sábado, 17 de janeiro de 2009

ESCORREU UMA LÁGRIMA...


Ai gente, de duas uma: ou eu sou boba demais, ou a cena realmente foi digna de uma lágrima. Eu prefiro dizer que a cena era mesmo digna de aplausos...
Estava eu, dando a minha corridinha matinal...aliás aqui devo abrir um parêntese...tempo nublado, mas com mormacinho e chuviscos...tudo que um corredor pecisa para correr 15 quilômetros facinho, facinho...rs.. Voltando ao assunto...estava eu, dando minha corridinha matinal, quando avistei a seguinte cena: Uma mulher (mãe) correndo ao lado de um menininho de aproximadamente 4 anos...Em determinado momento, ela dizia: "Vai!".. e lá ia ele dispirocado a correr, dando a volta num cone e voltando esbaforido. Na chegada, uma moça cronometrava o tempo do guri...Fantástico! Com certeza ele estava treinando para o Tribuna Kids, uma prova direcionada às crianças. Juro, me deu um nó na garganta quando eu vi aquilo. Lembrei do meu filho João...Será que ele vai gostar de correr, será que terei a alegria de tb correr junto com ele e gritar num determinado momento: "Vai!!!!"....Será que vou vê-lo sair dispirocado pela praia??? Será, será, será...tantas perguntas e tão poucas respostas. Eu acredito que ele vá seguir o meu caminho, mas....existe o futebol minha gente....O importante é não forçar..é deixá-lo escolher seu caminho, seja lá qual for né???
Ah, aproveitei para dar uma olhadinha nas Assessorias esportivas. Estou analisando para eu escolher uma...quero começar o meu treinamento para o biathon...Acho que vai ser bacana. Eu acho que já falei aqui que fiz natação por quase 10 anos, o problema é que estou parada nesse esporte tb a quase 10 anos...Mas tudo bem..o que eu perder na natação, ganho no asfalto...não é possível que minhas adversárias sejam ótimas nas duas modalidades...ou será??? Será, será?será??? novas perguntas, sem novas respostas...eita filosofia barata!!!!!

6 comentários:

joaquim adelino disse...

A cena emocionou-a porque você tem o João e já pensa o melhor para ele, mas eu não aprecio a forma com uma criança com 4 anos e ainda por cima de cronómetro. Valeu pela história.

André Cruz - Xampa disse...

Muita piração essa de colocar uma criança para mandar ver com 4 anos de idade. Um absurdo. Nessa idade, o negócio é brincar.
Estou com uma idéia de disputar um biathlon ou qq athlon desses.
Comecei a nadar por recomendação médica e gostei do negócio. Ah, eu já pedalava antes.
Enfim, vamos ver o que rola.
Mas, antes disso, preciso arrumar apoio da família.

Ana disse...

Ola Lucy, td bem? Acompanho seu blog já algum tempo, apesar de pouco comentar...

Sou da opnião do Joaquim tbm, acho pressão demais p/ uma criança de 4 anos, qdo nessa idade acredito q o esporte deve ser somente diversão, algo bem lúdico, nd de pressão por resultados etc... afinal, depois ele vai crescer e o q não vai faltar é pressão... na escola, no trabalho, no esporte, etc...

Qto a sua empreitada no biathon... é claro q vc vai se dar mt bem, pois aparenta ser hiper determidada... depois virá o triathlon, hein?

Jorge disse...

Amiga Lucy, boa noite, colocar uma criança de 4 anos para correr com o CRONÔMETRO é um ABSURDO, com certeza se essa mãe tiver cobrando dele resultados ele crescerá revoltado e não vai gostar mais de correr quando crescer, digo isto pq eu tenho uma filha de 8 anos Bruninha e não cobro dela nas corridas, tem corridas que ela vai e faz o tempo dela eu digo parabéns que ela está no caminho certo, por exemplo ontem dia 18.01.2009, teve uma corrida de São Sebastião Kids no Maracanã e eu tinha perguntado a ela se ela queria correr e ela disse que dessa vez ela não queria ai eu disse que tudo bem. Fui orientado por técnicos para não cobrar nada da minha filha quanto as corridas ela está pequena e que é para incentivar sim, mais sem grandes cobranças. Amiga com certeza eu faço votos para que o João de os seus passos nas corridas, ele tem um belo exemplo em casa e com certeza vai ser corredor, ainda mais quando vc estava grávida vc mesmo dizia que dava suas corridas com ele dentro de sua barriga, dizem que as crianças sentem várias coisas quando está dentro da mãe, então exemplos é o que não vai faltar, forças suas e de seu pai também não vai faltar e ainda mais incentivos. Agora o que vc falou se ele escolher outro caminho como o futebol não se chateie o importante é ele está praticando um esporte e quem sabe ele não pratique os 2 (FUTEBOL E CORRIDA) lembre-se nada é impossível. Quanto a sua escolha de escolher uma Assessoria Esportiva eu lhe parabenizo, fizeste uma ótima escolha e com certeza logo, logo vc obterá resultados. E não esquente que vc está parada, veja o meu exemplo eu odiava as corridas e precisei ficar doente para poder correr e hj eu agradeço a corrida, lembre-se: NUNCA É TARDE PARA COMEÇAR. Agora lhe dou um PUXÃO DE ORELHA VIRTUAL pq não moro perto de vc hein...rsss..., que isso amiga: VC DISSE ASSIM NO SEU RELATO QUE SE VC PERDER NA NATAÇÃO GANHA NO ASFALTO,QUE NÃO É POSSÍVEL AS SUAS ADVERSÁRIAS SEJA ÓTIMAS NAS DUAS MODALIDADES. Que isso Lucy vc é uma GUERREIRA e GUERREIRA não desiste, vc falando palavras de derrotas será sempre derrotada, LUTE, PERSEVERE, DISCIPLINE MAIS NOS SEUS TREINOS, PENSE POSITIVO e com certeza vc vai se dar bem tanto nas corridas como na natação.

PS: UÉ VC DISSE QUE CORREU ENTÃO VC JÁ MELHOROU DA LESÃO NÉ QUE BOA NOTÍCIA AMIGA, PARABÉNS...

Desejo a vc uma boa semana e boas passadas.

Bom amiga acho que já falei demais né, também espero que vc leia o livro acima que acabei de escrever...rsss...

Um abraço,

JORGE CERQUEIRA

runningirl disse...

Hi Lucy

Adoro o seu blog. Tenho aconmpanhado pouco devido a falta de tempo mais pode deixar que tentarei passar por aqui mais frequentmente.

Adorei o seu "post" especialmente a foto, mais concordo com os demais amigos virtuais que é um absurdo colocar uma criança tão pequena para correr. Criança tem que brincar, correr por correr, jogar futebol, ou quallquer outro esporte desde que seja por diversão e nao por obrigação.

Boa sorte nos seus treinos e um beijinho no Joao.

Abraços,
Sandra

maicher disse...

You these things, I have read twice, for me, this is a relatively rare phenomenon!
handmade jewelry