quinta-feira, 17 de julho de 2008



XÔ URUCA....
Aff, fala sério...que semana foi essa? Meu computador pegou simplesmente 2684 vírus...ou seja, fiquei sem postar muuuuuuuuuitas coisas. De quebra ainda com essa baixa umidade daqui de Santos, fiquei gripada, totalmente entupida e ainda passei pro meu pimpolhinho...Mas calma, uma boa notícia, muito embora meu computador ainda esteja infectado (estou no do escritório), eu me curei e digo mais, mesmo resfriada, consegui treinar... tudo bem, menos, mas consegui. Até porque a média de sono diária minha tem sido de no máximo 5 horas e meia, pois João achou que tem logo que alcançar 1 metro de altura e resolveu mamar de 2 em 2 horas até na madrugada!!!! rs....


Mas falando em umidade do ar, que tal falarmos um pouco sobre treinar com esse tempo horrível?????


Além do calor desconcertante, o ar parece queimar as narinas. O suor nem chega a molhar a pele e já é evaporado ou desviado pelo corpo para suprir as reservar de água. A sensação de cansaço chega mais rápido do que deveria e sua resistência parece não ser mais a mesma. Essas são algumas das conseqüências de treinar com o tempo excessivamente seco. Em algumas cidades como São Paulo e Brasília, os corredores sofrem muito com essas condições climáticas e uma adaptação na rotina de treinos é necessária.Rodrigo Albuquerque, professor de Educação Física pós-graduado em Treinamento Desportivo pala Universidade de Brasília e sócio-proprietário da Ápice Treinamento Multiesportivo, de Brasília, separou algumas dicas para o corredor fugir dos malefícios do tempo seco.


Transferir o treino para um horário mais cedo pode ser uma boa alternativa para aproveitar a umidade da noite e não sofrer com o calor. Segundo o treinador, o período entre 5h e 7h é o ideal para se exercitar com esse tipo de clima.Para aquele corredor que não consegue acordar mais cedo para treinar na rua, correr na esteira é uma opção prática e segura para a atividade física. Isso porque o atleta terá a hidratação muito mais facilitada do que em um local aberto, ou seja, não terá dificuldade para carregar a garrafa de água ou isotônico, e ficará mais protegido do sol e do calor. “A pista também é uma ótima opção para essa época do ano, pois a hidratação e o acompanhamento do treinador ficam mais próximos. Além dos parques e bosques, que oferecem sombra”, disse Rodrigo Albuquerque.


A escolha de o que vestir também faz diferença quando se treina com o tempo muito seco. O suor, além de eliminar água e sais minerais, tem a função de regular a temperatura corporal. Afinal, não existe nada mais refrescante do que tomar um ventinho com a pele molhada para refrescar. Com o tempo seco, o corpo tende a absorver todo tipo de líquido para se hidratar e a sudorese fica comprometida. Por isso, escolha roupas ainda mais leves para facilitar a regulagem da temperatura do corporal.


Como a hidratação deve ser redobrada com o clima desfavorável, vale utilizar acessórios para facilitar na hora de beber água e isotônico no meio do percurso do treino. “As mochilas de hidratação vêm sendo muito utilizadas pelos corredores. Elas são anatômicas, não atrapalham na corrida e conservam a temperatura do líquido”, indicou o técnico.


É claro que qualquer mudança no treinamento deve ser analisada e discutida com o seu treinador, mas vale considerar diminuir o volume e aumentar a intensidade. “Quando podemos optar por modificar as variáveis do treino, costumamos reduzir em 20% o volume semanal e dar maior prioridade aos treinos curtos de intensidade maior”, explicou o treinador. “Podemos ainda cuidar melhor da parte técnica e dar ênfase aos exercícios educativos, de flexibilidade e os funcionais”, completou.Respire bemOs atletas que têm problemas respiratórios devem ter um cuidado ainda maior com os treinos nessa época do ano. Algumas atitudes durante o dia podem fazer a diferença na hora da corrida:- Evite locais com ar-condicionado. Esses aparelhos deixam o ar ainda mais seco e podem dificultar a respiração;- Umedeça as narinas com soro fisiológico durante o dia. Hidratar os tecidos do nariz ajuda a evitar o desconforto causado pelo tempo seco;- Nos treinos, procure realizar uma respiração correta, inspirando pelo nariz e expirando pela boca. Isso porque a baixa umidade deixa o ar ainda mais poluído e, como o nariz é um filtro natural do ar que entra no corpo, respirar pela boca faz com que o atleta leve mais sujeira para dentro.

Um comentário:

amocorrer disse...

Otimo relato senti hj na pele isso..abcs..Regis