quinta-feira, 10 de julho de 2008

PESQUISA REVELA...CORRER DEMAIS PODE TRAZER PROBLEMAS DE FERTILIZAÇÃO

É, minha gente, quem teve filho ótimo, quem ainda não tem, deseja ter, e corre como louco, é bom ficar esperto...
Estava eu na casa de minha mãe, quando me deparei com uma matéria da Revista Malu dando dicas de exercícios em casa, quando para a minha surpresa descobri que praticar exercícios demais ou mesmo correr por mais de 2 horas diárias pode trazer problemas de fertilização.
Segundo o ginecologista JOJI UENO, especialista em reprodução humana, no homem, pode causar problemas relacionados á diminuição da produção de espermatozóides e, na mulher, podem afetar seriamente a ovulação.
Para o médico, não é fácil precisar os limites da atividade física, para cada pessoa, que devem ser estabelecidos por quem entende do assunto.
A prática excessiva de exercícios, inclusive a corrida, por mais de 2 horas diárias, acaba se tornando impeditivo de concepção.
O principal problema do excesso, é que ele ocasiona magreza excessva ou a perda anormal do peso, que podem levar a um decréscimo significativo nas taxas de hormônios sexuais, decisivos para o desenvolvimento dos óvulos e dos espermatozóides.
Vixe, minha gente, o que deve ter de neguinho grilado lendo este post, não é brincadeira. Na minha leiga opnião, acho que isso depende muito de cada pessoa, pois se fosse assim, eu mesma não poderia ter filhos, já que corria bem mais do que 2 horas diárias, além da musculação e spinning...
De toda forma mulherada e homarada atletas, cuidado com os excessos....

Um comentário:

Ian Black, Nike Blogger disse...

Bem lembrado, Lu. Correr exige preparação e treinamento.

Por falar nisso, te espero neste sábado para treinarmos para a Nike+ Human Race (a nova cara da Nike 10k Run Americas, que muitos já conheciam).

http://www.nike10k.com.br/blog/2008/07/10/nike-human-race-venha-treinar-com-a-gente/

Os treinos são gratuitos e, ainda de quebra, o pessoal da 4any1 vai estar lá o tempo todo para supervisionar os corredores.

Te espero amanhã!

Grande abraço.