sábado, 1 de janeiro de 2011

POLÊMICA Á VISTA...




Que tal começarmos o ano polemizando???? Só quem já correu uma São Silvestre sabe o que é. Só quem viu aquele mar de gente unido pela mesma paixão sabe o que é. Só quem olhou a Avenida Brigadeiro de perto e conseguiu chegar até o fim dela com um sorrisão no rosto sabe o que é. Lá não é preciso marcar tempo, nem tão pouco fazer bonito. Tem só que participar, sentir a energia inigualável e imaginar que certamente no próximo ano estaremos lá novamente não importanto se tá calor, se tá frio. E tem um detalhe: guardar a camisa mesmo que sendo daquele tecidinho horrível que a gente detesta...é uma relíquia, é uma prova de orgulho e de provar pra todo mundo de boca cheia que sim, a gente já percorreu os 15km da São Silvestre...


Pois bem. Este ano, ao contrário do ano passado não participei. Preferí economizar o dineheiro da inscrição para a festa do meu filho. Mas já fiquei sabendo das mudanças...E que mudanças...


Vai, todo mundo tem que concordar...Qual a recompensa pelo nosso esforço? O que nos impulsiona no meio da prova a cruzar a linha de chegada? A nossa medalhinha. É a recompensa por todo nosso suor derramado, pelas dificuldades e por toda a superação, correto? Pra mim e para a grande maioria é correto, mas para o Diretor Geral da prova, Júlio Deodoro, o bacana é que a medalha venha dentro do kit.


Ah tá bom...Que legal. Você abre o kit e tanã...lá está uma recompensa antecipada. Faça o meu favor...Que estímulo a gente tem pra correr dessa forma? Um gatorade no final da prova???? Um certificado digital...Na opinião do bonitinho quem não completou a prova não ganha o certificado e quem não se inscreveu não tem medalha...kkkkkkkkk.. Só rindo mesmo..Se voc~e não correr, mas se inscrever, poderá exibir a mesmíssima medalha daquele que suou a camisa nos 15km...Quem não completou a prova também ganhará a mesma medalha...E dane-se o certificado digital.. quem se importa com isso???? Eu quero mais que se lasque o tal do certificado digital.


Chip descartável...vocês acham que apenas duas provas em que eles testaram a eficácia do tal chip é o suficiente? Na prova mais esperada do ano, é via´vel utilizar algo tão novo??? Caramba, a gente vê tantos problemas com marcação de chip... Na boa, torno a dizer, cada vez mais, os orgaizadores estão visando o prático pra eles, não pra gente. Dá trabalho ficar esperando o último atleta, recolher chip, entregar medalha, mas e daí? A gente paga muito bem, aliás, muito além do que se merece para ter todos esses serviços prestados de maneira excelente. Mas o que vemos é cada vezs mais falta de consideração e respeito com´a gente....


Em muitas provas, não se premia categorias. Em outras, premia-se, mas no entanto, enviam o troféu pelo correio, para que possam todos ir embora rapidamente tão logo a elite seja premiada. Sim, a elite que tem patrocínio, que nem paga pra se inscrever. Agora essa, chip descartável, medalha antecipada. Um verdadeiro absurdo.


Querem tirar da gente o orgulho de cruzar a linha de chegada e pendurar no pescoço a medalha finisher, abrir o sorrisão cansado pra foto exibindo o bolachão. Agora temos que levá-la de casa, pra na hora da foto, abrirmos a sacola e retiramos algo já conhecido antes mesmo de termos ganhado...


O problema todo é a logística? É a dificuldade na dispersão dos mais de 20.000 corredores pela Avenida Paulista ainda mais em dia de Reveillon? Ok..Que tal colocar os stands de distribuição de medalhas mais para frente? Tudo bem... eu não importaria de ter que andar mais umas quadrinhas para receber a minha medalha...Assim, a Paulista ficaria um pouco mais livre para começar o raio da festa de Reveillon...e a gente podia ganhar de forma digna a nossa medalha.


