segunda-feira, 26 de novembro de 2007



EU NÃO SABIA DISSO E VOCÊ?

Gente, gente, essa eu não sabia mesmo. Ontem (domingo) estava lendo o Jornal "A TRIBUNA" na parte de esportes e li uma matéria dos 8km AT que falava sobre a queda do desempenho na corrida quando temos um problema bucal. Aí, achei interessante trazer e transcrever aqui pra todo mundo...Segue abaixo o texto....

A máxima ‘‘A saúde começa pela boca’’ é mais do que acertada quando se fala em desempenho esportivo. Não pela boa e completa alimentação, como muitos pensam, mas pela prevenção bucal. Atletas podem ter comprometidos os seus rendimentos, paralisados os seus treinos, em função de uma simples cárie.O problema pode afetar e/ou potencializar infecções e inflamações que o esportista já tenha em outras partes do corpo. Ronaldo, eleito o melhor jogador do mundo, quase foi dispensado do São Cristóvão, time que defendia aos 15 anos de idade, pelo baixo desempenho esportivo.O motivo? Apresentava dois dentes com canais infectados, o que pode causar menor rendimento físico, lesões musculares e/ou retardo na recuperação do atleta. Também tinha uma grave falha ortodôntica, ocasionando dor, desconforto, má postura e desequilíbrio muscular em várias partes do corpo.Com a 3ª AT Revista Guarujá 8K próxima de sua realização e as atletas intensificando os treinamentos, os dentistas da Sarkissian Odontologia dão dicas importantes para as corredoras evitarem ficar de fora por algum problema bucal.‘‘A prevenção ainda é a melhor indicação’’, ressaltou o cirurgião buco maxilo facial, Carlos Eduardo Sarkissian. ‘‘É fundamental visitar o dentista regularmente para uma simples limpeza de tártaro, verificação da existência de cáries e lesões infecciosas nos dentes por atrito ou impacto’’, frisou.A especialista em odontologia esportiva, Bruna Nunes, explicou que um canal aberto ou uma inflamação na gengiva, espalha-se por meio da circulação sanguínea, provocando risco para o coração e articulações. ‘‘Uma simples dor de dente pode atrapalhar o desempenho na prova e até mesmo durante a fase de preparação. Qualquer tipo de dor aumenta a tensão e o estresse no dia-a-dia, fazendo com que caia a qualidade de sono e de vida’’, acrescentou Bruna Nunes.PROTEÇÃOSegundo Carlos Sarkissian, também como parte da prevenção, a odontologia esportiva tem como destaque o uso de placas de proteção bucal, em esportes onde exista qualquer tipo de trauma e choque por contato físico, que podem causar fratura da coroa, da raiz, do osso que segura o dente ou até mesmo dos ossos da face.Outro ponto destacado é a falha ortodôntica, que pode fazer o atleta respirar pela boca. ‘‘O respirador bucal apresenta má oclusão, que pode e deve ser corrigida’’, explicou a odontopediatra e ortodontista, Patrícia Sarkissian.Perigos para o atletaMá oclusão — Gera problemas de mastigação, podendo prejudicar a absorção de nutrientes, assim como pode provocar desequilíbrios musculares e problemas na articulação temporomandibular.Dor e desconforto — São suficientes para prejudicar o desempenho e a concentração. Uma simples dor de dente pode fazer a diferença em uma prova decisiva e/ou nos treinos.Foco infeccioso na boca — Gera o comprometimento da saúde dos dentes e/ou do periodonto (gengiva e tecidos de sustentação), espalhando-se pela corrente sanguínea a outros órgãos do corpo, o que pode provocar risco ao coração, lesões nas articulações e dificuldade de recuperação em lesões musculares.Respiração bucal — O atleta pode ter um rendimento físico 21% menor, se comparado com um que respira pelo nariz.
Bom, espero que curtam a dica....

3 comentários:

Jackelyne disse...

Oi LU!
Conheci seu blog através dos comentários que vc deixou no blog da nossa amiga Yara!
Sucesso hein.. adorei..
Ganhou mais uma visitante!!!
Vou incluir seu link no meu blog, ok?

Ah? vc vai na tribuna feminina? EU VOU!!!

bjs

Wladimir Azevedo disse...

Oi Luciane,

Valeu pela dica... Muito boa !!

Impressionante como as vezes temos alguns sintomas e nem passa pela nossa cabeça que pode ser um problema de dente :o/

Abs e boa semana,
Wladimi (vou e volto correndo)

José Capela disse...

Bom dia,

Soube através da Jackelyne a existencia deste novo blog.

É sempre com grande satisfação que visito blogs de 'companheiros de estrada' pois a experiências descritas por todos os que amam a corrida,são muito úteis para cada um de nós e talvez motivem mais gente a correr e terem uma vida muito mais saudável!

Eu sou o José, de Portugal e também tenho um blog:
www.pernasparaquetequero.blogspot.com

Viva a corrida

Beijokas

José Capela