sexta-feira, 19 de junho de 2009

AH, ESSA TAL UMIDADE DO AR...

Como estávamos falando ontem, fazer com que a prova seja perfeita exige muito mais do que treinamento e rituais...exige acima de tudo que o tempo facilite o nosso lado. Ainda sobre o post de ontem, falamos sobre o que fazer quando no dia da prova estiver sol, chuva ou vento. Pois bem. Hoje falaremos sobre a umidade baixa, alta e o frio...Se no dia da prova:
= a umidade estiver baixa:
É bem difícil prever se no dia da prova estará a umidade do ar baixa ou alta, mas pelo menos à noitinha que antecede o dia da competição nos traz uma prévia. E quando isso acontece, dá sim para tomar alguns cuidados e fazer uma boa prova, muito embora saibamos que correremos com o ar queimando as nossas narinas. Numa das edições dos 10km A Tribuna FM que participei, senti na pele o que é isso...uma queimação sem fim...e uma sensação de cansaço dando a impressão de que você estava sem treinar há pelo menos uma senama. Resumindo: é terrível mesmo.
Aqui o cuidado com a hidratação tem que ser dobrado, já que o suor é evaporado rapidamente ou desviado pelo corpo para suprir as reservar de água.
Aqui, escolher a dedo o que irá vestir no dia da prova também é muito importante e pode fazer uma grande diferença no seu desempenho. O suor, além de eliminar água e sais minerais, tem a função de regular a temperatura corporal. Afinal, não existe nada mais refrescante do que tomar um ventinho com a pele molhada para refrescar. Com o tempo seco, o corpo tende a absorver todo tipo de líquido para se hidratar e a sudorese fica comprometida. Por isso, escolha roupas ainda mais leves para facilitar a regulagem da temperatura do corporal.
Como eu disse, com esse tipo de clima, a hidratação deve ser redobrada e portanto vale utilizar acessórios para facilitar na hora de beber água e isotônico no meio do percurso do treino. Se a prova é longa, use mochilas de hidratação, as quais vem sendo cada vez mais utilizadas pelos corredores. Não se preocupem, que ela não atrapalha, já que são anatômicas e conservam a temperatura do líquido.
Aqui também temos que dar ênfase áqueles atletas que sofrem de problemas respiratórios....(Euuuuuuuuuuuuuuuuu)....Quando o tempo está seco, a tosse aparece de tal forma que me falta ar. Neste caso, algumas atitudes podem também não prejudicá-lo. Uma coisa bem bacana que aliás vi numa revista é Umidecer as narinas com soro fisiológico durante o dia. Hidratar os tecidos do nariz ajuda a evitar o desconforto causado pelo tempo seco. Durante a prova, procure realizar uma respiração correta, inspirando pelo nariz e expirando pela boca. Eu tenho muita dificuldade em fazer isso, pois respiro o tempo todo pela boca, mas é necessário, porque a baixa umidade deixa o ar ainda mais poluído e, como o nariz é um filtro natural do ar que entra no corpo, respirar pela boca faz com que o atleta leve mais sujeira para dentro.
= a umidade estiver alta

Já falamos sobre o sol, mas não custa novamente falar sobre o calor, já que em um país tropical como o nosso é de vital importância tomar medidas de segurança contra o calor. Correr sob o sol, umidade e calor requer precauções especiais. É essencial minimizar a perda de fluidos e ganho de temperatura. Algumas dicas que você deve se lembrar:
= Beba água sempre que for possível. Água é um ingrediente vital na prevenção de problemas com o calor. Tenha em mente que o seu corpo perde considerável quantidade de fluidos antes de você sentir sede.
= Evite bebidas alcoólicas ou com cafeína no dia anterior à prova, pois tem efeito diurético.
= Esteja alerta ao fato de que umidade alta impede o resfriamento do corpo através da evaporação do suor.
= Vista roupa branca para refletir os raios solares. Evite cores escuras que absorvem o calor.
= Beba água em todos os postos.. todos mesmo..
= Borrife em si um pouco de água para ajudar a refrescar o seu corpo.
Fique alerto aos sintomas de esgotamento pelo calor e se sentir tontura, fraqueza e confusão mental, pare, encontre uma sombra e beba água. Nada de querer cruzar a linha de chegada custe o que custar. Também é importante reconhecer os sintomas da insolação que são: diminuição da transpiração e pele quente e seca. Se caso sentir alguma dessas sensações, interrompa a corrida imediatamente e ache um meio de resfriar o seu corpo o mais rápido possível, remova a roupa e esfregue seu corpo com gelo e álcool, procure atendimento médico.

