segunda-feira, 27 de abril de 2009

E A PROFECIA SE CUMPRIU.........



PENSAMENTO VERDE...


Bom, no post anterior, além da entrevista com a querida Mayumi, falei que iria fazer algo que realmente não condizia com atitudes de uma verdadeira corredora. Pois bem. A semana passada inteirinha, meu marido me falou do Show do Leonardo que aconteceria no dia 25 de abril lá no Credcard Hall. O Show seria na faixa, já que alguém do escritório dele, conhecida alguém que era melhor amigo do filho do Leonardo...coisa d epobre sabe...fulano que disse pra beltrano que cicrano...e assim vai. Eu até estava nimadinha, mas quando parei e vi que o show seria dia 25 e a 2a aetapa do Circuito seria no dia 26..aff...Na hora eu disse: "Ah, esquece, tenho corrida no domingo".Eu até queria ir, e senti que meu amrido também, mas...A semana foi passando. Lá pela quarta-feira decidi que íamos ao show, estaríamos de volta às 03:00 da manhã e às 06:00 estariámos d epé, rumo a Itanhaém. Loucura? Também acho. Na quinta ainda estava tudo assim...decido..Na sexta, o pensamento verde de cometer essa infâmea contra o esporte, até porque eu ficaria desde ás 9 da noite até ás 3 da madruga em cima de um salto alto e acordaria no dia seguinte tentando conquistar a liderança do circuito, começou a amadurecer...e então...tudo clareou...nada de show...a corrida é o foco!...nanananananana....



SEM CONDIÇÕES...



Após meu relógio ter quebrado há uma semana atrás, estava treinando forte, mas sem me preocupar com o tempo. Todavia, porém, entretanto, no sábado á noite lembrei que iria correr sem relógio. Como assim, competir sem relógio? Treinar, vá lá...ainda tinha uma base pelos relógios da cidade, mas competir. E lá fomos, eu meu filho e marido ao shopping. Comprei um modelo basicão, da COSMOS. Na verdade nunca tinha ouvido falar dessa marca...mas...para o intento, acho que seria ideal.



É HOJE.......



O dia chegou. 06:00 de pé. Abri a janela. Vento. Nuvem. Preocupação. Correr com vento não estava dentro dos meus planos, apesar de ter treinado todos os dias com vento e sol.
Tudo certo. Na mochila, lanchinho, máquina, água, bolachinha...Passamos no canal 1 para pegar o Clayton da minha equipe e simbora! As coordenadas dadas pelo pessoal da th5 eventos foram batata...chegamos ao local bem rápido e sem nenhum imprevisto ou dificuldade.



TROCANDO O CERTO PELO DUVIDOSO...OU O DUVIDOSO PELO CERTO?


Ao chegarmos lá, observamos qe havia bem mais pessoas do que na outra etapa. Na etapa passada, haviam 9 em minha categoria, nessa, 13. O pessoal de Jundiaí estava com pinta de elite e uma das minhas grandes concorrentes estava a postos, o que me fazia estar ciente que eu teria que brigar pelo 2º lugar em diante, devido a superioridade que ela sempre teve sobre mim. Confesso que fiquei um pouquinho desapontada, mas...eu tava ali e precisava fazer pose de corredora, carinha de corredora e é claro, mostrar um abdôme de corredora... (tudo bem, o último íten é melhor deixar pra lá...rs...)




Muita gente de Santos trocou o Campeonato Santista pelo Circuito, pelo menos ontem, já que sabiam quelá o nível está fortíssimo em algumas categorias. e toda forma, acho que o nível de ontem também estava bem forte, o que me animou bastante, já que ser vencedora entre os mais fracos não me importa...No entanto eu estava ali e deixei o Campeonato santista de lado com a certeza de que pontuaria novamente e assumiria a liderança isolada no ranking. Querer demais? Nada disso...treinar demais...porque na vida...tudo é merecimento!


CONCENTRAÇÃO...


Após a ida básica ao banheiro, peguei o chip. A camisa do kit foi bem da bonitinha. Aliás, todas as camisas do circuito são bonitinhas, o que anima bastante a participar. Fotos, fotos, o Manú (da nossa equipe) chegou... fotos, fotos.





