas de treinamentos.Nos treinos e corridas acima de 20 km,só levo "rapadura" e me hidrato bastante.Já que sempre fui magro,hoje minha alimentação é a mesma.Só diminui uns 50% das cervejas.



10) Já presenciou algum mico durante as provas? E já pagou algum? Qual?

Na maratona de Disney 2009,pouco antes da largada,uma mulher fez xixi juntinho de mim.E em pé!!!Meu mico foi durante um treino aqui em Recife.Logo no começo do treino senti uns arrepios e voltei pra casa desesperado.Tenho certeza que naquele dia ganharia até de Marilson dos Santos.O esforço estava quase valendo a pena.Mas no elevador...


11) Em um ultramaratona vc acha que conta mais a força física, o condicionamento ou o psicológico?

Todos estes aspectos são importantes,mas para mim o fator psicológico é o primordial.Quando se está bem condicionado a cabeça faz a diferença.


12) Qual o seu ritual antes das provas? Vc tem alguma superstição?

Não tenho superstição.Meu ritual é fazer um check list de tudo que vou precisar,e deixar tudo arrumado no dia anterior.Hoje não esqueço de levar a máquina fotográfica por nada!!!

Maratona da Grécia



13) O que mais te incomoda durante uma prova?

Desorganização.É inadmissível uma corrida em que o trânsito não está completamente bloqueado,e que não tenham postos de hidratação suficientes.


14) Tá muito na moda agora a discussão sobre os brasileiros tentarem limitar número de estrangeiros nas provas nacionais de rua. O que vc acha disso?

Respondo com uma frase muito conhecida: "O sol nasce para todos".


15) Com o crescente número de adeptos à corrida, praticamente triplicados nos últimos anos, na sua opinião, as corridas de rua, viraram uma grande mina de ouro para os organizadores?

Não.Agora temos que cobrar uma organização impecável.

16) Uma frase que te acompanha sempre que surge um desafio...

"Se você pensa que pode ou pensa que não pode,de qualquer maneira você está certo." (Henry Ford)Essa é minha: Gasto com tênis,mas não gasto com terapias.


17) Qual o seu maior objetivo em relação às corridas?

No início era somente para sair do sedentarismo,mas hoje já planejo correr os 89 km da Comrades na África do Sul em 2010 e me tornar um ultramaratonista.


Maratona da Disney


18) Qual seu maior ídolo no atletismo?

Meu maior ídolo é meu amigo Luiz Holanda(LULA).Ele é presidente da nossa associação aqui em Recife-ACORJA(associação dos corredores da jaqueira).Tem 54 anos ,é maratonista experiente e o exemplo maior para todos nós corredores de Pernambuco.


19) Já desitiu ou pensou em desitir no meio de alguma prova? Caso a resposta seja sim, qual a sensação?

Desisti somente uma vez.O percurso era do Recife até a ponte de Itamaracá fazendo um total de 40 km.Quando cheguei muito cansado no km 27,não quis forçar e desisti.A sensação foi a pior possível.Pouco tempo depois completei o mesmo percurso e me senti dando a volta por cima.


20) Um conselho para quem quer começar a correr.

Comece "ontem".Compre um bom tênis com um número a mais e a cada dia acompanhe sua evolução.Quando estiver correndo 6-7 km sem parar,procure um grupo ou um personal trainer.Pouco tempo depois você,com muita persistencia,será um viciado em corridas e em breve nos veremos correndo feito loucos por aí!!!

É isso aí, obrigadaço Júlio...Espero que tenham gostado e fiquem atentos porque.. você pode ser o próximo a estar aqui no " O ESCOLHIDO FOI VOCÊ".

domingo, 25 de janeiro de 2009

Alemães participam de corrida dentro de túnel em Hamburgo

Cerca de 280 corredores participaram, neste domingo (25), de uma competição realizada dentro de um túnel em Hamburgo, na Alemanha. Construída em 1911, a passagem fica 12 metros abaixo do rio Elbe e servia para ligar o centro da cidade à região do porto.


Túnel construído em 1911 fica 12 metros abaixo do rio Elbe. (Foto: Reuters)

Cerca de 280 pessoas correram no evento, neste domingo. (Foto: Reuters)


Túnel servia para ligar o centro da cidade à região do porto. (Foto: Reuters)

Restrição a atletas estrangeiros é aprovada pela CBAt

Depois de muito especulada, a restrição aos atletas estrangeiros, em corridas brasileiras, foi aprovada pela assembléia da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), realizada nesta sexta-feira.
Em entrevista à Gazeta Esportiva.Net, neste sábado, o presidente da CBAt, Roberto Gesta de Mello, esclareceu o motivo das restrições. "A decisão foi aprovada pela Assembléia e ficou decidido que as corridas de nível A, que são de alto desempenho, terão a participação de somente três estrangeiros", afirmou.
Ele também explicou como será a nova regra em outras modalidades. "Nas corridas de nível B (de desempenho mediano), a limitação será de dois estrangeiros e nas outras corridas, como as organizadas pelos órgãos estaduais, teremos apenas um estrangeiro", confirmou.
Entretanto, o presidente revelou que esta não será uma regra geral para todas as corridas disputadas em território nacional. "Em casos especiais, nas competições maiores, como a São Silvestre, por exemplo, poderá ser solicitado um número maior de atletas de outros países nas competições", afirmou.
Roberto Gesta de Mello acredita que a decisão ajudará a desenvolver o atletismo nacional. "Treinadores e atletas de outros países já aprovaram a idéia (a restrição sobre estrangeiros). Isso ajudará no desenvolvimento dos atletas brasileiros, e para evitar a exploração dos atletas de outros continentes em nossas competições, portanto, acho que a limitação de três atletas não é nenhum exagero. As novas regras serão efetivadas a partir de 1º de fevereiro", confirmou.
fonte: gazeta esportiva
Eu continuo não concordando com isso. Em que pesa tal restrição seja somente em corridas nacionais, não vejo nenhum incentivo aos atletas brasileiros aí. Continuo achando que trazer atletas de fora, cujo preparamento é de alto nível só tem a acrescentar. Se eles acabam vencendo as corridas, se acabam desencorajando atletas brasileiros a competirem, aí é outra conversa. 3 atletas é muito pouco, é ridículo, mas se a CBat aprovou...

