quinta-feira, 25 de junho de 2009

AMMMMMMMMMMMMMMM............

Todo mundo sabe que para que determinada coisa saia do jeitinho que queremos, ou pelo menos chegue o mais perto possível, a concentração é fundamental. Isso para tudo. Concentrar-se no que está fazendo ainda é a maneira mais eficiente de realizar a tarefa de forma satisfatória. E com a corrida não é diferente. É bem verdade que muitos corredores (aqui fala-se daqueles que não almejam baixar tempo e correm por prazer), se desligam do mundo quando estão realizando o seu treino. Seja ouvindo música, seja pensando no que irão fazer após o treino, não é preciso muito para que enxerguemos algumas falhas nesses atletas...má postura, respiração errada, passada errada, ritmo errado...aff...é uma infinidade de coisas que pdoeriam ser evitadas, caso houvesse um pouquinho de concentração na corrida.
Eu sempre fui adepta ao uso de MP4..aliás, sempre treinei ouvindo música. No entanto quando acontecia de eu estar sem o aparelho, meu rendimento caía muito. Há 2 meses atrás, meu MP4 pifou. Por falta de verba e por dar prioridade a outras coisas, acabei sendo obrigada a treinar sem o meu companheiro (ex)...Sabe o que aconteceu? Ao contrário do que eu achava, que meu rendimento cairia mais ainda, meu tempo baixou mais de 5 minutos e ao passo que eu fazia 51, agora faço 46...Por que? A explicação é óbvia...maior concentração no que eu estava fazendo. Ao invés de cantar, eu prestava mais atenção se eu estava alargando minhas passadas, se eu estava rodando abaixo do tempo...Hoje, não corro mais com música, mas também não critico quem faça.
Um exemplo muito bom de concentração, são as provas de subidas ou treinos em ladeira. Muitas vezes nos desanimamos, fingimos que não lembramos que aquele dia era sim para subir umas ladeirinhas.
A concentração exerce um grande papel nesse tipo de treino. Concentrar-se na respiração e não ficar preocupado com o fim da subida, faz com que a corrida não seja tão sacrificante. Fixe o olhar em um ângulo de 45º e verá que o desgaste psicológico não aparecerá.
Vale concentrar-se também em sua postura, como eu disse acima, projete o tronco para frente com boa movimentação de braço para facilitar uma boa impulsão.
Tentar utilizar a ponta dos pés, facilitando a biomecânica da suspensão dos joelhos e amplitude das passadas.
Tentar se concentrar ao máximo na corrida e não deixar cair muito o seu ritmo, procure prestar atenção em sua respiração.
Quem nunca se viu rodeado d epensamentos negativos durante a corrida? ...“estou muito cansado”, “vou quebrar", não posso mais”, “as pernas doem muito”, não vou conseguir” e assim vai.... Aqui mais uma vez concentrar-se na corrida em si, vai fazer comq ue eeses pensamentos se afastem. Uma boa tática (eu li isso em algum lugar), seria se concentrar nas passadas e contar cada pisada, recordar corridas passadas nas que você conseguiu seus objetivos (recorde as sensações daquele momento).
Comigo aconteceu na última prova de sábado passado. No momento em que mais estava precisando correr, comecei a repetir: "Retas progressivas, retas progressivas, retas progressivas". Foi uma forma de fazer com que eu lembrasse que já tinha passado exatamente por um momento de cansaço igual aquele e que ainda cansada conseguiria aumentar o ritmo e chegar ao final.
Eu sempre comento aqui sobre a tagarelagem antes da largada. Concentrar-se um pouquinho (nem que seja por 5 minutinhos) em você mesmo...Repetir frases do tipo: "Você vai conseguir, você treinou para isso...tudo vai correr bem".. não custa nada e adianta muito. Se desligue por um momento do mundo, concentre-se em sua técnica, concentre-se na passada do cara da frente...concentre-se em você.
Não é suficiente para uma boa concentração “apenas” selecionar aquilo que tem que ser focado, seja a largada, seja o meio da prova, seja a linha de chegada, mas é necessário manter essa focalização do início ao fim da tarefa. E aí está uma grande exigência para o sucesso, manter o foco resistente até o fim da corrida. Talvez seja isso que explica em parte, equipes e atletas que vão bem durante grande parte da disputa, mas por um momento perdem o foco o que significa dispersar energia psíquica e por vezes, é fator determinante para a derrota e frustração...Recentemnete vi na tv uma corrida de motos em que o piloto estava na frente duerante toda a prova, mas desatento que ainda faltava 1 volta para o final, parou e assim foi ultrapassado pelos demais. Pergunto: Estava ele concentrado? Estava ele atento? Não... na minha opinião, se deslumbrou com a possibilidade de vitória. É só perceber nas corridas onde tem quenianos, o olhar deles...é seguro, é para frente, vez ou outra olham de lado para ver se alguém chega, mas dá par perceber que estão totalmente focados no que querem...a vitória.
Para finalizar, é válido refletir que sem concentração não conseguimos realizar nenhuma atividade de alto rendimento. Uma atividade sem concentração ideal é uma atividade sem intensidade e sem coerência, portanto, sem qualidade.

2 comentários:

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Fala LUCIANE, bom dia muito bom o seu relato, psicologia pura hein, pois já pode pensar em fazer a 2ª faculdade em psicologia...Temos que ter concentração nas corridas mesmo...Olha eu só sei o seguinte que depois que eu comecei a treinar e competir ouvindo música o meu ritmo nas corridas melhoraram e muito.

Parabéns!!!

Bom final de semana e boas corridas.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

...tuttA... disse...

Simplesmente fantástico esta publicação Lucy.
Eu sempre levo na brincadeira cada largada, faço um pequeno aquecimento e digo que já estou cansado, mas depois de ler este post prometo rever meus conceitos.
BjinhUs paranaenses pra ti.


---> tutta <---
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com