Já ouvi dizer que o percurso poderá mudar...talvez ir para o Ibirapuera...Ã??????Sim, e naquela parte onde o narrador da Globo insiste em dizer: "Agora sim, é a brigadeiro, a mais dura das subidas. Agora sim, é que os corredores mostram pra que vieram..."...Será substituído pelo o que mesmo???? Ah, já sei..."È agora, é agora, a árvore mais difícil de todas, a sombra mais cumprida de todas, será que o brasileiro vai ter perna para ultrapassar as duas últimas árvores???"...Eu não aguento isso!


Eu sou a favor de mudanças. Sim...sou a favor de promover mudanças para segurança de corredores, para melhorar a logística da prova, tudo bem, mas sou mais a favor ainda de mudanças conservando o respeito aos corredores que estão ali não só para correr, mas para dar brilho a maior prova de pedestrianismo do país. É bem verdade que pode haver quantas mudanças forem, tanto boas, quanto ruins como estas, que a grande maioria vai continuar correndo, mas acho legal a gente abrir a boca pra dizer que a gente gostou ou não gostou...Pode parecer mentira, mas temos voz pra mudar muitas coisas....


Olha só...aqui em Santos, acontece a Meia Maratona de Praia Grande. Antigamente havia premiação por categoria. Era uma festa.. velhinhos subindo no pódio exibia o seu troféu, mesmo fazendo mais de 2 horas e 30 minutos. Nas duas últimas edições eles fizeram diferente com a mesma disculpinha esfarrapada...logística e dispersão rápida...entregavam os troféus em casa. O que aocnteceu? Nos anos seguintes, o número d eparticipante caiu consideravelmente e sem o apoio das Prefeituras, a prova está ameaçada de não acontecer mais...


É o que eu quero dizer.. Podemos mudar muita coisa. Mandar e-mails, usar os blogs, criar polêmica...


E você o que acha?????

4 comentários:

Marcelino ULTRA disse...

Estou visitando seu blog pela indicação de meu amigo Jorge Cerqueira - Ultramaratonista.
Neste Natal criei um blog para mim.
Já sou seguidor de seu blog, faça igual, acesse o meu e me siga, também não esqueça de linkar minha página a sua para receber minhas atualizações.
Confira:
www.marcelinoultra.blogspot.com

Abraços,
Cristiano Marcelino.
ULTRAMARATONISTA.

Daniela Barcelos disse...

Oi Luciane, primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo blog e por todas suas postagens, sempre leio todas que coloca.
Concordo plenamente com tudo que disse. Realmente todas estas mudanças foram realizadas pensando apenas no interesse da organizadora da prova, patrocinadores e emissora "G", e em nenhum momento pensaram em nós, corredores, que penso ser a peça principal da corrida. Sem nós ela perde sua essência, seu significado, perde o sentido da corrida mais esperada do ano.
Tomare que eles percebam o quanto os corredores ficaram desapontados e reflitam um pouco melhor antes de realizar mudanças.

Parabéns mais uma vez e um feliz ano novo para você e toda sua família!

Um grande abraço,
Daniela
http://correreminhavida.blogspot.com/

tutta disse...

Oi Lucy,
eu não só acho um absurdo isso que a Yescom fez, como fiz o meu protesto contra ela.
Corri com o meu número de peito (15.803) de cabeça pra baixo e com a medalha em mãos.
E reparei que alguns dos fotógrafos ao me verem apontando para o numeral invertido e com a medalha na mão simplesmente viraram as suas lentes para outros corredores.

Acredito sim que somos capazes de mudar muita coisa. Mas para isso temos que ser mais unidos. Pois, não vi nada que pudesse contar como um protesto concreto para que a Yescom não repita este desrespeito na próxima edição da prova.

Um super beijo pra você e um Feliz 2011.


tutta/ubiratã-pr
www.correndocorridas.blogspot.com

Manu disse...

Lucy,
Feliz 2011 pra você e a sua família!
Este ano foi minha 5ª São Silvestre consecutiva. É uma prova que tem um valor afetivo muito grande pra mim.
E, sinceramente, entregar a medalha antecipadamente, foi uma grande falta de respeito com os atletas. Eu tenho consciência que eu chego 1 hora depois do campeão, mas a medalha (Sim, medalha de participação) é uma prova que eu participei e completei a prova!
Não sei onde tudo isto vai parar...
Beijos e abraços
Manu