terça-feira, 8 de março de 2011

HOJE É NOSSO DIA E DEPOIS E DEPOIS E DEPOIS....

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica.

Vamos combinar, não é fácil. Muitas de nós (como eu) acordamos cedo, cuidamos de filhos, casa, marido, trabalhamos e ainda assim, arrumamos um tempinho para treinar. E não fazemos feio não. Há tantos exemplos de mulheres corredoras com uma determinação de causar inveja a qualquer homem...queniano...rs...

E a história das mulheres na corrida, começou tão tarde..porém com tanta vontade..!!!!.Desde que a americana, Kathrine Switzer, correu a Maratona de Boston em 1967, disfarçada de homem, e quebrou o tabu, de que as mulheres “não tinham força e resistência para correr os 42.195 metros", as mulheres não pararam mais de aderir ao movimento de saúde e qualidade de vida, através da caminhada e corrida.

A primeira maratona olímpica feminina foi realizada em 1984, em Los Angeles, e a vencedora foi à norte-americana, Joan Benoit Samuelson. Nada de sexo frágil, a mulherada começava a mostrar para o mundo que aguentaria sim o tranco das provas pesadas e hoje a gente pode dizer que muito embora a força física dos homens sejam incontestavelmente superior, a garra da mulher muitas vezes a faz chegar na frente.




Márcia Narloch, Maria Zeferina, Sirlene Pinho, Rosa Mota (que colecionou vitórias na São Silvestre de 81 a 86), Marizete Rezende e tantas outras nos mostram diariamente o quanto as mulheres são capazes de se superar dia a dia...Elas treinam duro, elas ganham, perdem, sacrificam muitas vezes a família, a vida pessoal e nem por isso se tornam pessoas amargas, infelizes, muito pelo contrário...nos ensinam que para vencer é mesmo preciso abrir mão de muitas coisas, afinal a vida é feita de escolhas e caminhos diferentes...Somos um exemplo a ser seguido. Somos vencedoras....Somos Mulheres!

Hoje é o nosso dia...e amnhã, e depois, e depois e depois.....

FELIZ DIA DAS MULHERES....!!!!!

5 comentários:

Tiago Antunes disse...

daeee, legal! Parabéns para as mulheres!!

CORRIDA SEM LIMITES disse...

Parabéns para vc e para todas as mulheres.
Estaremos colados em vc e sempre que puder estaremos por aqui......
BONS KM
http://corridasemlimites.blogspot.com/

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Parabéns Lu pelo dia Internacional da Mulher vcs merecem!!!

Bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

geraldo mineirinho disse...

Ó UM MINERIM AI GENTI,SEU BLOG É LEGAL DIMAIS NÉMESMO,VOU PASSA SEMPRE POR AQUI VIU,FICA COM DEUS,ABRACUDUMINERINDIMINAS.FIQUEI FELIZ DIMAIS COM SUA VISITA.

Marcus,Realengo disse...

Parabéns!