Medalhista olímpico marca saída e quer filhos como sucessores


Medalha de prata nos Jogos de Sidney, Vicente Lenílson já marcou a data para se aposentar. Ele pretende deixar o atletismo na final do revezamento 4x100m da Olimpíada de Londres, em 2012. Uma das principais estrelas da Rede Atletismo, o velocista quer seus filhos na mesma equipe.
'Espero que a Rede tenha vida longa. Quero que os meus filhos treinem aqui', declarou Lenílson. Na manhã da última terça-feira, a Rede Atletismo apresentou seu elenco para a disputa desta temporada. Em busca de investidores, a equipe convidou um grupo de cerca de 20 empresários para conhecer o Centro de Treinamento construído em Bragança Paulista.
A poucos anos da aposentadoria, Vicente Lenílson planeja ter seus filhos como sucessores. 'Tenho dois filhos geneticamente muito velozes. A mãe deles também foi velocista e saltadora. Quero que meus filhos também possam treinar neste centro', repetiu o medalhista de prata na prova do revezamento 4x100m dos Jogos de Sidney"
Uma das propostas da Rede Atletismo, comandada pelo empresário Jorge Queiroz de Moraes Junior, é descobrir novos talentos. 'Partimos do princípio que o Brasil tem muito talento escondido em seus 170 milhões de habitantes. Queremos achar esses talentos e desenvolvê-los', explicou o presidente do time.
Ele é proprietário da holding que controla indiretamente a Rede Energia, empresa responsável pelo fornecimento de energia em estados como Mato Grosso, Pará e Tocantins. Com a presença de Maurren Maggi, a equipe visitou os estados e promoveu testes junto a 9 mil crianças de 14 a 16 anos. Em março, a idéia é convidar os 60 com maior potencial para treinar com a equipe por um ano.
Durante as avaliações com as crianças, a equipe atribui pontos. Os jovens que passam dos 1,2 mil pontos são considerados de alto nível. Durante os cerca de 9 mil testes, já foram encontrados 140 casos promissores. 'Se no final descobrirmos seis atletas com chances de ser campeões, está ótimo', diz Moraes.
fonte: gazeta esportiva

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

3.2...ACELERAAAAAAAA....



"Hoje vai ser uma festa..bolo e guaraná, muito doce pra você...é o meu aniversário...vamos festejar e os amigos receber..Mil felicidades e amor no coração.. que a minha vida seja sempre doce e emoção..bate bate palma, que é hora de cantar..agora todos juntos vamos lá...Parabéns, parabéns...cante novamente que a gente pede bis...è pique, é pique, é pique, é pique, é pique"...



E antes que alguém se empolgue e comece..." Com quem será, com quem será...", devo dizer...Hoje é meu aniversário!!! Obaaaaaaaa...Sempre gostei de comemorar aniversários e nunca tive problemas com a temida pergunta: Quantos anos? Pra mim, chegar aos 32 aninhos é motivo de orgulho, já que na minha cabeça, sou uma eterna guria. Me sinto bem...sou uma pessoa ativa, corredora (nananana), sou mãe, sou advogada, vixe...quem dera essa moçada por aí, tivesse metade do meu pique....O problema é que a maioria das mulheres temem a chegada dos 30 porque acham que dormirão magras e acordarão gordas...rs...Nunca tive problemas com isso, muito pelo contrário. Aos 32 aninhos, e após ter tido um filho (aliás hoje ele completa 10 meses!), estou com meus exatos 46kg...e digo mais, o mesmo peso de quando eu era uma ninfetinha de 17 anos! Porém, me sinto muito melhor agora, sem aquelas neuras horrorosas de adolescente...rs...

O importante mulherada é não descuidar, não achar que o termo "balzaquiana" vem com um kit de calças largonas, salgadinhos e sedentarismo...Nada disso! Mulheres de 30 pooooooooodem... e muito! É bem verdade que depois dos 30, a cada dois anos a pessoa perde cerca de 1% da massa muscular. ...portanto, 1% da minha massa já foi pra casa do caramba. Mas e daí? Quem se importa com músculos dentro de um vestido tubinho acompanhado de um salto agulha? vamos combinar...E que venham os parabéns!!!!!

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

ENCERRADA A VOTAÇÃO



oK, votações encerradas! A 1a edição do Prêmio Blogosfera terminou hoje e elegeu os 10 blogs mais votados, dando o direito a cada um deles de utilizar o selinho de Blogueiro Corredor 10 por 1 ano! Muito embora eu ache que o Prêmio pudesse ter sido melhor divulgado e aqui vale dizer, não por parte dos organizadores, já que os mesmos fizeram a sua parte, mas por parte de nós blogueiros mesmo, fiquei imensamente feliz em poder estar entre os 10 blogs premiados.
Desejo que essa seja a 1a de muitas edições e que este universo de blogueiros seja cada vez maior e mais participativo.

and the winners are...

Diário de um futuro ultramaratonista 22%
Pernas para que te quero 11%
Correndo na chuva 9%
Blog do Jorge Maratonista 8%
Maratonista 6%
SASICO 6%
Just run! 4%
Blog do Roddy 4%
A minha corrida 3%
Tô correndo 3%

ps.: BRUNO e Jorge, parabéns pela iniciativa! E que venha o selo!!! rs...


Corredora fará parte do Conselho de Esportes de Barack Obama


Se depender de Barack Obama, o esporte, em seu mandato, terá papel fundamental. Isso porque o novo presidente dos Estados Unidos, que será empossado nesta terça-feira, convidou a atleta norte-americana Allyson Felix para fazer parte de sua equipe de conselheiros.
A campeã mundial dos 200m rasos fará parte do Conselho de
Esportes no governo de Obama, e ela comentou sobre o convite ao site da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF).
Janeiro teve um início rápido, grande e muito ocupado para mim, já que fui nomeada para fazer parte do Conselho de Educação Física e Esportes, o que supõe um grande privilégio e algo que quero fazer. Colaborarei com um dos meus heróis pessoais, Barack Obama”, afirmou.
A atleta confirmou que incentivará a prática de esportes para a sociedade norte-americana. “Não vejo a hora de começar a ajudar o povo a viver de forma mais saudável”, comentou.
Na área esportiva, o maior feito de Allyson Felix foi a medalha de ouro nos 200m no Mundial de Atletismo de Osaka, no Japão, em 2007, com um tempo de 21s83.

A nova meta de Pistorius: o Mundial de Atletismo, em Berlim


Oscar Pistorius quer provar mais uma vez que é um atleta diferenciado. O sul-africano, que possui próteses nas duas pernas, conseguiu, no ano passado, o direito de competir com atletas sem deficiências. Ele chegou a participar das qualificatórias para as Olimpíadas de Pequim, mas não obteve o tempo necessário para garantir a sua participação na competição chinesa.
Agora, o seu desejo é disputar os 400m do Mundial de Atletismo, que acontecerá no mês de agosto, em Berlim, na Alemanha. Para isso, Pistorius já planeja os seus treinamentos. “Vou passar uma temporada na Europa e espero competir em diversos eventos como forma de preparação”, afirmou.