Uma escola de samba começou a tocar. Muita gente sambou achando que tava na sapucaí, já eu, preferi alongar e ficar no meu cantinho comendo o meu sanduba e fazendo a minha oração segurando fime o meu escapulário. Na verdade nunca peço pra ganhar, peço pra que todos ali cheguem bem, sem ninguém passar mau e que aquele dia seja mais um dia de prazer...se eu ganhar...veio de brinde no pacote de pedidos...rs...MP4 a postos....era só esperar....


RUN LUCY...FLY....


Em alguns posts atrás eu falei sobre o meu treino, onde eu tentava correr os 10km em ritmo de prova. Recebi um comentário dizendo que esse tipo de treino tinha pouca técnica e muita necessidade de garra e determinação. Ok...garra e determinação era o que não me faltava.





Ao ouvir o fuóóó, saí feito louca. Olhei para o lado e pude ver 3 meninas de minha categoria. Eu sabia quem eram elas. Confesso esse meu lado psicopata...rs...Uma semana antes das provas, pesquiso todas as minhas concorrentes, procuro fotos, tempos atuais. E essas..rs...eu já conhecia, até por estarem na 1a etapa. Não tinha outra opção...correr...Eu sentia que poderia estar atirando sobre a minha p´ropia cabeça. Com um percurso misto sendo 2 voltas pela areia e 2 pelo asfalto intercalando uma e outra, lagara forte pelo asfalto, significaria poder quebrar na areia. Mas o que fazer senão voar? Sentia minha respiração ofegante. As meninas que estavam ao meu lado, não mais estavam. Não estavam também à minha frente entendedo-se que...comiam poeira no estilo Papa Légua Bip Bip...rs...




Quando cheguei na altura do km 2,5, vi meu marido com a máquina na mão. pela 1a vez não acenei, não sorri, queria correr, só isso. Na minha frente, muitos homens, muitos mesmo e algumas mulheres que independentemente na faixa etária eu tinha que alcançar.


TUDO DE BOM PENSAMENTO BOM...LONGE DE MIM PENSAMENTO RUIM...


Continuei correrndo forte, sem olhar para o relógio. Não queria me desesperar, queria apenas continuar naquele ritmo. Olhar no relógio poderia colocar tudo a perder caso eu visse que não estava tão forte quando eu precisava ou pelo menos quanto eu esperava estar.
Veio a 1a subida. Pensei: "mas onde estava mesmo escrito que tinha subida no percurso?".. pois é...não estava.. mas a subida estava lá. Senti que poderia quebrar. Por alguns minutos começaram a me passar pela cabeça uma sensação de que eu desistiria, de que eu quebraria. Repetia várias vezes pra mim mesma: "Você pode, você treinou, você pode, você treinou"... As meninas à minha frente deixavam de ser pequenas e passaram ao seu tamanho original. Eu estav bem perto. Não olhei para trás, aliás, nunca faço isso... o que me interessa são alvos à frente...sempre! Após uma tricha de terra batida e mais uma volta no asfalto, descemos à areia. Jesus me salve, por favor! O vento forte deixava as pernas moles e o pensamento de que eu pdoeria fracassar me assombrava mais ainda. Eu treinei no vento, mas competir no vento, tinha o mesmo sabor de competir subindo sempre. Que sensação horrível. Ninguém passava ninguém. Uma vez ou outra um homem emparelhava comigo, mais nada.


POWER RANGERS FORÇA ANIMAL...


Ao subir para o asfalto e havistar a primeira chegada, onde quem corria os 5km trocava com o parceiro em revezamento, me encorajei e olhei o relógio. Eu precisava saber o que estava acontecendo comigo até ali. 0:23:06...Mas que tempo é esse. Geralmente nessa altura eu estaria há uns 25...menos que isso...dificílimo..por que não dizer..nem a pau Jevenal!.Quando vi o meu tempo, me veio uma frase ridícula à cabeça: POWER RANGERS FORÇA ANIMAL! kkkkkkkkkk...Sei lá de onde tirei isso, mas sei que depois disso, muitas das sensações ruins desapareceram. 2 garotas que estavam na minha frente, pararam...ou seja, faziam parte do revezamento. Agora eu não via muita mulher não...O sol apertou, o vento também. O desgaste era tão grande...mas a minha vontade também era imensa...confesso...há muito tempo não queria tanto uma prova...e há muito tempo, não sofria tanto também. Com o Power Rangers martelando na minha cabeça, desci para a areia de novo. Eu estava acabada, mas podia ver que os outros também estavam. Muitos desistiram...muitos mesmo...eu não queria ser mais um. Desistir naquele momento seria jogar ralo abaixo todo o esforço e sofrimento que eu tinha tido até ali. Não ia jogar tudo fora, meus treinos no sol, na chuva, no vento...é ruim hen?


