terça-feira, 6 de setembro de 2011

NO DIA DO SEXO PERGUNTAMOS: O SEXO E A CORRIDA CAMINHAM JUNTOS? 



Hoje é o Dia do sexo...E é claaaaro que tudo que é bom é ligado à corrida e vice versa...rs...Mas afinal de contas o que tem em comum o sexo e a corrida???

O ser humano tem a corrida no sangue desde sua origem. O ato da concepção promove uma disputa natural, em que o espermatozóide mais rápido e “bem condicionado” é que fecunda o óvulo e dá origem ao homem, nove meses depois.

No ato sexual, uma boa condição física também ajuda, já que a atividade de procriação é também um exercício físico. Pele rosada, suor, batimento cardíaco e frequência respiratória acelerados etc. Esses sintomas descritos podem estar relacionados à corrida, mas também à prática sexual.

O sexo pode ser considerado um tipo de atividade física. Um ato sexual convencional tem uma intensidade de aproximadamente 4,5 a 5,0 METs (um MET é o consumo de oxigênio em repouso). Isso equivale a um trote entre 7,2 e 8,0 km/h”, explica José Kawazoe Lazzoli, cardiologista, médico do esporte e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte.

Claro que depende da forma como é feito, mas uma relação sexual que dure em média de 10 a 15 minutos pode gerar uma perda de 200 a 450 calorias. Não podemos dizer, por exemplo, que o sexo serve para perder peso, ou uma melhora cardiovascular, mas também pode ser considerado uma atividade física”, completa Renato Romani, fisiologista da Unifesp.

Corrida e o sexo

Um bom condicionamento também pode ser benéfico na hora do ato sexual. Por ambos exigirem um certo preparo, quem corre está mais apto a suportar todas as exigências físicas na hora da transa, como explica Martin Portner, médico neurologista e autor do livro “Inteligência Sexual”.

A relação sexual com penetração exige movimentos pélvicos que consomem energia e força muscular. É comum a descrição de casais com mais de 50 anos e sedentários que interrompem a caminhada rumo ao orgasmo por cansaço. Além disso, o cansaço pode, no homem, desinflar a ereção. Portanto, um bom condicionamento físico é essencial para uma relação sexual satisfatória”.

A prática da corrida, aumentando a capacidade funcional, pode fazer com que um ato sexual, com intensidade entre 4,5 e 5,0 METs, represente um menor percentual do "máximo" do indivíduo. Em outras palavras, o sujeito vai se cansar menos durante o ato sexual”, completa Lazolli.

Mas e a libido, o apetite sexual, será que aumenta com a prática do esporte? Romani explica. “Não podemos dizer que correr aumenta a libido, mas com a atividade física, o corredor tem uma maior produção de testosterona, que tem relação direta com o desempenho sexual”.

Sexo e a corrida

A relação sexual traz uma série de benefícios para quem pratica uma atividade como a corrida, como o relaxamento da tensão e dos músculos, ajuda também a queimar calorias, além de aliviar o estresse e melhorar o humor. Desta forma, uma vida sexual ativa pode ter influência na hora das passadas.

“A sensação de bem-estar gerada pelo coito após uma relação sexual é maior do que a de completar uma maratona. O sexo ajuda a aliviar as tensões, o estresse, e, consequentemente, dá mais ânimo não só para a prática da corrida, mas para a vida”, fala Romani, que completa. “Assim como a corrida, o sexo também libera endorfina, e é esta descarga hormonal gerada por ele que dá a sensação de relaxamento”.

E antes da prova?

Durante a Copa do Mundo de Futebol realizada no Japão, em 2002, o técnico Luiz Felipe Scolari proibiu os atletas da seleção brasileira de manterem relação sexual durante a concentração para os jogos. Ele afirmava que isso poderia prejudicar a preparação dos atletas.

Felipão provou sua tese. O Brasil foi campeão mundial naquele ano. Mas e quando o assunto é corrida? Será que “aliviar as tensões” na noite anterior a uma prova pode prejudicar suas passadas?

“Para algumas pessoas o ato sexual pode servir para relaxar um pouco, dissipando assim o nervosismo natural antes de uma prova. Não vejo nenhuma influência no resultado da corrida”, afirma Lazzoli.

Então pessoas.. na dúvida.... muito sexo, muita corrida....rsrsrsrsrsrs....

fonte: Revista O2

3 comentários:

Jeferson Cardoso disse...

Olá Luciane!
Porque não caminhariam? (sorrio)
Tenha uma excelente terça-feira!
Abraço do blogueiro navegante!

Quero lhe convidar para que leia ‘Maconheiros desgraçados’ no http://jefhcardoso.blogspot.com/

“Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

Carlos Lopes disse...

Claro que sim....sexo faz sorrir... corrida, faz sorrir

Pães Seven Boys disse...

Olá Luciane,

Parabéns pelo blog!! Correr há 17 anos é para poucos, hein?! Determinação e disciplina para fazer acontecer.

Aproveito para convidá-la a conhecer o blog paessevenboys.blogspot.com. , onde você encontrará dicas de vida saudável e boa alimentação. Passa lá para uma visita, estamos aguardando.

;)
@Paes_SevenBoys