Além do Mundial em Berlim, o atleta também já mira os Jogos Olímpicos e as Paraolimpíadas, que acontecerão em Londres, em 2012, e a Copa do Mundo Paraolímpica, em Machester, no mês de maio. “A Copa do Mundo é um dos meus eventos favoritos, adoro vir para Manchester”, confirma.

Ela acredita que tem tudo para obter um resultado positivo no Mundial de Berlim. “Com a inclusão dos 400m, caso o piso esteja seco, estarei em ótima forma para quebrar um recorde mundial pela primeira vez”, afirmou.


fonte: gazeta esportiva

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

VOCÊ FOI O ESCOLHIDO COM.........




BLOGUEIRO: JORGE CERQUEIRA
CIDADE: RIO DE JANEIRO


Fiquei pensando muito em quem seria meu primeiro convidado para nos prestigiar um pouquinho contando suas façanhas, medos, micos e tudo mais que acontece antes, durante e depois de uma corrida. Percebi o quanto era difícil, pois visitando os blogues, pude perceber que cada um tem uma história...histórias de desafio, superação, histórias que realmente vale a pena conferir. Mas analisando com carinho, pensei: a primeira pessoa tem que ter muitos quilômetros rodados, tem que ter bagagem.. e aí, ninguém melhor do que o nosso amigo Jorge Cerqueira, lá do Rio de Janeiro. Quem não conhece o Jorge? Bom, quem não conhece, terá a oportunidade de conhecê-lo um pouquinho aqui...porque ele será o primeiro a participar do ESCOLHIDO FOI VOCÊ!

1) Jorge, quando e por que vc começou a correr??
Comecei a correr quando entrei para o quartel pq todo militar tem que fazer Educação Física, mais não gostava muito por ter que ficar suado e cansado, algumas vezes inventava alguma coisa para não fazer Educação Física e por trabalhar também na área administrativa teve alguns anos que não fazia e por causa disso e da má alimentação eu acabei engordando e cheguei a 100kilos e por causa disso a minha saúde piorou e não teve jeito fui incentivado a voltar a correr.
2) O que mudou na sua vida depois que vc começou a correr?
Nossa e como mudou, depois que eu voltei a correr a minha saúde voltou, em 4 meses perdi mais de 30 kilos de gorduras e além de conhecer vários amigo(a)s virtuais que hoje muitos são reais, isso é muito gratificante e maravilhoso.

3) Vc tem algum ritual antes das corridas???

Bom eu tento me concentrar o máximo possível para que eu faço uma boa corrida

4) Qual o seu ídolo no atletismo?

Emil Zatopeck - A locomotiva humana

5) Vc tem noção de quantos quilômetros vc já rodou? Quantos pares de tênis vc gastou até hoje?

Noção exata eu não tenho mais que foram muitos Km foi. Quantos pares de tênis eu gastei nesses 8 anos de corridas eu acho que já foram uns mais de 20.

6) Qual sua marca de tênis preferida pra correr?

Nike, Asics e Fila

7) Além de correr, vc pratica algum esporte, qual?

Pratico musculação para fortalecer os músculos para não dar lesão.

8) Pra vc é mais importante participar ou subir no pódio?

Eu sempre digo para todos os corredores o seguinte: O IMPORTANTE É PARTICIPAR, CHEGAR INTEIRO E CASO CONSIGA PÓDIO ISSO É FRUTO DOS SEUS TREINAMENTOS.

9) Qual o maior mico que vc já presenciou durante uma corrida?

Foi no ano de 2007, quando teve uma corrida aqui no Barra Shopping (Rio de Janeiro) a Edição da Corrida Track Field a organização errou, chamou alguns corredores de elite para correr e teve as seguintes distâncias 5K e 10K e no feminino a organização cadastrou as corredoras de Elite umas nos 5K e outras nos 10K, sendo que uma das meninas disse assim para a organização bom vocês me cadastraram nos 10K mais eu não corro 10K, só corro 5k ai a organização em vez de trocar os dados não trocou, após a corrida teve a premiação no pódio e chamou as meninas e quando uma das meninas que chegou entre as 3 primeiras não foi chamada ela reclamou junto a organização e disse que ela chegou na frente de uma das meninas a qual a organização não trocou os dados e com isso, ouve um bla, bla, bla e sendo que uma das corredoras de elite que estava correndo nada mais do que era a TRIATLETA FERNANDA KELLER e a corredora que reclamou por não ir ao pódio se entrasse a FERNANDA KELLER iria ficar de fora do pódio ai simplesmente a FERNANDA KELLER, ficou p...da vida e disse assim EU NÃO MEREÇO UM TROFÉU, EU MEREÇO DOIS, pois sou uma atleta profissional, ai o pessoal começou a VAIAR ela, que mico que ela pagou ou seja ELA NÃO TEVE ESPIRITO ESPORTIVO, ALGUNS ATLETAS DE ELITE NÃO SABEM PERDER ai para acertar a premiação a Organização resolveu premiar as 4 primeiras.

10) E vc, já pagou algum?

Bom eu acho que paguei paguei, mais vamos lá: Em uma das edições da São Silvestre que eu corri quando estava subindo a passarela do MINHOCÃO uns dos corredores me empurrou, fiquei p...da vida, com isso e deixei para lá, só que por ironia do destino, na descida do MINHOCÃO tem uma curva e vi este corredor que tinha me empurrado mais atrás e empurrei ele também e o mesmo corredor disse que isso meu, ai eu respondi, se lembra do corredor que vc empurrou mais atrás era EU e disse mais ainda, olha só, nós estamos aqui para PARTICIPAR de uma festa, quem vai ganhar a SÃO SILVESTRE já está muito anos luz na nossa frente me desculpe mais vc mereceu...rsss...ele ficou com raiva e continuei a correr...


(Jorge antes de começar a correr)


11) Qual o pior defeito que um corredor pode ter?

Eu acho o seguinte é não ter UNIÃO, se todos tivessem as organizações de corridas não iria nos maltratar

12) Vc já participou de corridas de 5km 10km 15km 21km 42km 50km, qual o seu limite???
Bom eu corro já 8 anos eu já tenho em meu curriculo esportivo inúmeras corridas de 5k, 6k, 10K , 15K, 21, 30K, 42K e uma de 50k eu tenho tudo anotado em uma planilha no computador.
13) Qual a melhor corrida que vc já fez?
Foi no ano de 2005, quando eu participei de uma corrida de 10K, aqui mesmo no Rio de Janeiro, estava no meu auge completei os 10K em 35 minutos meu recorde nesta distância.

