sexta-feira, 24 de abril de 2009

VOCÊ FOI O ESCOLHIDO...

Ai, ai, essa vida atribulada é complicada...Tô louca de tanto trabalho, de tanto correr, de tanto correr (atrás do meu filho)...de tanto, d etanto, de tanto...E como não bastasse o micro pifou.. mas cá estou aos trancos e barrancos, mas aqui, firme e forte.

Bom...o que importa é que o VOCÊ FOI O ESCOLHIDO voltou...excepcionalmente (isso tem ficado frequente..rs..) hoje sexta-feira....E nada melhor do que uma mulher para deixar o final de semana animado...Na verdade eu só tinha convidado homens até agora...Então pensei: Puxa, tenho que chamar alguém bem bacana para nos representar muito bem...e olha, acho que acertei em cheio viu... Essa convidada tem uma história bacana, é um exemplo de força de vontade e é claro, bom humor....duvido errarem que é??? Sim... é a Mayumi do blog " Running Kitigai" ...Então, prontos?

Como e por que você começou a correr?


Em 2004, foi diagnosticado um câncer no meu útero e tive que retirá-lo, junto com as trompas e ovários. Fiz 4 sessões de radioterapia. As pessoas que retiraram o útero também me diziam que eu iria engordar por causa disso. Mas, procurei uma nutricionista que me prescreveu uma dieta e com isso, consegui emagrecer 10 kg. Eu sempre fiz ginástica e andava na esteira da academia. Com os quilos a menos, comecei a trotar, e depois a correr. Quando vi pela televisão um anúncio de corrida contra o cancer de mama, fiz a inscrição.



E a idéia do blog, como surgiu?


Eu tenho uma amiga, a Jackelyne Gense, que escrevia o blog dela. Sempre escrevia mensagens a ela e de vez em quando, enviava e-mails. Um dia, ela perguntou por que eu não escrevia um blog também, pois ela morria de rir dos meus e-mails. Mas fiquei pensando quem iria ler as minhas abobrinhas. Resolvi, então, começar a escrever, sorrateiramente, sem avisar ninguém, como se fosse um diário meu. Só que, um dia, eu postei uma mensagem no blog da Jacke, e o endereço do meu blog foi junto (sou uma anta!). Depois disso, começaram a descobrir o meu blog. O primeiro a postar lá, depois da Jacke, foi o Jorge Maratonista! Rsrsrs.


Mulher que é mulher é vaidosa até correndo. Você é daquelas que usa tudo combinandinho.. rs... short com boné, com top, com meia, com tênis...rs...?


Até certo ponto, gosto de combinar, sim. Mas o que vale mesmo é o conforto da roupa, pois ninguém merece ficar segurando as calças que teimam em cair e nem ficar ajeitando o top que não para no lugar, né?






Nos últimos anos houve um enorme crescimento de mulheres nas corridas. Além de treinarem, elas estão cada vez mais presentes nas provas de rua, o que fez com que surgissem várias provas específicas para elas. A que você atribui esse crescimento: mais ao culto ao corpo ou à filosofia de vida saudável?


Acho que às duas coisas. Eu, por exemplo, corro para manter o condicionamento físico e manter o peso. E por falar em vida saudável, meu exame de sangue também ficou uma maravilha!



Você fez uma cirurgia nas vistas e ficará um tempo sem correr. Está preparada pra isso? A dose de humor também vai se enquadrar para esta situação?


Rsrs. A dose de humor não me acompanha, ela está grudada em mim. Concordo que há situações que nos tiram do sério, mas nas condições em que me encontro agora, o mais importante para mim é a recuperação da visão do meu olho direito. Quanto aos treinos e corridas, graças a Deus, o meu corpo ainda tem chances de voltar a correr, acredito nisto. Tenho certeza de que neste terceiro recomeço (depois do descolamento de retina em 2005, quando passei por 2 cirurgias seguidas, parei por causa de uma operação de catarata e depois, por uma de desvio de septo. Agora, parei por causa da cirurgia na membrana que recobre a retina), vou enfrentar tudo de novo: a perna pesada, o fôlego perdido, treinos de principiante, etc. Mas, há kitigai para tudo, né? Kitigai que se preze, não pode desistir no meio do caminho. Estou fazendo um pit stop! Depois, vou sair cantando o pneu! Rsrsrs.


