terça-feira, 22 de março de 2011

ORA BOLHAS...


Esses dias tive que andar, andar, andar e então resolví colocar um sapato baixo. Enquanto eu estava na correria pra lá e pra cá, apenas sentia a parte de trás do trnozelo arder, mas quando cheguei em casa, me assustei. Enormes bolhas (gigantescas mesmo) se formaram. Nos dois pés. Eu sempre digo que sou a Rainha das Bolhas...rs...

Já tive bolha debaixo da sola dos pés, na lateral, entre os dedos, dentro da unha...qualquer lugar. Obvio que ao longo dos anos e adquirindo um pouco mais de experiência, algumas bolhas nunca mais apareceram já que comecei a usar meias sem costura, mais fininhas, tênis mais largos o que realmente ajudou e muito...Vez ou outra tenho uma bolhinha debaixo dos pés, mas é normal, e geralmente acontece quando corro na chuva...

Mas na boa, bolhas como essas que apareceram nunca vi mesmo. Estavam imensas! Aí, ao contrário do que mandam fazer....rs...eu as estourei....

Este mês coincidentemente saiu na Runner´s World uma matéria sobre bolhas e vários procedimentos que devemos fazer e que não devemos fazer. Dentre eles, nunca estourar as bolhas, salvo se estiver muito grande e com agulha fina esterilizada...Tudo muito lindo, se eu não tivesse um medo gigantesco de agulhas...

Aí, fiz uma coisa que não deveria, mas fiz. Dei uma biliscadinha nas bolhas e deixei o líquido escorrer. Ficou ardendo um pouquinho, mas hoje, já está quase seca e deu pra correr sussegada, ao contrário da Revista que diz que podemos voltar a correr 1 semana depois...
O pior é que temos que conviver com essas bolhas assassinas... Como eu sempre faço aqui no blog...rs...Faça o que eu falo não faça o que eu faço...rs...Já disse o que eu fiz com minhas bolhinhas assassinas, mas agora tenho que mostrar a teoria linda da maioria dos médicos...



Parabéns você já conseguiu uma bolha nos pés, agora vamos aprender a tratar disso. Basicamente se a bolha esta ainda com líquido dentro e não rompeu a pele o melhor conselho é NÃO MECHA...ou pelo menos não faça como eu fiz....rs...


Apenas tire o sapato e pare oque quer que seja que esta causando a bolha, proteja a bolha com gazes limpas formando um curativo. E espere ela secar e se curar sozinha.


Agora se ela esta causando dor e você precisa continuar correndo (esta ha uns 10km da linha de chegada ou do final do longão)  bom neste caso a outra opção é drena-la e fazer um curativo. Existe também o caso onde a bolha ja estourou no calçado mesmo (o cabeça dura apesar da dor continua correndo até a bolha estourar e as vezes até formar sangue no ferimento).

Neste caso lave a área da bolha e em volta com um anti-séptico, em caso de estar longe e não ter anti-séptico na mochila, use sabão mesmo ou o álcool usado no fogareiro.


Agora se você tiver  numa corrida de trilha....Muita calma nessa hora... Nada pode faltar  na mochila, principalmente um anti-séptico. Se não tiver nada disso na mochila: poxa vida!! Vai fazer cursinho nos escoteiros da próxima vez antes de ir para aventura no campo, ou so faça passeio no shopping é mais seguro para pessoas como você...rs....


Não remova a pele da bolha, caso alguma ja tenha se soltado mantenha o resto no local. É pele morta ja, então você não ira sentir dor se tiver que cortar o excesso da pele solta.


Faça um curativo com gaze limpa, vista meias limpas por cima para evitar o ferimento pegar poeira e ser contaminado, caso tenha que continuar andando use chinelos ou sandália e vá devagar. O segredo para se curar rapidamente é manter a área do ferimento limpa mas arejada.

Muitas vezes nas trilhas encontramos com acampadores com teorias malucas sobre bolhas: enfie o pé na água fria para parar as bolhas(detalhe: com bota e tudo), tire toda a pele e deixe na carne viva(supostamente a outra pele crescera mais rápido se o ferimento tiver sujo) e outras coisas que nem sei de onde tiram isso.


É isso....

2 comentários:

Dona D disse...

Oie!!

Juro que não resisto. Se tenho uma bolha, sempre dou uma biliscadinha...

O pior é que seca mais rápido!!!

Beijo!

Paulo Silva disse...

http://www.calcadodesportivo.com/bolhas.htm