13) E qual aquela que vc diz: Essa não dá pra morrer sem fazer?
Maratona de Nova Iorque

14) Tem alguma que vc nunca mais quer correr? Por que?
Bom em todas as corridas que eu vou eu analiso e procuro informar o que aconteceu no meu blog. Quando estava me preparando no ano de 2003 para eu correr a minha 1ª Maratona, teve um organizador aqui no Rio chamado Fernando Guimarães que iria fazer uma corrida de 30K e seria perfeito para mim já que eu estava treinando para a Maratona e fiz a minha inscrição, quando chegamos no local da corrida o Organizador acima reparou que só compareceram uns 30 corredores porque no Rio de Janeiro iria ter outra corrida e por isso decidiu modificar a distância para 14KM e o percurso, ficamos revoltados e alguns corredores não aceitaram com isso e foram embora, como eu já tinha feito a inscrição resolvi correr a nova distância, fazer o que né...e na parte do percurso tem uma curva para entrar na ciclovia e de repente quando estavamos correndo nesta curva para pegar a ciclovia, passou uma mulher caminhando e um homem de bike, olhou para trás para mecher com a tal mulher e como era tudo na curva já viu né quase que a bike pegou a gente em cheio, foi um milagre. Daí decidir não correr mais as corridas desse organizador.

15) De onde surgiu a idéia de ter um blog?
No ano de 2005, estava eu numa sala de bate papo e conheci uma garota do Espírito Santo e ela me me perguntou seu eu tinha algum blog eu disse que não, aí ela me deu uma idéia de criar um e me explicou como procedia ai em 2005 nascia o meu 1º BLOG www.flogao.com.br/jmaratona, até ai tudo bem, só que alguns anos atrás os administradores do site, tentaram melhorar o sistema e acabaram piorando e quando nós íamos postar fotos ou relato dava erro, e muitos abandonaram os blogs eu não abandonei, sendo que no ano de 2007 estava eu a svc do quartel em Belém, abro a minha caixa de emails e recebo um email da Corredora e Jornalista de SP Yara Achoa (http://www.yaraachoa.zip.net/) me fazendo uma entrevista do meu blog para uma matéria na Revista Contra Relógio e assim foi feito no mês de Outubro saiu essa entrevista, também com outras entrevistas de corredores que tinha blog, daí como o meu outro blog estava tendo problemas aproveitei para testar outros blogs e ai nascia em Outubro de 2007 o meu 2º Blog http://www.jmaratona.blogspot.com/

16) Sua família te cobra por ser uma pessoa bem ativa nessa área, tipo ter que dormir cedo num final de semana, deixar de párticipar de alguma coisa porque tem que correr...???
As vezes cobra

17) Qual o seu maior desejo em relação à corrida?
É poder continuar por muitos anos fazendo este esporte maravilhoso e também passar um pouco do que eu aprendi e fazer novos amigo(a)s.


18) Alguma vez, em alguma situação, a corrida te salvou? tipo de um ladrão, de m cachorro, de um paparazzi...rs...
Que eu me lembre a corrida me salvou sim, em uma corrida de montanha estava eu descendo uma ladeira e de repente aparece um cachorro querendo me morder e eu parecia em uma corrida tipo sprint final tive que correr mais ainda...rsss...

19) Qual o conselho vc daria para aqueles que estão começando agora?
Que sejam corredores CONSCIENTES, primeiro vá a uma consulta ao médico para ver se estar tudo certinho e depois comece devagar. Um dia fui obeso, determinei e conseguir emagrecer. Lembre-se o seguinte nada é impossível quando se quer alcançar uma meta.

Jorge depois que começou a correr


20) e agora....vc escolhe o próximo entrevistado...tem que ser blogueiro...
Bom Luciane, agradeço pela entrevista e espero que tenha gostado, vc está de parabéns, como eu fui o 1º escolhido para essa entrevista eu indico vc Luciane para ser a próxima entrevista e ai ACEITA TAMBÉM o desafio, responda as 20 perguntas e poste e depois escolha outro corredor...rsss
Ah, por enquanto eu sou café com leite!!!! rs....
É isso amigos, espero que tenham gostado e preparem-se porque pode estar no próximo VC FOI O ESCOLHIDO! vlw Jorge!!!!!!!!!!!!!!!!


sábado, 17 de janeiro de 2009

ESCORREU UMA LÁGRIMA...


Ai gente, de duas uma: ou eu sou boba demais, ou a cena realmente foi digna de uma lágrima. Eu prefiro dizer que a cena era mesmo digna de aplausos...
Estava eu, dando a minha corridinha matinal...aliás aqui devo abrir um parêntese...tempo nublado, mas com mormacinho e chuviscos...tudo que um corredor pecisa para correr 15 quilômetros facinho, facinho...rs.. Voltando ao assunto...estava eu, dando minha corridinha matinal, quando avistei a seguinte cena: Uma mulher (mãe) correndo ao lado de um menininho de aproximadamente 4 anos...Em determinado momento, ela dizia: "Vai!".. e lá ia ele dispirocado a correr, dando a volta num cone e voltando esbaforido. Na chegada, uma moça cronometrava o tempo do guri...Fantástico! Com certeza ele estava treinando para o Tribuna Kids, uma prova direcionada às crianças. Juro, me deu um nó na garganta quando eu vi aquilo. Lembrei do meu filho João...Será que ele vai gostar de correr, será que terei a alegria de tb correr junto com ele e gritar num determinado momento: "Vai!!!!"....Será que vou vê-lo sair dispirocado pela praia??? Será, será, será...tantas perguntas e tão poucas respostas. Eu acredito que ele vá seguir o meu caminho, mas....existe o futebol minha gente....O importante é não forçar..é deixá-lo escolher seu caminho, seja lá qual for né???
Ah, aproveitei para dar uma olhadinha nas Assessorias esportivas. Estou analisando para eu escolher uma...quero começar o meu treinamento para o biathon...Acho que vai ser bacana. Eu acho que já falei aqui que fiz natação por quase 10 anos, o problema é que estou parada nesse esporte tb a quase 10 anos...Mas tudo bem..o que eu perder na natação, ganho no asfalto...não é possível que minhas adversárias sejam ótimas nas duas modalidades...ou será??? Será, será?será??? novas perguntas, sem novas respostas...eita filosofia barata!!!!!
Em campanha pró Rio-2016, Troféu Brasil será no Engenhão