Ainda falando do blog, recentemente você postou sobre a gripe, algo bem sucetível em corredores, devido ao esforço e consequentemente à baixa imunidade. Você costuma respeitar o corpo quando ele pede aquela paradinha básica?


Pois é, este é um dos problemas! É só quando o corpo grita, como agora, é que a gente consegue ouvir! É melhor a gente parar antes, viu?



Agora, utilizando de toda sinceridade que nos é peculiar (desculpe “homarada”, mas sim, somos mais sinceras que vocês), você está participando de uma prova. Avistou a placa do km 9... Falta 1 km. Ao seu lado um homem disputando mano a mano cada passada com você. Para ele pouco importa se você é homem ou mulher, o que importa é vencer. Neste caso, você se empolga, dá tudo de si e um pouco mais para conseguir cruzar a linha antes dele, ou deixa o coitado correr sozinho e chegar na sua frente?

O engraçado é que uma vez, eu ultrapassei um rapaz, sem querer, nestas condições. Como foi sem querer, eu nem o tinha visto. Sei que depois, o cara passou por mim voando e me encarando. No começo, não entendi, mas depois, analisando a situação, fiquei até sem jeito porque não tinha sido minha intenção fazer isto. Eu reduzi mais ainda a minha velocidade (que já é de tartaruga) e deixei o cara ir, mas acho que ele não estava bem, não! Para eu tê-lo ultrapassado... sempre é o contrário que acontece! Rsrsrs. Uma outra vez, fiquei brincando de ioio com um senhor que corria bufando lá em Guaratinguetá. Acho que eu contei isto no meu blog. O senhor me ultrapassava no plano e eu o ultrapassava nas subidas. Ficamos assim até o final. Porém, depois da ultima subidinha, ele não conseguiu mais me ultrapassar e veio bufando atrás de mim até a chegada! Kkkkk. Que situação mais inusitada: dois meio-pangas disputando mano a mano cada passo! Rsrsrs.



Por falar nessa coisa de competitividade entre homens e mulheres, você acha que os homens aceitam verdadeiramente perder para uma mulher? Acha que levam isso numa boa?


Dependendo do homem, acho que sim. Depende também de para quem ele vai perder, né? Se ele perder para a patroa que começou a correr há pouco tempo e ele corre já há bastante tempo, acho que ele não vai gostar muito, não!



Já sofreu alguma lesão? Como foi o tratamento?


Nunca sofri uma lesão séria nas pernas. Uma vez, tive princípio de fascite plantar, mas algumas sessões de fisioterapia resolveram o problema.


Essa é triste... mas... pé de corredor geralmente é um horror...como é o seu....ainda faz parte de um seleto grupo que não tem bolhas, calos, tem todas as unhas dos pés...rs...?


Só uma vez, fiquei com as unhas dos dedões pretas. Sabe o que eu fiz? Rsrsrs. Depois deste acontecimento, só corro com tênis de numeração maior. Nunca mais tive este problema, nem na maratona. Os meus pés estão intactos ainda. Eu passo gel anti-bolhas, uso meias sem costura, tênis confortável e amaciado em caminhadas, testado nos treinos, estas coisas básicas. E depois, faço hidratação com creme, passo gel depois do banho, estas coisas de mulher. Rsrsrs.

Gente, a Mayumi tinha me mandado uma foto dos pés dela...rs...mas eu não consegui abrir.. Como essa não poderia passar batido, acho que os pés da mayumi merecem um post só pra eles não acham? Portanto...assim que ela me enviar novamente, os pézinhos dela, estarão aqui ...rs....DESCULPE aí, Mayumiiiiiiiii, mas acho que seus pézinhos merecem sim 15 minutos de fama! rs....

Já pagou algum mico durante uma corrida? Já presenciou algum?

