quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

VOCÊ TEM UMA EQUIPE? EU TENHO...


Dizem por aí que a corrida é um dos esportes mais solitários que existem. A independência é um dos principais atrativos deste esporte. Você pode correr em qualquer lugar, na hora que preferir e não precisa de um time. Será mesmo? Acho a corrida tão interessante. Eu corro 6 vezes por semana. Geralmente encontro sempre as mesmas pessoas correndo. Muitas vezes nos cumprimnetamos, outras, batemos na palma da mão do outro ainda em movimento...coisas que tornam a corrida algo inexplicável.
Tem gente que prefere correr sozinho...eu sou uma dessas pessoas. Eu e eu mesma.. na verdade eu e meu MP4... somos companheiros. Durante todo o percurso converso comigo mesma, entro em alfa às vezes.
Mas há quem goste de praticar esportes em turma e encontre nos colegas mais motivação. Nenhum problema nisso, desde que cada um treine do jeito e no ritmo que melhor se adeqüei à sua forma física e condicionamento.
Mas e quanto a formar uma equipe??? A D O R O !!!!! A sociabilização, a troca de experiências e o contato com pessoas de estilo de vida e objetivo semelhante aos seus causa uma empatia a mais. Pra mim é sempre uma festa quando eu e a equipe que participo (Matungos, pangarés e Amigos) nos encontramos nas prorvas. É um bate-papo animado, é um grito de algum companheiro que já chegou e vê você chegando um pouquinho cansado... “Vai..tá chegando...!”
O engraçado é que muitas vezes nem sabemos que vem lá, mas pela camisa, nem interessa, interessa mesmo é dar força para o membro do grupo. Não basta marcar o seu tempo, temos que marcar o dos outros e sabemos de cor quem conseguiu rodar masi rpaoido ou mais devagar......além das fotos e mais fotos. Sempre combinamos de nos reunir no final das provas para batermos aquela foto...todo mundo acabado, mas feliz por mais uma vez estarmos ali..todos juntos... essas coisas realmente não tem preço.



Dia 15 de fevereiro começa o Circutio das Praias. Já mandei e-mail pro Marildo (do blog 4 corredores e também fundador da equipe)...estamos nos agilizando, convocando o pessoal. Agora estamos mais empolgados ainda, pois o Marildo conseguiu uma tenda para ficarmos depois das provas, cedida pela Decathon, nossas camisas novinhas em folhas estão prontas...e com isso, nosso pique totalmente renovado...

Como eu disse, não gosto de treinar em grupo, mas gosto de participar de uma equipe. São coisas diferentes.
O maior perigo dos treinos em grupo, entretanto, é a competição inadequada. Cada indivíduo tem suas particularidades e não deve se espelhar no rendimento do outro, no meu caso principalmente, já que na equipe só há 2 ou 3 mulheres...o restante são homens, que cabe dizer, não correm...voam...rs...É claro que muitas vezes até ajuda treinar ou competir ao lado de alguém com um ritmo maior do que o seu, mas não é sempre que dá e nem é sempre que devemos fazer isso...devemos respeitar nosso limite. A sorte grande, portanto, é achar companheiros com características físicas, nível e metas similares às suas.Além disso, há competições em que as equipes pontuam...quanto mais atletas, maiores são as chances. Isso também faz da corrida um atrativo. E quando vemos alguém de nossa turma subindo no pódio? Quando isso acontece, tenho a sensação de que eu estou lá...é uma euforia, uma alegria tão grande...cm direito até a assobio de guardador de carros...(aqueles bem estridentes mesmo..rs...)Mas, como eu disse, isso depende de cada um. Por outro lado, o time que prefere fazer da corrida um momento de reflexão, que não gosta e não quer participar de nenhuma equipe tem muita criatividade. Há quem pratique inglês, com aulas em áudio. Outros fazem uma seleção especial e passam o treino ouvindo música. O esporte serve até como um momento para fazer orações (não é raro encontrar atletas com um terço na mão). O importante mesmo é correr, seja sozinho, seja em grupo, seja em equipe, desde que nada disso atrapalhe sua concentração, vá em frente.

8 comentários:

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Querida Lucy, além de mãe, advogada, corredora, jornalista e escritora, nossa quantos dons vcs tem hein amiga...rsss...
Bom o relato hein, parabénes eu também tenho também tenho uma Equipe corro pela ACORUJA daqui do Rio de Janeiro e posso te falar que é muito bom conhecer novos amigo(a)s o horizonte se abre mesmo, é amiga como muita pessoas dizem por ai é a tal da globalização, desejo boa sorte para vc e sua equipe na corrida do dia 15 fevereiro.
Olha vc tá sumida do meu blog, veja lá,subi no pódio neste final de semana e nem to acreditando fomos o 3º na geral por equipes no revezamento.
Boa semana e bons treinos.

JORGE CERQUEIRA

Stéphanie Perrone disse...

concordo plenamente contigo. também não gosto muito de treinar em grupo, mas participar de uma equipe é muitoooo bom. Eu participo de uma, a Sulgiro, quem criou e organiza tudo é o meu treinador que também compete as vezes.

bjs
Stéphanie

Stéphanie Perrone disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulinho Stone disse...

Olá Lucy, muito legal seu blog!!!

Quanto a correr em grupo ou sozinho, vai de cada um, mas eu gosto de ás vezes ter pelo menos um "sombra" pra um ajudar ao outro quando alguém começa a cansar!
hehehe

Já adicionei seu blog em meus favoritos!!!


Até Mais!!!

Paulinho Stone
www.paulinhostone.blogspot.com

Grazzi! disse...

Oi Lucy!
Tb perfiro correr/ treinar individualmente, respeitando as minhas limitações, mas sempre buscando melhorar...eu e meu IPod somos gdes comanheiros...rs...
Mas acho super bacana a corrida em grupo pelos mesmo fatores q vc expos...
Agora treino por uma equipe de corrida e é bem bacana ver o pessoal q vc conhece nas corridas...
Até+

Cláudia disse...

Oi Lucy! Fazer parte de uma equipe é muito bom... Expandimos os nossos laços de amizades e fazemos uma grande troca de experiências... Eu adoro tanto equipes que faço parte de duas... rsrsrs. A Up Sports assessoria a qual treino e a Araribóia Runners, um grupo de amigos corredores que estão juntos independentes de onde treinam... Nos procuramos em todas as corridas, fazemos treinos e sempre queremos tirar uma foto juntos!!! Isso é muito bacana!!! Vc realmente fez um excelente relato.

Abraços

...tuttA... disse...

Excelente relato não, MAGNÍFICO relato.
Parabéns Luciane.
Olha, eu treino sozinho por falta de um companheiro que em acompanhe, também não faço parte de nenhuma equipe, já que aqui em Ubiratã, onde moro, todos, ou quase todos são "mortos", ninguém gosta de correr com exceção de um ou outro, e ainda muito lento.
Dá pra correr, ou melhor, andar, acompanhando els correrem...
Mas valeu pelo relato...
Muitíssimo interessante.

...tuttA...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com

Mayumi disse...

Oi, Luciane:
Não sabia que vc era da equipe do Marildo! Por falar nele, ele está sumido! Diga que é para entrar em contato com os paulistanos! Rs. Bjs.