sábado, 7 de fevereiro de 2009

QUEIMANDO O CUCURUTU...


Correr no sol pra mim, nunca foi uma das tarefas mais difíceis, muito pelo contrário, sempre disse aqui, que em véspera de provas, rezo para que o sol brilhe o mais forte possível, assim tenho a certeza de que meu tempo será bem melhor do que os de minhas adversárias. Todavia, hoje, após sair para treinar com o objetivo de um treino longo, senti que o meu amigão do peito não estava ali para me ajudar como de costume, mas sim, para judiar mesmo. O treino programado de 20km, passou a ser somente de 15km e o desgaste como se eu tivesse corrido pelo menos uma maratona. Como de costume, antes de sair de casa, como minha banana, meu iogurte e 2 copos de água.. sim...tudo em cima do outro. Dessa forma, começou hidratada e não sinto a boca seca durante o percurso. Entretanto hoje, fui obrigada a parar no lava pés da praia e ingerir mais uns 500ml de água. Relamente tava complicado demais. E o pior é que as pessoas que vinham correndo em minha direção vinham com uma aparência horrível...acabados, pingando rios e mais rios de água. Fiquei assustada por três motivos: a) as pessoas estavam horríveis e isso significava que eu também estava nas mesmas condições.. portanto.. horrível...b) será mesmo que aquele esporte apaixonante, pelo menos hoje, fez bem à saúde? c) como vou conseguir terminar os 25km interpraias, se não consigo correr os 15km que eu estava prevendo correr?Pronto. Esses questionamentos já me deram a idéia de postar sobre a corrida debaixo de sol.

Uma coisa que eu sempre vejo são pessoas depois que terminam uma prova num dia de sol comentarem: "Caracas, que calor, eu tava passando mal". Sim.. estava e não parou. Nos 10km da Tribuna, prova realizada aqui em Santos no mês de maio, em 2008, o que seviu foi uma cena digna de filme de horror. Pessoas sendo socorridas no meio do caminho, caídas na grama pouco antes de cruzarem a linha de chegada, sendo carregadas por outros atletas. O motivo? Simples...Nunca correm no sol, treinam no final da tarde,depois do serviço, e no dia da prova, com largada ás 10:00hs (onde o sol tá queimando o cucurutu) acham de aumentar o ritmo e dá nisso...

O problema é que mesmo em relação a pessoas como eu, que simplesmente amam correr debaixo de sol, é muito bom ficar esperto, já que a maioria das pessoas acha que o máximo que pode acontecer é uma desidratação. Ok...todavia, porém, entretanto, a desidratação podem levar á morte, já que nem todo mundo armazena água da mesma maneira. Há quem consiga ficar bem dois ou três dias sem beber água. Eu bebo bastante líquido, mas confesso que por correr diariamente no sol, deveria beber bem mais. Eu com certeza estou no grupo de pessoas que ficam 24 horas sem beber algum líquido e nada acontece. Mas há pessoas que se fizerem esse tipo de coisa, sofrem perda de pressão, entram em choque circulatório e podem ter um AVC (acidente vascular cerebral), um infarto e morrer. "Se não tiver água suficiente, não vai haver sangue circulando de forma eficiente pelo cérebro e pelo restante do corpo" explica Fantuch, médico renomado.
Pesquisando sobre o assunto, achei no site da copacabana runners que fala sobre o pré resfriamento do corpo.

25km Interpraias 2006 - 40ºC...totalmente pela areia..e um rosto que entregava o sofrimento no km 19

Durante a corrida no calor, maior quantidade de sangue é enviada à pele para resfriamento, de modo que haverá menos sangue circulando pelos músculos trabalhando. Isso significa que seu coração deverá bater mais rápido do que o normal para você correr no mesmo ritmo. O pré-resfriamento simplesmente reduzirá um pouco a sua temperatura corporal antes da corrida, e isso pode ser feito de várias formas.

A pergunta é: Como fazer esse tal resfriamento do corpo? Copacabana runners explica, ora bolas...

A forma mais segura e conveniente de resfriar-se antes de uma competição no calor é vestir uma roupa gelada (ice vest). Este tipo de vestimenta é eficiente em baixar a temperatura da pele, mas não tem um efeito tão grande quanta a imersão em água gelada. Porém, quem gostaria de ficar tremendo de frio numa banheira com água fria?De acordo com Dr. Gordon Sleivert, da Human Performance Center na Universidade de Otago na Nova Zelândia, a redução da temperatura da pele ao vestir uma roupa gelada é provavelmente suficiente para melhorar a performance ao permitir que mais sangue seja bombeado aos músculos. Dr.Sleivert recomenda o seguinte protocolo para usar a "ice vest" antes de uma competição no calor: "o corredor deve vestir a ice vest em torno de uma hora antes da competição, e usá-la pela duração de seu aquecimento. Isso reduzirá a transpiração durante o aquecimento e preservará fluidos corporais preciosos para a corrida. Alguns dos atletas com os quais trabalhei ficaram um pouco desconfortáveis durante os primeiros minutos do aquecimento, mas sentiram-se melhores assim que prosseguiram".Para maior efeito, tire a "ice vest" o mais próximo possível da largada da competição. Adicionalmente, uma vez que o calor que seus músculos geram contribui para carga de calor no seu corpo, você deve diminuir o aquecimento em um dia quente. Você pode de fato ter mais chance de sofrer danos pelo calor durante uma competição de 10 km do que durante a maratona por causa da maior taxa de calor produzida pelos músculos durante um ritmo de competição mais forte.Eu não sei não...essa história de resfriamento....Na boa...não tenho as manhas não de fazer isso. Sei lá..você colcoa essa ice vest...tira na hora da largada...seu corpo tá gelado...vc começa a correr, começa a suor, sua temperatura aumenta...acho mais fácil eu me resfriar do que correr os 10km mais rápido...De toda forma, fica aí um alerta para às pessoas....se hidratem...toda revista que a gente pega de corrida, de boa forma, todo blog que agente segue, tem pelo menos uma matéria falando de hidratação.. e isso não é à toa...é necessário.. o corpo necessita de água assim como o carro de gasolina...a água é nosso combustível...

Bom, a teoria é boa, os conselhos também..agora quanto ao meu questionamento de como conseguirei correr 25km se só consegui correr 15km...ah.. isso sim é um problemão...

4 comentários:

...tuttA... disse...

Belíssima matéria amiga.
A hidratação concerteza é uma das coisas mais importantes para quem pratica uma atividade física continua, e para aqueles que não a praticam também.
É como você disse:
O carro precisa de combustível para funcionar, conseqüentemente o nosso corpo também.

Tenha um ótimo final de semana.


...tuttA...
ubiratã-Pr
www.correndocorridas.blogspot.com

Bruno Thomaz disse...

Por isso que eu gosto de correr na chuva e não no sol hahahaha

Lucy amiga querida... tem um selo pra ti no meu blog. Aquele treko de indicar os blogs mais legais sabe? Mas não é o prêmio dardos, é outro...

Dá uma passadela lah e veja!

Ah, linda foto do João Vitor hein? Ele tá sujo de quê, carvão?? Ou tá disfarçado de mecânico?

Beijaooooooo

Paulinho Stone disse...

Lucy, hoje acho que tive a mesma sensação que tu, fiz 20km em um sol muito forte, e acredito que quando cheguei, também estava em estado lamentável!
heheheh

Abração!!!

Paulinho Stone
www.paulinhostone.blogspot.com

André Cruz - Xampa disse...

É, preciso incluir os treinos no sol. Realmente, eu não sou ninguem qdo esquenta.