Tradicionalmente disputado em São Paulo, o Troféu Brasil de Atletismo mudará de sede na edição de 2009. Conforme divulgado pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) nesta sexta-feira, o Engenhão, maior instalação do Pan-americano de 2007, foi confirmado como residência da maior competição do atletismo nacional. A transferência do evento já estava prevista nos últimos dias. O Rio de Janeiro, que briga para receber as Olimpíadas de 2016, procura trazer grandes eventos esportivos para promover sua candidatura.
O COB, o Governo do Estado do Rio e a Prefeitura do Rio de Janeiro acabam de confirmar que faremos o Troféu Brasil e o GP do Rio no Engenhão”, afirmou o presidente da confederação, Roberto Gesta de Melo.
A disputa do Troféu Brasil ocorrerá entre 3 e 7 de junho e contará com a presença dos melhores atletas da modalidade, inclusive a campeã olímpica do salto em distância, Maurren Maggi. Entretanto, o Engenhão receberá outras competições da modalidade nesta temporada. Em 17 de maio, o estádio carioca sediará o Grande Prêmio do Rio de Janeiro.
Além do principal dirigente da Confederação, o evento de divulgação contou com a presença do gerente de esportes olímpicos do Botafogo (clube que administra o estádio), Miguel Ângelo da Luz.
Miguel, ex-treinador de basquete e que conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas de Atlanta, 1996, com a seleção feminina, assumiu o cargo há duas semanas. Desde então, o dirigente acena com a possibilidade de ceder o espaço às práticas olímpicas. “Esta é uma notícia importante para o atletismo nacional. É um estádio maravilhoso com uma pista de alta qualidade. Tínhamos mesmo de utilizá-las”, declarou.
A
competição serve de seletiva para o Campeonato Mundial de Atletismo, que será disputado no mês de agosto em Berlim, capital da Alemanha.

Gebrlassie não bate recorde, mas vence em Dubai


Ele não bateu o recorde, mas, mesmo assim, venceu a corrida. O etíope Haile Gebrlassie havia declarado, durante a semana, que faria de tudo para melhorar o seu recorde mundial de 2h03min59s, na maratona de Dubai, que ocorreu nesta sexta-feira. Entretanto, mesmo sem melhorar a sua marca, Haile se consagrou no pódio.
O atleta cravou o ótimo tempo de 2h05min29s, e recebeu o prêmio milionário de US$ 250 mil (cerca de R$ 590 mil), pelo primeiro lugar. Gebrlassie comentou sobre a sua vitória no site oficial da IAAF.
“Eu fiquei satisfeito com o meu desempenho. Eu não sou perfeito com chuva e, mesmo assim, esse foi o meu melhor tempo com este clima. Eu sabia que depois da metade da prova, quando passei a sentir o vento e perceber que iria chover, o recorde não era mais possível. Este clima é ruim para os maratonistas', confirmou.
No pódio, o domínio foi etíope também. Deressa Edae Chimsa foi a segunda colocada, cravando um tempo de 2h07min54s, e Eshetu Wendimu terminou no terceiro lugar, com 2h08min41s.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

É BOA IDÉIA VAI....

Eu e minha cabecinha pensante!!! rs...Tá certo que ás evzes eu acho que deveria pensar menos, mas....dessa vez acho que tive uma boa idéia, pelo menos eu acho tá!
É o seguinte, eu sempre achei que nós corredores somos uma grande família, até porque compartilhamos tantas experiências, muitas vezes juntos, tantas separados...o certo é que de uma forma ou de outra acabamos sabendo tanto um do outro...Então lendo a seguinte frase: "cada blogeuiro sabe de si e o google sabe de todos", pensei: "Ora, ora, vamos mudar isso. Quero saber tanto quanto o google, e quero que todos tb saibam...rs.." Ok, o "tanto quanto o google" foi viagem minha, mas saber bastante. Tá chega de enrolar. Toda quinta-feira, quero postar aqui uma entrevista de um blogueiro... Sim, isso mesmo. Mandarei um e-mail para algum blogueiro, escrito "VOCÊ FOI O ESCOLHIDO". Em seguida, enviarei um questionário com perguntas do tipo: por que vc começou a correr, quais suas expectativas, suas manias antes, durante e depois da prova e por aí vai...E aí, topam???? Assim, a gente acaba conhecendo um pouquinho mais de cada um...E essa paradinha começa na próxima segundona...então, preparem-se....

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009


AI JESUIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSS


Como diriam nossos conterrâneos portugueses: Ai, Jesus!!! Hoje pela manhã fui correr. Abriu um sol e 38ºC. Até aí nenhuma novidade, já que aqui na baixada tem feito dias de muito calor mesmo.

À tarde fui paar o escritório. Minha gente, lá pelas 15:00hrs, tudo começou a escurecer e de repente uma chuva de granizo se abateu pela cidade toda. Eram árvores caindo e sendo puxadas pela raíz, outdoors, placas de banco.....Os portões de prédios eram arremessados para o outro lado da rua. Olha que não deixaria nada a desejar para aqueles filmes do tipo Um dia depois de amanhã, O fim dos dias e tantos outros que falam sobre a revolta da natureza...Na boa, eu fiquei apavorada, ainda mais quando vi uma menina voltando da praia e sendo puxada pelo vento. A coitada se agarrou num carro estacionado tentando permanecer com os dois pés no chão...fiquei chocada...

Pra mim, isso sim é Deus!!! As pessoas não acreditam nos males que tem feito à natureza e aí dá nisso. O tempo totalmente doido...E aquela famosa música: " O sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão" talvez nos faça pensar e repensar em tudo o que o homem vem fazendo, ou não né, porque homem é bicho burro e enquanto não ver acontecer não pára...Mas o alerta já foi dado...

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

METAS BEM TRAÇADAS
Pois bem...que o ano já começou a gente já sabe, pelo menos, para nós corredores...Agora você já traçou as suas metas neste ano??? Já sabe quais corridas vai participar, quais vão ficar para a próxima???
Pois eu já sei caros amigos. As minhas metas estão bem traçadinhas. E digo mais, a boneca aqui sonha alto viu???rs...Bom, vamos ao meu calendário...
* 15/02/09 - Circuito das Praias 1a etapa (Peruíbe)
* abril/09 - 1a etapa do Campeonato Santista
* 26/04/09 - Circuito das Praias - 2a etapa - Itanhaém
*17/05/09 - 10km A Tribuna FM
* junho/09 - 2a etapa do Campeonato Santista
* 20/06/09 - Circuito das Praias - 3a etapa - Bertioga by night
* junho/09 - 3a etapa Campeonato Santista
* 04/o7/09 - Desafio da mata Atlântica
* 25/07/09 - Gatorade Biathon - Bertioga
* julho/09 - 4a etapa Campeonato Santista
* 23/08/09 - Circuito das Praias - 4a etapa Cubatão
* agosto/2009 - 5a etapa Campeonato Santista
* 30/08/09 - 6a Meia Maratona A Tribuna FM
* setembro/09 - 6a etapa Campeonato Santista
* 18/10/09 - Circuito das Praias - 5a etapa Riviera
* 29/11/09 - 8km AT Revista Guarujá
* 13/12/09 - Circuito das Praias - 6a etapa Guarujá
* 31/12/09 - São Silvestre
Bem, estas são minhas metas. Em relação ao Campeonato Santista, melhorar a minha posição em que eu fiquei em décimo segundo lugar no ano passado, já que as 2 primieras etapas, eu estava grávida e não participei.
Quanto ao Circuito das Praias, eu quero mais......Quero ser a campeã do Circuito na minha categoria. Sonhar alto?? Não... treinar bastante e voar baixo....só isso. a prioridade é o Circuito. Sei que é bem difícil participar de dois campeonatos ao mesmo tempo, mas.. é o que tem pra hoje minha gente!
Em julho, pretendo participar do meu primeiro biathon...vamos ver....
Quanto a 6a Meia Maratona, o objetivo é sempre o mesmo: terminar abaixo de 2 horas...Mas na boa, eu queria mesmo é fazer pra 01:50...tava bom demais. E para terminar o ano....a São Silvestre.. pela 1a vez....E olha, tô pensando em correr a meia do Rio de janeiro.. e os 30km interpraias ... grandes chances....
As metas estão traçadas...agora faltam só os resultados....E VAMO QUE VAMO....