CAPITÃO NASCIMENTO...."PEDE PRA SAIR"...


Faltava pouco mais de 3km...quando o POWER RANGER FORÇA ANIMAL me abandonou...e sem aviso prévio. De repente, no meu ouvido, Capitão Nascimento gritava: "pede pra sair!" Pede pra sair"...Era como eu me sentia. Eu tinha certeza absoluta que eu estava muito mais doq ue eu podia. Quando eu vi bem minúsculo lá embaixo as pessoas ainda sem subir para o asfalto me questionava do por quê eu estaria sofrendo tanto. Mas num ímpeto de fúria, sim, eu estava "p" da vida comigo mesma, seja porque estava sofrendo, seja porque estava querendo desistir, seja porque estava inventando desculpas para um possível fracasso, decidi partir para o tudo ou nada. Agora pouco interessava em que estado eu chegaria, porque era fato...eu chegaria e que se lasque esse Capitão Nascimento de bosta!
Acelerei, e subi para o asfalto. Podia ver bem longe a chegada. Mais uma subida. O sol castigando, o vento soprando, uivando no ouvido que dependia só d emim, porque se fosse dele, eu pararia ali, naquele momento. Alguns aceleravam num sprint final que era de dar dó. Tava todo mundo muito acabado. Pensei que aquele momento tudo estaria decidido...A minha concorrente já havia chegado, e eu poderia ser a 2a a 3a ou a última das 13 em minha categoria. Nada mais podia ser feito, só terminar. Um último esforço, últimas passadas, o relógio na chegada já podia ser vidto, mas ainda embaçado...que tempo era aquele e por que eu não conseguia olhara para o meu relógio? Acelerei como se fosse um último suspiro. Se eu morresse ali, morreria dura e feliz por conseguir chegar, por conseguir vencer o Capitão Nascimento, por conseguir passar pelo trauma de ser abandonada pelo power Ranger Força Animal quando eu mais precisava. O relógio estava próximo...pisei no tapete, olhei para o meu relógio, parei o cronômetro... olhei pra cima....









0:48:58...Jesus!...Eu não tava acreditando, mas o meu relógio tabmbém marcou o mesmo tempo. Olhei de novo pra cima, vibrei, eu sabia que estava ali pra competir. Eu estava VIVA!


NÃO NASCI PRA ESPERAR, MAS...


Perguntei para o meu marido e para o Clayton que chegou com o espetacular tempo de 38 alto...quantas meninas tinham chegado na minha frente. Clayton falou: " Umas 10.. todas da tua categoria"...Eu tava tão desnorteada ainda, tão cansada, tão esbaforida como nunca tive antes, que ouvir aquilo deveria soar pior do que soou pra mim. Os dois começaram a rir, dizendo que não deu para contar. Eu tinha que esperar mesmo o resultado. Ao esperar o manuel chegar, vi algo que me deixou passada...minha maior concorrente cruzando a linha de chegada aos 50 minutos alto. Não era possível, era miragem...Olhei fixamente pra ela...eu não acreditava no que eu tava vendo. Todo meu cansaço se foi quando vi o dela nitidamente em seu rosto. Ou eu tava muito bem, ou ela não estava em um dos seus melhores dias....


A listagem demorou a sair.
Enquanto isso eu tirava foto, foto, foto...e é claro que o maridão tinha que aparecer né???? Ainda arrasto esse homem pra esse mundo fantástico da corrida...palavra!
O Clayton estava impaciente e eu....nem se fala. Saiu a lista geral...não conseguia ver meu nome, subi e desci a lista umas 5 vezes e não em achava...Parei, respirei e novamente procurei. Eu estava lá em cima...em 6º lugar na geral...Páaaaaaaaaaaaaaaaaara tuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo....Na geral????? Como assim???? Kd a lista por categoria???/
Enquanto isso, batizava Manú num ritual longe daquesles feitos pelos Samurais...rs..Agora sim, oficialmente, Manú era um de nós...era um Matungo, pangarés e Amigos e o melhor de tudo, dali há algum tempo, quem sabe, também estaria gritando POWER RANGERS FORÇA ANIMAL!...kkkkkkkkkkkkkkk
Eu precisava saber...Eu queria ver!!!! Eu, o Clayton e Manú fomos até os organizadores que estavam com a listagem das categorias perguntar. Num embaça embaça só, Clayton conseguiu ver minha colocação...tãntãntãntã....