Olha, acho que já paguei alguns micos, sim! Rsrs. Já contei esta também mas, para quem não sabe ainda... uma vez, eu me perdi num treino, lá em Gramado. Fui pedir informação num posto de gasolina para saber onde ficava o hotel onde eu estava hospedada, mas tinha me esquecido do nome dele. Só lembrava que era nome de flor. Daí, eles indicaram o Hotel Hortência que é quase no centro da cidade. Fui correndo, correndo, mas quando cheguei lá, vi que não era o que eu procurava. Eu perguntei, então, para o recepcionista se tinha mais um hotel com nome de flor, ao que ele me respondeu que tinha o “Azaléia”. Ele ficava há uns 10 minutos de carro de lá. Peguei um táxi e quando cheguei, os meus 17 amigos e a minha mãe estavam na porta do hotel vendo a “sem noção de direção” chegar de táxi do treino matinal!
Se já presenciei um mico? Olha, não sei se é mico, mas quando eu estava recuperando o fôlego depois de uma destas paradas bruscas para cuidar da saúde, logo na primeira prova, numa subidinha, quando eu respirei fundo, um rapaz na minha frente, solta um gás com cheiro de enxofre! Eu olhei para a menina do lado e saímos cada uma para um lado, com um sorriso amarelo nos lábios, deixando um espaço vazio atrás do cara!


O que mais te irrita durante uma prova???
Poucas coisas me irritam durante uma prova, mas se você me perguntar do que eu não gosto em uma prova, eu diria que são as provas muito cheias. Daí, o pessoal me pergunta: “E a Maratona de NY? E a São Silvestre? Bem, a NY é a NY. Apesar de ter 37.000 participantes, eles organizam a largada de tal forma que parece uma prova com apenas 4.000 pessoas. A São Silvestre... esta não tem jeito, é tumultuada mesmo. Se não fosse pelos amigos, acho que não participaria, não!



Você acha que a corrida mudou a sua vida? Em que se sentido?


Ah, sim, passei a manter o meu peso e o meu condicionamento, a me sentir mais disposta, gostei da experiência!


Recentemente postei em meu blog sobre a corrida de Comrades...89K onde a maioria dos participantes chega em estado lastimável. Você curte essa coisa de romper os limites do corpo, sofrer durante a prova, chegar em estado lastimável?


Se você me perguntar se eu acho bonito ver as pessoas chegarem naquele estado, eu diria que não. Mas acho que não podemos julgar o que isto significa para as pessoas que estão participando desta prova. Quem um dia sonha em correr esta prova, deve ter muita determinação e treinar adequadamente. E acho que todos nós temos sonhos e ideais diferentes. Se o dos participantes do Comrades é o de concluir esta prova, mesmo que eles a completem com muito sacrifício físico, o sabor da conclusão deve ser ímpar! E isto, somente estas pessoas poderão sentir. Não podemos dizer que o sonho das outras pessoas é um absurdo. Cada kitigai com sua mania! Se eu curto chegar em estado lastimável? Não, de jeito nenhum. Mas se eu curto romper os limites... acho que sim, mas desde que seja com responsabilidade. Para mim, estas duas coisas são diferentes.



Tem algum ritual pré prova? Qual?


Acho que não. Faço meu aquecimento básico, um trotinho, converso com os amigos que encontro, pago micos, vou ao banheiro quando dá. Quando não dá, corro “pesada” mesmo, rsrsrs.



Muitas vezes fazemos coisas que não aconselhamos os outros a fazerem. Muitos correm lesionados, alguns sem fazer qualquer tipo de exame médico. Você alguma vez já fez alguma coisa que não aconselharia nenhum corredor a fazer? O que?


Correr gripada! Levei uma bronca da nutricionista. Uma vez, fui correr gripada em uma hípica! A areia ficou como uma fumaça de tanto que levantou e o meu “dariz ficou dodo endubido”, não conseguia respirar! No final da prova, ele parecia mais uma milanesa de “dariz” que outra coisa. Fiquei assoando-o por uma semana e sempre saía areia dele! Rsrsrs.


