terça-feira, 27 de setembro de 2011

AGORA DÁ PRA ENTENDER...


Eu que sou apaixonada por corridas, acho que desde sempre...rs...sempre procurei algum motivo pra entender como alguém podia não gostar de correr. Na verdade até hoje fico chocada quando ouço alguém dizer que nem morta praticaria a corrida, trazendo na ponta da língua um único fundamento: não ter fôlego. Claro, não tem fôlego porque não pratica.

Mas e aqueles que quando começam, não conseguem continuar, ou desanimam. Também sempre questionei esse desistímulo e acredito eu deva ter feito muitos e muitos posts tentando incentivar a pessoa a não parar...mudança de trajeto, de amigos, disso, daquilo...uma infinidade de coisas que na minha cabeça seriam remédios potentes para fazer com que a pessoa jamais pensasse em parar de correr.

Na boa, agora eu entendo perfeitamente essas pessoas. Juro mesmo. Estou há 2 meses assim. Eu começo, me ergo, me empolgo, mas dali há 1 semana, mais uma vez me resta sucumbir ao desãnimo. Tudo bem, tanta coisa aconteceu comigo em 2 meses. Por último uma baixa imunidade que afetou de tão forma que pensei nunca mais voltar...Foi tudo de uma vez só: tosse, dente, gengiva, pele e podem pensar em qualquer coisa... que também foi afetada sem brincadeira nenhuma. A coisa foi tão feia que cheguei a pensar em macumba...Obviamente descartando essa hipótese mais tarde por crer que Deus é maior!

Fato é que estou novamente tentando recomeçar. E  nesses 2 meses, pelo menos recomecei 3 ou 4 vezes. Sempre com muito entusiasmo, cheia de planos e desistindo de tudo 1 semana depois. Não é fácil. Mas também por que mesmo tem que ser?

Volto a dizer, é fácil começar a correr, difícil é permanecer correndo. É mesmo. Procuro realmente me lembrar de tudo que conquistei na corrida pra ver que só foram coisas boas...e então porque eu deveria abrir mão de coisas boas...Continua sendo tão difícil, embora  resposta seja tão simples.

Estou mais uma vez na fé...crendo que volto logo a ser como antes, apesar dos treinos hamster (na esteira). Estou voltando aos poucos, como deve ser. Hoje e ontem 35 minutos de esteira + 20 de bike. E assim vamos. Mas o interessante mesmo é me sentir como tantos iniciantes.  É bom d evez enquando...descemos do pedestal e temos a certeza de que quando menos esperamos voltamos a estaca zero, correndo bem menos do que aquele pangaré que a gente tirava sarro. Volta tudo junto.. o estímulo e a humildade. Pra alguma coisa tem que servir tudo isso...

Mas dá pra entender... agora dá!

8 comentários:

Mayumi disse...

É, Luciane, eu já tive que parar muitas vezes por causa da saúde! Mas, eu sou uma das que nunca acreditou que um dia fosse correr, por tudo isso que você escreveu aqui! Rsrs. Por isso, eu acredito que tenha gente que realmente não consegue (e nem deve) correr. Fui a um curso sobree caminhadas e ficamos observando um senhor que corria num ritmo menr do que se estivesse caminhando. E o professor disse: "Estão vendo? Correr não é para todo mundo! O mecanismo do corpo dele é melhor para caminhar forte!" Vivendo e aprendendo! Bom retorno! Bjs.

DricaPeixoto disse...

Pois é ... eu demorei para começar a gostar de correr, coisa de 1 ano. Só gostei depois de correr 17km sem parar.
Mas eu entendo os amigos que não conseguem gostar de corrida ... pô, eu não gosto de tantas outras atividades. Spinning, odeio!

Mas é isso mesmo, regredir um pouco traz outras lições. Espero que essa fase passe rápido e que vc volte com força total.
Dessa sua fase, só consigo pensar em uma coisa boa, seu pai vai conseguir tirar sarro de vc ... vai te dar o troco ... rsrsrsrs

Corrida Feliz disse...

Não fique triste!! Eu sou uma iniciante feliz !! hahahaha Deve ser mesmo muito difícil voltar a estaca zero. Mas FORÇA!! Logo logo voltará a correr como antes!!
Bons treinos
Fernanda
http://corridafeliz.blogspot.com/

joaquim adelino disse...

Força aí amiga Luciane, estou a acompanhar você a levantar-se novamente e fico a fazer força para que regresse depressa. Um beijinho do Pára.

Marcus,Realengo disse...

Oi Luciane!
Quando acontece tudo junto, de uma vez só, ao mesmo tempo, rsrsr, como aconteceu contigo, a cabeça não fica legal pra nada. Se eu fosse vc aproveitaria esses meses que faltam pra terminar o ano, pra correr por prazer, sem compromisso, e no início do ano, aí sim, começaria a treinar visando competições e melhora de tempo, até mesmo pq, competitiva como vc é, não dá pra ficar "brincando" de correr,rsrsrs. Quem sabe nesse tempo não acontece outras coisas em sua vida que ajudem também nas corridas. Um abraço.

Luciane disse...

Apoiadíssimo Marcus. Este ano já era... Ou vc está com a cabeça focada na prova, nos treinos, ou não se mete na coisa.. pra fazer feio, melhor não fazer. Vou aproveitar mesmo pra correr de boa..e no ano que vem...se Deus quiser, tudo estará no lugar que sempre deveria estar!

abraços

Ms Harkins disse...

Olá,

acompanho teu blog em silêncio. Já passei pela fase que estás passando e como sou metida, vou dar um palpite. Em maio deste ano voltei a correr sério, porque fiz uma promessa: se o Inter fosse campeão gaúcho, eu voltava a correr na 2a. feira. Dito e feito! Bom, mas o que me fez CONTINUAR correndo foi traçar objetivos e contratar um assessor esportivo (dentro das minhas po$$ibilidade$). E aqui estou... correndo 10K, visando 21,1K, cheia de gás (toda doída, cansadérrima) e feliz :-)

Bjs

Marildo Nascimento disse...

Lu pensa positivo! Nada é para sempre! As coisas só acontecem pois tem mesmo de acontecer! Essa é a regra!
Aproveita e curte esse momento mesmo que ruim para ver as coisas de forma diferente. Tenho absoluta certeza que vc vai encontrar um ângulo que vai te fazer voltar a sorrir e a correr muito.
O tempo cura tudo!
Abração em vc e na sua familia.
Marildo Nascimento
www.4corredores.com.br