quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

SÁBIAS PALAVRAS...
Não somos apenas meia dúzia de revoltados não com essa perseguição ridícula dos brasileiros em relação aos quenianos...Segundo Moacir Marconi, técnico articulador da vinda dos africanos para o páis:
" Eles estão tendo a chance de melhorar com os quenianos e, ao invés de aproveitar, ficam mais preocupados tentando mandá-los de volta. Se os brasileiros pararem com isso, treinarem mais e aproveitarem a presença dos quenianos, teríamos uma maior competitividade" , declarou o técnico conhecido como Coquinho em entrevista à GE.Net.
Pelo visto, Coquinhos é dos nossos!!!!!

5 comentários:

André Cruz - Xampa disse...

Uma mente inteligente.
Que venham os coelhos de pernas fina do Quenia.

Fernando Andrade. disse...

Também aqui em Portugal existe uma atirude idêntuica por parte de certos atletas de elite. Entendem que, em sua defesa, se deve intyerditar a participação de atletas estrangeiros (claro que estes "estrangeiros" são os africanos, que "limpam" os prémios todos.
Eles têem é que ter pernas para os africanos.
Não gostaria de ser impedido de participar numa prova fora do meu País.
FA

joaquim adelino disse...

É de aplaudir. Só os burros e os ganaciosos é que não aprendem.
Um abraço

amocorrer disse...

assino em baixo e tb acho o Franck um tremendo pipoqueiro...abcs

Jorge disse...

Amiga também estou de acordo com o Coquinho eu conheço e já estive conversando com ele, realmente os corredores profissionais brasileiros tem que tormar vergonha na cara e aprender mesmo com os Quenianos, principalmente o Franck Caldeira, que aliás ele é uns dos corredores que entrou com uma ação denunciando os quenianos, que pouca vergonha. Realmente isto me dá nojo. Quer dizer que os elites brasileiros só querem saber de ganhar é mole...
Valeu...

JORGE CERQUEIRA