= FRIO:

Eu particularmente detesto. No entanto, não conseguirei escapar desse clima amanhã, já que a prova da qual vou participar terá largada às 18:00hrs na orla da praia. Portanto.. tremer é algo que eu já estou esperando...rs...O negócio é aquecer.. aliás, o aquecimento deve ser bem caprichado com séries e mais séries...Também é bom vestir camadas de roupas. Há quem não consiga, e prefira continuar trajando a mesma roupa que vestiria em tempaturas mais altas. Eu costumo colocar uma calça de tecido leve (lycra por exemplo) e uma camisa de poliamida de manga curta ou não, dependendo muito da intensidade do frio. Há quem coloque muita roupa, o que também é válido. Obviamente não são roupas que costumamos sair pelas ruas, mas sim roupas mais leves também, já que hoje em dia as roupas para corredores são desenhadas especificamente para correr no frio. Tecido absorvente de algodão deve ser usado colado ao corpo.
A lã é um bom isolante e o ajudará a reter o calor corporal mesmo quando molhado. O nylon quebra-vento é bom para ser usado sobre as outras roupas e pode ser retirado e enrolado na sua cintura se você não necessitar mais usá-lo. Faça experiências para descobrir a melhor combinação de roupas para você.
Certifique-se de que a sua cabeça e pescoço estão bem protegidos já que um grande volume de calor corporal é perdido nestas áreas.
Proteja suas extremidades da exposição para prevenir ulceração produzida pelo frio. Nos estágios iniciais, irá perceber uma sensação de queimação na pele cuja cor ficará vermelha, roxa e então branca. Se você notar uma área sensível e branca saia do frio imediatamente e procure um médico.

Uma coisa importante é que depois que terminar a corrida, voc~e deve se aquecer. Em muitas provas esperamos a premiação horas e horas e não aquecer o corpo, pode causar hipotermia. Uma amiga minha teve nos 7,5k Desafio da Mata Atlântica do ano retrasado. Foi horrível...Ela tremia, não conseguia andar e chegou a desmaiar. também pudera...durante toda a prova fez frio e choveu. Após ter chegado, ficou com a roupa molhada no frio por mais de 1 hora...deu no que deu...

Conheça os sintomas iniciais de hipotermia: uma sensação de desorientação, perda da coordenação das mãos, fala confusa e dificuldade de caminhar. Se você estiver tremendo, procure logo um lugar quente.

Por isso é importante que você remova a roupa molhada o quanto antes, pois ela aumenta o risco de algum problema provocado pelo frio.
Lembre-se de que repor líquidos também é importante quando está frio.

Bom, acho qu deu para aproveitar algumas dicas não é mesmo? Pelo menos é o que espero. Amanhã como sabem tentarei brigar pela liderança do Circuito, porém um pouco desanimada já que essa etapa especificamente é uma das mais fortes e sei que minhas chances não são lá grande coisa... No entanto, vou me esforçar e tentar pontuar...torçam!

2 comentários:

Anderson Consenzo disse...

Legal as suas dicas.

Abraço

satrijoe disse...

Espero que possa aplicar tudo na sua corrida amanhã.

Boa prova!