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

100%...e a todo vapor.......
Como diriam os amigos do programa Rock Gol da MTV: " Totalmente excelente". Foi assim que me senti ontem e hoje quano voltei aos treinos. Ontem fui correr meio tímida, com receio de sentir alguma dorzinha. Fui na manha, mas cheia de vontade de sentar a lenha..mas resisti à tentação. Hoje, o sol escaldante chegou a doer o corpo. É incrível como o corpo se acostuma a certas temperaturas. Eu sempre corri no sol e talvez seja por isso que rezo em vésperas de provas para que ele apareça. Se bem que me assustei quando olhei o termômetro da praia... 37º...affff....De toda forma, hoje o treino rendeu mais. Me aqueci bem antes de começar (sim, a partir de ontem...juro, sempre farei aquecimento, mesmo achando uma das piores coisas do mundo, porém, necessárias) e corri mais ou menos 10km. Deu até para ultrapassar algumas gurias....rs...Ok, eu não resisto... Na volta, tb fiz um alongamento (sim, também, a partir de ontem, prometo que o alongamento fará parte da minha vida)...e me senti muito bem. nenhuma dor, nenhuma ameaça de dor...nadica de nada...ufa. A má fase passou. Mas também não passou à toa não. Passou graças ao período de descanso que segui à risca. Alguns blogueiros sugeriram apenas 2 dias com gelo e cataflan no local, mas o Régis lá do blog amo correr, sugeriu 10 e acreditando nas sábias palavras dessa pessoa simpátissíssima...abracei a idéia e passei 10 dias totalmente de molho e quase ficando louca (valeu Régis...tô te devendo o dinheiro economizado com fisioterapeuta...rs)...
Então é isso...voltei, tô zerada, e acumulando gás, porque algumas metas já foram traçadas...mas na boa, amanhã eu falo sobre isso...Valeu amigos que me deram força e um conselho eu dou....
SE SENTIREM DOR>>>>>>>>>PAREM>>>>>>REPOUSEM>>>>>

domingo, 11 de janeiro de 2009

CHIC NO ÚRTIMO...

Quem conhece a Reem Kamel??? Lalalalala...eu conheço! Na verdade não pessoalmente, mas trocamos mensagens pelo orkut. Hoje pela manhã, abri o meu orkut e lá estava a mensagem: "Olá amiga, não perde o esporte Espetacular de hoje". Eu tinha certeza que ela iria aparecer. Já na São Silvestre ela foi um sucessão, aliás, todo ano ela faz um sucessão, já que corre sempre com a bandeira da Palestina nas costas, seu país de origem. Estava no quarto, quando meu marido me chama: "Vem ver isso, uma corredora se encontrando com marcelinho do voley". E quando cheguei na sala.. quem era a corredora? Sim, ela mesma Reem Kamel. Num bate papo bem discontraído, com direito a troca de presentes, voley e corrida pela primeira vez falavam uma só língua e pediram paz entre judeus e palestinos na faixa de Gaza. Uma reportagem super bacana que vale a pena dar uma olhada...

TÁ COM TUDO E NÃO TÁ PROZA....
É, pelo visto Frank Caldeira, vulgo, "o pipoqueiro" não anda lá muito bem das pernas não, já que achava que poderia abocanhar novamente o título de bi campeão na Corrida de Reis deste ano e acabou comendo poeira. Dessa vez a Tanzânia se deu bem e ocupou o lugar mais alto do pódio, onde desde o início mostrou bem a que veio.
Logo nos primeiros quilômetros, Nicholas Koech e Marco Joseph conseguiram abrir vantagem para o restante do pelotão, que tinha Caldeira no comando. A alta temperatura (30ºC) e a forte umidade dificultavam a tarefa dos fundistas. Faltando poucos metros para o fim, a juventude de Marco Joseph fez a diferença. Aos 19 anos, o tanzaniano deu um sprint, deixando para trás Koech para garantir a sua primeira vitória na prova.


O Quênia (sim, aquele país que os brasileiros pipoqueiros estão querendo boicotar nas corridas por aqui), ficou com a 2a colocação. Frank teve que se conformar com a 3a colocação e óbviamente não deioxu o discurso de lado: O novo percurso atrapalha um pouco. Tem que estar bem condicionado. Estou começando um novo ano e tive grandes atletas na frente. Eles também são fortes e estou muito feliz (com o desempenho)... ahã...
Na competição feminina, o Brasil chegou novamente na terceira colocação, com Fabiane Cristina. O título da prova ficou com a queniana Nancy Quipron, com a tanzaniana Sara Makera em segundo.
Resumo da ópera: África está com tudo e não está proza....

sábado, 10 de janeiro de 2009

ABSTINÊNCIA...


Sempre fui uma menina (mulher)...rs...certinha, tipo careta mesmo...Não bebo, não fumo, não me drogo...Sou daquelas que atingirão fácil, fácil os 90 anos com rostinho de 89. Mas vício é sempre vício, seja ele qual for. No meu caso, a corrida é um vício! E hoje, após 9 dias sem dar uma corridinha (ah, aquela corridinha de 4 quadras para recuperar a minha pastinha preta e as demais corridinhas para atravessar a rua, são café com leite), confesso que estou com abstinência. Chega a ser desesperador! Olho para o relógio toda hora, abro a geladeira, fecho a geladeira, olho para o relógio de novo, mexo na coxa para ver se dói e o pior de tudo, estou me sentindo a própria "garota enxaqueca", já que a minha irritabilidade está no auge!