DAI À LUCY, O QUE É DE LUCY...


1a colocada na categoria 30-34. Dá licençaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.....Meu, eu era a 1a colocada? Já tinha até esquecido que também era a 6a na geral. Eu era a líder do circuito com 73 pontos, contra 40 da 2a colocada.
Agora pouco me importava se eu ficaria ali mais umas 4 horas esperando a premiação, importava que eu subiria no lugar mais alto do pódio...ah.. garotaaaaaaa!!!!!!
E assim foi.... uma premiação sem fim....até chegar a minha vez....Quando me chamaram, só subiu a minha concorrente, que nem em 2º lugar ficou e sim em 3º. Que sensação boa...só quem sente sabe. E o esforço foi recompensado. Não disse que tudo na vida era merecimento? Então, acho que merecí estar ali...Aliás, combinei direitinho com o 1º lugar...rs...




Assim que descemos do pódio as meninas do 2º, 4º e 5º de uma tal Corre Corinthians subiram ao pódio. Em que pese todaa minha aversão ao clube, achei desnecessário eklas começarem a gritar no pódio, bem como tirarem foto no 1º lugar que era meu. E na boa, só não subi lá e disse pra descer, porque dá licença...eu era líder do ranking...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....




Após a premiação do Clayton que ficou em 5º na geral numa disputa bem difícil, era só festa. Clayton ainda conseguiu uma bandeira do Santos e levantou a galera em meio a gritos...Nessa hora eu já tava lá fora, carregada de bexigas que eu peguei de uma barraca de academia... pra levar pro meu filhão....rs...





EU TÔ VOLTANDO PRA CASA....OUTRA VEZ......


Após deliciar um enorme prato de macarrão gelado com atum e alcaparras e maionese (ah, eu mereço tudo que não é light, pw....sou líder...rs...), fui até meu pai...e lá permanecemos falando sobre as peripécias de cada um... ele no Santista com 55 minutos alto e eu...ah...vocês já sabem....rs...

9 comentários:

Shigueo disse...

Puxa que legal!
Muito boa narrativa. Parabens pelo resultado.

Power ranger na cabeca! rs

Regis..."amocorrer" disse...

EU JÁ SABIA.....apostaria e ganharia sobre o que ocorreu, e aposto em vc na final em 1º lugar, é batata...parabéns

Xampa disse...

Parabens pelo resultado.
Que historia !!!
E a dorzinha de barriga antes da prova? Isso acabou ?!

Ligia Maria disse...

Parabéns!!! Fez tempasso e independente do que todo mundo fala sobre técnicas de treino, no final, o que conta é a garra, o sanguinuzóio e o "POWER RANGER FORÇA ANIMAL"! Acho que vou até adotar como mantra prás corridas!
Bjs.

runningirl disse...

WOW!!! que narrativa!!! ah, tive que ler palavra por palavra e depois voltei ao principio e li tudo de novo. Narrativa nota 10, atleta nota mil e tempo maravilhoso. Ja sou sua fãn. Menina! você arrasa heim???

Olha, pois é a gente treina treina e treina mais na hora H a força mental e garra é que nos leva a final.

Congratulations and keep running.

Sandra

joaquim adelino disse...

Bela prova e belo relato.
Parabéns pela excelente prova que fez e pela vitória no seu escalão.
A marca alcançada foi muito boa valorizada ainda mais pelas subidas e pelo vento que estava (como venceu o vento com ess fraca figura?)ou isso é uma vantagem? Não sei não.
Continue lutando, você tem muitas qualidades.
Um beijo do Pára.

Mark Velhote disse...

Dá Liçencaaaa! Show de bola esse post!
Parabéns !

Abraço

MANÚ disse...

O meu tempo pode ser o pior da equipe, mas você já percebeu como eu te dou sorte nas corridas? rs PARABÉNS!

...tuttA... disse...

Oi Lucy,
nossa que magnífico relato heim???
Ufaa..hehe
Parabéns pela excelente prova e pela liderança do ranking, vc mereçe.
Bjinhus e ótimos kms pra vc.

...tutta...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com