quarta-feira, 14 de março de 2012

NÃO É ASSIM QUE SE INCENTIVA A CORRER

Uma boa dica para aqueles que curtem as longas distâncias, no dia 15 de julho de 2012, acontece a Meia Maratona de Sampa, prometendo ser uma prova rápida e com quebra de recordes.

O kit da prova chamou bastante a minha atenção, porém, devo fazer (pra variar) minha observação indignada.

Camisa da prova, em bom material, manga longa, já que julho o tempo esfria e a largada è às 07:00 da manhã...Cor bacana, diferentona...aprovada

Gorro, também legal, porém, desnecessário, já que isso deve incomodar e também esquentar muito durante a prova. Mas, ok...tá valendo...

Mochilinha básica, mas também diferentinha...

A suada medalha de participação. Achei bacanérrima, com design bem moderno, diferente. Até valia a pena dar uma sofrida para tê-la em nosso acervo

Porém, todavia, entretanto, algo não me agradou nessa prova. Eu sempre costumo dizer aqui no blog, que muito mais do que trazer as minhas experiências, ou resultados, fico feliz mesmo quando alguém diz que começou a correr por conta de algum post que eu fiz. Me alegra muito, tempos depois, a mesma pessoa, passar por aqui e dizer que correu os seus primeiros 10km, sua primeira meia, ou sei lá que continua fazendo ótimos treinos e conseguindo melhorar o resultado.

A idéia é essa. Incentivar as pessoas a correr, a participar. Sair daquela corridinha na praia e se meter no meio da galera, com um detalhe: não importando o tempo que fizerem, mas sim, a perserverança e determinação de cruzar a linha, seja em primeiro ou junto com a ambulância lá atrás, como o último dos moicanos, porém cheio de alegria.

E aqui começa a minha indignação. Observando o regulamento da prova, o art. 4º diz o seguinte:  "A prova terá a duração máxima de 4 (quatro) horas e o atleta que em qualquer dos trechos não estiver dentro do tempo projetado, será convidado a se retirar da prova. A supervisão técnica será da Federação Paulista de Atletismo, com organização da Empresa Vetor Esportes".

Tá, eu já nem gosto dessa idéia de ter um tempo pra terminar a prova. Mas vamos lá, tem. Agora imaginem. A pessoa passando pelo km 5 num tempo que não é o projetado "SEGUNDO ELES", e é convidada a se retirar? Como assim? Você estimula uma pessoa a correr, esfregando na cara dela que ela não é tão boa para estar ali? Ok, 4 horas para uma meia maratona é um tempo considerável, mas acredito que para um iniciante se inscrever numa Meia Maratona que não é uma prova para se fazer com os pés nas costas, é preciso preparo, tomar a coragem é bem mais complicado.

Ademais, acho constrangedor, convidar o atleta a se retirar em determiando trecho. Como se tivesse uma medalha looser. Game over pra você fracote!

Nada disso. As pessoas devem ser incentivadas a correr e não a parar ou a não participar. Não gostei disso não, aliás, odiei. Volto a dizer, dificilmente alguém faria as 4 horas nos 21km, mas se o fizesse, deveria receber aplausos, medalha, estímulo, afinal foram mais de 4 horas sofrendo. Retirá-lo da prova, na minha concepção é fazê-lo pensar 2000 vezes antes de se inscrever novamente.

Não é assim que funciona. Na verdade, não é assim que deveria funcionar!

3 comentários:

PISANDO POR AI disse...

Olá Luciane primeiramente parabéns pelos posts, também acho estranho esse negocio e tempo estipulado, apesar que as provas da yescom sempre tem essa de tempo maximo e etc mas eu nunca vi eles cumprindo isso e espero que não cumpram mesmo né.

Forte Abraço

Léo

www.pisandoporai.blogspot.com

Ms Harkins disse...

Oi,

já vi isso em regulamento de alguma prova que corri. Eu acho que eles estipulam um tempo máximo por causa da organização e staff. O cara levar 4 horas para cumprir 21Km dá um pouco mais de 5Km/hora... acho que até engatinhando se vai mais rápido :-)

Abç

Sergio disse...

Luciane,
acho que o tempo máximo é porque eles se comprometem com os orgãos públicos. E eles precisam liberar o tráfego dos carros... de qualquer jeito, pelo que sei, sempre rola uma vista grossa.
bjs
sergio
corredorfeliz.blogspot.com