quarta-feira, 2 de março de 2011


TAÍ....GOSTEI!





Alguns de vocês devem se lembrar do post que eu fiz recentemente esculachando a prova da Molico, patrocinada ela Nestlé. Falta de água, atraso na ambulância, atraso na largada, obrigatoriedade de uso de camisa foram algumas coisinhas que eu descí o pau.

Um dia depois da prova, uma amiga minha, incluisive a que passou mal durante a prova (aê Patrícia..não queria ficar famosa para o mundo? rs...)enviou uma reclamação no SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) no site da Nesté. E tinha recebido uma ligação de desculpas.

Ela me deu essa idéia, cantou a bola e eu fiz a mesmíssima coisa no mesmo dia. Já tinha até me esquecido da reclamação, quando ontem No fim da tarde recebí uma ligação do SAC da Nestlé.

Uma moça muito educada (aliás, sempre ser mesmo, não é favor falar com os outros com educação), me disse que haviam lido meu e-mail de insatisfação e me pediu para que eu falasse mais a respeito do ocorrido. Pw, vai pedir pra quem falar???? Mito educada, disse que eu corria há 17 anos e que quando se corre há muito tempo a gente já chega na corrida com olhos críticos, pelo menos eu sou assim. Vejo se tem água, se tem banheiro químico, a qualidade da camisa..enfim e talvez por esse motivo eu tenha achado tantos defeitos na prova. Diss também que a Nestlé como uma multinacional de grande porte deve prestar atenção nos organizadores antes de envolver-se em tais eventos, pois distribuição de sorvete kit bacana hoje em dia nãosão mais suficientes para satisfazer os corredores de rua.

Tudo explicado, ela termina a conversa perguntando se eu aceitaria participar como convidada ( a mesmíssima proposta feita a minha amiga) do próximo evento organizado pela Afronte 360, a qual organizou a prova da Molico. Talevento não tem data prevista, porém o convite foif feito.

Em que pese eu nunca tenha ouvido falar nessa Afronte e nem saiba se realmente vou a algum evento orgnizado por ela, chei bacana a atitude da Nestlé. Já ansei de dizer que a gente não tem que se conformar em pagar 50,70, 100,00por uma prova e sair de lá muitas vezes com uma banana debaixo do braço. Não somos macacos. Merecemos respeito.

Muitos atletas dizem: Ok, não corro mais essa prova. Certo, não deixa de ser uam forma deprotesto. Porém isso não basta. No ano que vem, certamente outro correrá em seu lugar.Devemos meter a boca no trombone. Quem tem blogjá tem uma grande ferramenta nas mãos. Quem não tem, faz como a Patrícia, entra no site do evento, mete a boca..passa adiante.

O que não dá é os organizadores embolsarem uma grana preta e não repassare o mínimo pra  gente. Reclamem, reclamem mesmo. Somos muitos, cansei de dizer. Não sei se a Nestlé irá fazer uma 2a edição daprova, mas se fizerem, tenham certeza que tentarão melhorar.  E se não tentarem...fazer o que? Se a gente se unir, dá pra ficar cada vez menor a participaão dos atletas nesse tipo de prova, como é o exemplo d Meia Maratona da Praia \Grande, onde cada ano que passa diminuí o número de atletas... uma vez porque deixaram de premiar pro categoria, preferindo enviar os troféus pelo correio, ora, porque apenas deram uma banana no final da prova...e assim vai...é o povo mostrando suas insatisfações...

A frasepode ser até batida, mas ainda funciona: CORREDORES UNIDOS, JAMAIS SERÃO VENCIDOS! e palmas para a Nestlé.!!!!!

2 comentários:

CORRIDA SEM LIMITES disse...

segue o meu blog http://corridasemlimites.blogspot.com/

Mayumi disse...

Pois é, temos que fazwer críticas, mas eempre construtivas, pois ee for para destruir, de nada vai adiantar, não é mesmo? Ainda bem que tem sempre pessoas com bom senso para nos ouvir!