Sempre fui assim...basta ficar sem correr, para o sono não vir, ficar rolando d elá pra cá na cama.. uma loucura. O engraçado, é que não sou a única louca com abstinência na corrida, muito pelo contrário, com todo mundo que converso a história é a mesma: " Pw, quando eu tive uma lesão e fiquei alguns meses sem correr, quase fiquei louco, fiquei em total abstinência" Coisa doida né???

Mas vocês sabem que esse assunto tem gerado muita discussão??? Embora todo mundo saiba, e inclusive os médicos prescrevam a prática regular de corrida por inúmeros benefícios nos últimos anos deu-se grande atenção ao fato de que a prática excessiva de corrida, bem como outros esportes poderia ser ou desencadear um comportamento compulsivo. Já de ante mão lhes garanto: Sou compulsiva assumidíssima e atire o primeiro par de tênis quem disser que não é!!!!

Assim, só para constar, vocês sabem quando surgiu essa coisa de estudo sobre a compulsão por corridas? Então, um tal de Baekeland ao estudar o padrão de sono em praticantes de corrida e outros exercícios, após um período de abstinência, constatou que alguns indivíduos se recusavam a suspender seus programas de exercícios, mesmo quando lhes era oferecido dinheiro para participação no estudo. Após esse relato, inúmeros termos foram aplicados para descrever tal fenômeno...que carinhosamente chamo de "psicopata por corrida". Eu sou uma psicopata...rs...
Segundo especilistas, os sintomas para compulsão são:

1) correr uma ou mais vezes ao dia, todos os dias. Agora não, mas eu cheguei a correr às 08:00 d amanhã, ia para o trabalho, e ás 19:00 corri novamente...rs...

2) deixar de fazer qualquer coisa, e priorizar a corrida. Na verdade eu sinto prazer em correr, e portanto, eu deixo fácil de fazer outra coisa para correr. È uma questão de escolha, vamos combinar!!!

3) aumento na tolerância à quantidade e freqüência dos exercícios com o decorrer dos anos. Também não é assim vai... Não é que a gente aumente a tolerância, é que as outras coisas vão ficando tão chatas e a corrida não... ela continua lá...atraente, com o mesmo pdoer de nos convencer a correr quilômetros e quil}ometros faça chuva ou faça sol...

4) sintomas de abstinência relacionados a transtornos de humor (irritabilidade, depressão, ansiedade, etc.), quando interrompida a prática de exercícios... Normal ué...que que tem???

5) consciência subjetiva da compulsão pela prática de exercícios...A minha consciência é objetiva mesmo. Eu assumo, já disse...sou compulsiva mesmo.

6) o indivíduo continua a prática de corrida, mesmo quando se apresenta doente, lesionado ou com qualquer outra contra-indicação médica, ou a prática de exercícios físicos interfere negativamente nos relacionamentos com o companheiro, familiares, amigos ou no trabalho. Bom, nesse quisito eu tenho que dizer: "Espera lá..." Eu estou aqui, paradinha há 9 dias...não corro, mas também não sou obrigada a fazer cara de simpática...

7) o indivíduo faz dieta alimentar para perda de peso como um meio de melhorar o desempenho. Ah tá bom...Eu aqui com meus 46kg (peso pena ou se preferirem peso barbie) e vou pensar em fazer dieta...ahã...

Bom, eu ainda continuo me achando compulsiva, mas acho isso subjetivo...rs...

Dando uma bizoiada daqui e outra acolá, achei uma pesquisa bem interessante. A pesquisa foi realizada em uma amostra de critério e conveniência composta por 59 maratonistas de ambos os sexos. Após assinarem um consentimento de participação do qual constavam os objetivos da pesquisa, era solicitado aos atletas que preenchessem o questionário e o entregassem ao coordenador do estudo, sendo garantido total sigilo de suas respostas. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Unifesp.

RESULTADO:

A maioria da amostra (51%) apresentava nível superior completo de escolaridade, independentemente do sexo analisado e trabalhava e/ou estudava.

A tabela 2 apresenta as características da amostra de acordo com a freqüência semanal e tempo (horas diárias dedicadas à prática de corrida e anos de prática). Observa-se que a maioria dos atletas (52%) relatou no mínimo dois anos ininterruptos de prática de corrida. Nota-se também que 28,6% dos maratonistas do sexo masculino relataram de quatro a oito anos de prática de corrida. Cerca de 81% dos entrevistados dedicavam-se de uma a duas horas/dia às suas rotinas de treinos para a corrida. Quanto à freqüência semanal, 32,2% dos atletas relataram correr menos de quatro vezes por semana e, a grande maioria, em freqüência igual ou superior a quatro vezes por semana.


E olha, não tem essa de dizer que homem corre mais, mulher corre menos, aqui é tudo igual. A pontuação média na EDC apresentada pelo total da amostra foi de 5 ± 2,5 (média ± desvio padrão), não houve diferenças estatisticamente significativas na comparação entre os sexos, visto que os homens apresentaram pontuação média de 5,0 ± 2,6 pontos, enquanto que nas mulheres a média foi de 5,4 ± 2,0 pontos...ou seja, é tudo louco mesmo, independente do sexo....

Na tabela 3 são apresentadas as médias obtidas na EDC dos homens da amostra brasileira que relataram mais de quatro anos de corrida e as da amostra relatada por Hailey e Bailey (1982). Não houve diferenças estatisticamente significativas entre as médias obtidas na EDC pelos homens do estudo original e pelos da presente amostra (p <>

A correlação entre a pontuação total da EDC e cada uma das 23 questões revelou que 10 apresentaram níveis significativos de correlação, sendo mais sensíveis as respostas positivas às seguintes afirmativas: "Sinto que me falta algo quando não corro" (r = 0,61); "A corrida tem influenciado meu estilo de vida" (r = 0,58) e "Experimento grande prazer quando corro" (r = 0,56) (tabela 4).





Tá, tudo bem, e o que ficou constatado afinal de contas? Detectaram uma relação entre a média de pontos obtidos na escala de dependência e a quantidade de anos de prática regular de corrida. Elas observaram que corredores com menos de um ano de prática de corrida apresentavam menor pontuação total na escala de dependência de corrida do que aqueles com tempo de prática superior... Dá, mas que coisa, que grande descoberta. Eu explicaria fácil...antes de correr 100m...rs...è claro, quem começa a correr, ainda não obteve grandes resultados, não experiementou um pódio, não conheceu "gente psicopata", então é claro, que com o passar dos anos isso acaba acontecendo e influi diretamente na dependência da corrida. Mais uma vez, devo dizer..."Dããã...