Uma prova que você sonha em correr e uma que você nunca mais quer participar de novo (nesta última, caso exista, justifique).


Olha, para falar a verdade, eu acabei correndo uma prova que nem sonhava um dia correr: a Maratona de NY. Mas depois desta dose, a gente sonha em um dia correr de novo! Rsrsrs. Quem sabe, um dia eu volte lá. Uma prova que eu não correria de novo? Acho que nunca podemos dizer “nunca mais”. Portanto, esta fica sem resposta!



O que você acha dos homens que tomam VIAGRA visando um melhor rendimento na corrida??


Tomar VIAGRA? Não sabia que existiam homens assim! Mas deve ser difícil correr com o p... duro, não é? Kakakakaka.


Um conselho para aqueles que querem começar a correr...

Façam seus exames médicos e treinem de preferência com orientação adequada.

Bom, espero que tenham gostado da entrevista e continuem aqui acompanhando quem será o próximo blogueiro a estar nesse especinho que eu A D O R O que é o VOCÊ FOI O ESCOLHIDO!.. Vlw pessoas...


Ps.: Domingo é dia...é dia ...é dia de Circuito das Praias...2a etapa...estarei litando pela liderança do ranking na minha categoria....mas, adianto a vocês que farei algo totalmente contra tudo que eu falo aqui no blog... por favor não me crucifiquem...mas...Na segunda eu conto...rs...Ah, vai...não atirem Tênis em minha pessoa... o que seria de Caminho das ìndias se Bahuan ficasse com Maya agora????rs....

7 comentários:

Jorge disse...

Essa é nossa amiga Mayumi, grande mulher e exemplo para muitas pessoas, sou fanzasso dela. Mesmo com todos os problemas que ela passou ela não perde a esportividades...hehehe...
Ela merece muito e mais, obrigado Mayumi por falar no meu nome aqui, eu também comecei a blogar por causa da Yara e da Jackeline e no começo eu ia em busca de vários amigo(a)s corredores e eu tive o prazer de ser a 2ª pessoa em escrever no seu blog, só espero que esses 6 meses passa o mais rápido possível e vc venha a correr conosco...

Luciane, quando eu encontrei com a Mayumi na prova do Bar do Mané em Guaratinguetá - SP eu fui em direção a ela e ela me disse assim nossa Jorge vc saltou da tela do computador...hehehe...Agora Luciane só falta vc...hehehe...

Boa prova no circuito das praias para vc.

Bom final de semana.

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com

joaquim adelino disse...

Olá amiga Luciane.
Parabéns pela entrevista (já tardava), a Mayumi esteve muito bem e assim ficamos a conhecer melhor os amigos.
Desejo para ela rápidas melhoras e que volte depressa.
Abraço.

Mayumi disse...

Oi, Luciane:
Tudo bem? Obrigada pelo espaço cedido no seu blog! Agradeço por ter sido escolhida. E foi uma honra ser a primeira mulher a ser entrevistada! Não sabia deste detalhe!
Quanto à foto do pé, menina... o que você apronta! Rsrs. Vou procurar de novo e depois envio, ok? Nossa, que responsa! Rsrs. Até mais! Bjs.

Mayumi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Giba ( Junior ) disse...

Oi Lucy...
Fiz um link de seu blog no http://correndopelacidade.blogspot.com/ se puder colocar meu blog em suas listas agradeço, assim podemos formar uma grande comunidade de Blogueiros corredores.
Sds
Giba

PS. parabéns pelo Blog

...tuttA... disse...

É Luci, como sempre uma bela entrevista.
Parabéns a vc por publicá-la e a Mayume por ser tão sincerta e objtiva nas respostas.


...tutta...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com

Julio Cordeiro disse...

Luciane,
Mais uma excelente escolha.Tive o prazer de conhecer a Mayumi pessoalmente.É simpatissíssima e de um humor invejável.
Parabéns as duas!!!!
Abraços Pernambucanos,
Júlio
www.juliocordeiro.zip.net