No estudo, grande parte da amostra relatou praticar corrida por período não superior a dois anos, impossibilitando o estudo da relação entre tempo de envolvimento com a prática de corrida e intensidade de dependência. No entanto, foi observado valores médios de dependência de corrida discretamente maiores nos indivíduos que relataram estar envolvidos por período superior a quatro anos com a prática de corrida. Esses dados estão de acordo com outros estudos, como de Pierce , que demonstraram que atletas participantes de corridas de longas distâncias, que exigiam vários anos de dedicação, tais como maratona e ultramaratona, apresentavam maiores escores para dependência de corrida do que os participantes de provas com menores distâncias percorridas. Ah, não vou repetir o que eu disse acima...mas o dãããã, vai de novo....

Em relação à sensibilidade do questionário, pudemos observar que as questões mais sensíveis foram aquelas que se referem a percepção subjetiva do "compromisso" com a prática de corrida e, principalmente, com um possível sintoma de abstinência da prática de corrida.

A maior sensibilidade da questão "Sinto que me falta algo quando não corro" encontrada em nosso estudo corrobora estudos que consideram os sintomas de abstinência uma das principais características da dependência de exercício.

Uma limitação deste estudo é o reduzido tamanho da amostra, fazendo-se necessária sua ampliação para estudar mais profundamente a questão. Entretanto, esses dados são sugestivos da existência da dependência de exercício.

Na boa, essa pesquisa foi retirada da revista Brasileira de Medicina do esporte e ao meu ver, não precisavam de estudos e mais estudos sobre isso. Somos compulsivos mesmo e ponto final. Sou psicopata mesmo e ponto final. Sou doida, fico irritada, ansiosa e todas essas coisinhas aí em cima também sou e fico...mas e daí, o que muda isso em minha vida???? Meu vício é correr e vou morrer com esse vício. Espero conseguir viciar o máximo de pessoas possíveis até completar meus 90 anos com rostinho de 89. Espero chegar até lá totalmente apaixonada pela corrida... o que não é nada difícil. Difícil mesmo é entender o por quê dessas pesquisas...

VAI SABER.........

ps.: Amanhã, só de raiva, termina meu jejum nas corridas. Voltarei, aos poucos (prometo tentar, juro, sem cruzar os dedos), e aí, a psicopata vai rodar quilômetro e mais quilômetro voando baixo..rs... Compulsiva ou não, o negócio é correr, correr, sem saber pra onde, sem saber o por quê...rs....

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

MUDANDO DE CIDADANIA...
Hoje pela manhã, após voltar da natação com meu filho, passei na balança da farmácia para me pesar. Fazia tempo que eu não me pesava, até porque não estou treinando e portanto tenho até medo de olhar os ponteirinhos...Mas não pensem que o medo é de me ver obesa...muito pelo contrário...
O que vi hoje foi deprimente...Talvez tenha me feito refletir e pensar em mudar de cidadania.. talvez ETIÓPIA, quem sabe??? Na boa, 46kg é triste demais!!! Quando decidi ficar sem treinar por 10 dias a fim de curar a dor na minha coxa, eu tinha certeza que isso iria acontecer. Tenho muita facilidade em perder peso e quando fico sem treinar, parece que eu definho. Em época de competição, 1 semana antes até faço um trabalho pra secar mesmo, ficar levinha, pois corro melhor, mas ficar levinha todo dia..ninguém merece. Até porque é necessário força e massa muscular nas pernas e a musculação melhora a economia de corrida ou pela redução do movimento desnecessário ou porque pernas mais fortes permitem aos corredores a utilizarem mais as fibras musculares de lenta-contração mais econômicas. Ás ve4zes a gente acha que é besteira, mas veja só, uma melhora de 2% na economia de corrida se traduz em uma elevação de 2% na velocidade da corrida, o que representa uma melhora de 48 segundos para uma corredor de 40 minutos nos 10 km! Ah vai, fala sério.. 48 segundos é empo pra dedéu!!!!
O problema é quem odeia musculação. Na verdade eu nem me enqadro nesse rol, mas confesso que não sou nada fã de ficar dentro de uma academia presa, suando que nem porco...isso me dá nervoso!
Diante disso, acho que tem saída, pelo menos eu encontrei: correr na ladeira.
Correr ladeira acima requer que suas pernas propulsem seu peso corporal contra a gravidade. Ainda mais, elas o fazem em condições que replicam mais de perto as condições de corrida do que as máquinas de musculação. Evidência empírica dos benefícios da corrida em ladeira vem dos corredores quenianos e etíopes de hoje, e vai bem atrás no tempo até os grandes corredores neozelandeses dos anos 60 e 70.
Os melhores corredores do mundo correm ladeiras dia após dia.
Se eu fizer isso, é bem verdade que vou ficar torta por um bom tempo...não dá pra correr todo dia na ladeira, o desgaste é enorme. Quando treino para os 7,5km subida da mata atlântica, uma prova que aocntece em junho só com subida, passo quase todos os dias fazendo treianmentos aqui na Ilha Porchat, que é uma ladeirinha considerável. Há certos dias em que eu peço pra morrer, juro por Deus, tamnho o esforço e o desgaste que sinto.
É claro que há fatores genéticos que separam os corredores de elite dos recreacionais, mas certamente parece que o treinamento em ladeira é um elemento importante que, diferente dos seus genes, pode ser mudado.
Outra vantagem da corrida em ladeira sobre a musculação é que você pode simultaneamente fortalecer seu sistema cardiovascular. Desta forma, corrida em ladeira pode ser vista como uma outra forma de treinamento com peso. Nesse caso, seu corpo é o peso. Para melhorar sua força nas pernas, você pode fazer exercícios de musculação com pesos na academia, ou pode fazer exercícios ao mover todo seu corpo ladeira acima contra a gravidade.
A evidência indica que melhorar a força da pernas através de treino com peso melhorará sua economia de corrida. Você pode fazer isso com musculação ou correndo em ladeira. Se você decidir-se pela musculação, procure orientação de um treinador ou profissional de educação física que compreenda que seu objetivo é melhorar a corrida e não ter a aparência de um Arnold. Até proque, eu pelo menos, nunca vi um corredor Arnold...Marilson, Frank (o pipoqueiro), Vanderlei e tantos outros são magérrimos...Se você decidir fazer musculação para as pernas, agende suas sessões de modo que estejam logo antes ou depois do treino de corrida forte. Independente da sua escolha ser musculação ou ladeiras, sua economia de corrida e performance deve melhorar.
Ok, o papo tá muito bom, mas quero só ver a partir de domingo quando eu voltar a correr....ainda mais com esse peso de etiópia...faça o meu favor!!!!