segunda-feira, 5 de outubro de 2009


A SAÚDE BUCAL E A CORRIDA...TUDO A VER...


Eu sempre faço questão de trazer posts sobre a saúde. Isso por um motivo muito simples: a corrida tem tudo a ver com a saúde. Muita gente ainda acha (e não são poucos não) que exclusivamente correr, já faz a vida muito saudável. Nada disso. Aliás, nada disso mesmo. O lema é: CORRER BEM, PARA CORRER SEMPRE! E para correr sempre, é preciso cuidar da saúde como um todo. Tem tanta coisa pra fazer: ir ao cardiologista, ir ao ginecologista, ao urologista, ao oculista, ao dentista...E por falar em dentista, é sobre esse assunto que vamos falar, já que tirei o mês para fazer meus check ups e isso inclui ir ao dentista. Como eu disse, muita gente acha que não tem nada a ver o dentista e a corrida, o que é um lêdo e terrível engano, já que não cuidar dos dentes, pode sim prejudicar e muito o desempenho nas corridas.

Problemas bucais muitas vezes podem ser a causa da queda de rendimento na corrida
Quem pratica um esporte como a corrida conhece de cor os principais problemas e contusões a que está sujeito. Porém, o que muitos não sabem é que cuidar da saúde bucal também influencia na maneira de correr, e é tão importante quanto realizar exames clínicos periódicos.
O estado dos dentes pode atrapalhar ou melhorar seu desempenho nas atividades físicas, como explica o cirurgião dentista especializado em reabilitação oral e clínica geral, Oscar Razuk.
Sempre que existe a presença de uma infecção, ocorre a queda do desempenho físico, já que o organismo se estrutura primeiramente para o combate a ela antes de focar no desempenho esportivo, até por uma questão de preservação da vida. Portanto, as infecções dentárias, ou mesmo uma pequena inflamação, podem ocasionar uma diminuição no desempenho do atleta, não deixando com que ele use toda a sua capacidade para a prova ou treino”.
Previna-se"

Como o atleta sempre utiliza o seu corpo mais no limite do que uma pessoa que pratique esportes sem compromisso de resultados ou mesmo aquela que não pratica, ele deve cuidar do organismo de uma maneira muito mais criteriosa. "Na área odontológica, a visita semestral ao dentista é uma obrigação do atleta, assim como uma avaliação antes de provas importantes, para que assim ele utilize o seu corpo com total plenitude”, afirma o dentista.
Razuk explica ainda que a falta de prevenção também pode agravar alguns problemas já existentes, como infecção dentária ou gengival, devido à queda da resistência orgânica.
Esta é uma possibilidade, já que o corredor, dependendo da prova, leva o organismo até o limite da resistência, solicitando às vezes mais do que ele pode suportar. Se existir uma infecção ou inflamação, o agravamento do quadro é um fato”.
Para proteger, durante a corrida, se achar necessário, o corredor também pode usar artifícios que protegem a boca e os dentes, como explica o cirurgião dentista.
Existem moldeiras que são utilizadas para uso de impacto e evitam a fratura de dentes. São muito populares em esportes mais agressivos, como as lutas e futebol americano por exemplo. Porém, foi constatado que alguns atletas de corrida chegam a relaxar tanto a mandíbula durante uma prova extensa, que podem chocar os dentes inferiores contra os superiores, causando fraturas em dentes e restaurações. Desde que não atrapalhe a respiração do atleta durante a atividade, esse dispositivo pode ser usado”.

Eu moooooooooorro de medo de dentista e toda vez que marco para uma visita, fico em pânico uma semana antes...No entanto, é necessário, e porque não dizer, obrigatória essa visitinha...Quem ama correr, deve antes se amar e cuidar de si como um todo...isso sim é saúde...


fonte: O2.

2 comentários:

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Muito boa a matéria, parabéns Luci, eu também já falei algum tempo atrás que todos atletas devem incluir esse exame no checkup, agora já ouvi dizer de certas pessoas que isso é puro marketing dos dentistas para ganhar mais grana, só sei de uma coisa se é marketing ou não eu tenho cuidado dos meus dentes...rsss...Falando ainda em dentes numa das edições da S.Silvestre que eu corri uma semana antes eu tinha feito um canal no dente e o dentista tinha colocado um curativo eu só sei o seguinte que penei tanto na ida como na vinda, fui de avião e quando estava não sei a quantos mil pés lá no ar a minha boca parecia que iria estourar de tanta dor...rsss...
Boa semana e bons treinos,

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

Mayumi disse...

É isso aí, Luciane! Qualquer coisa que não está bom no nosso organismo acaba influindo também na performance. Está certíssima!
Ah, vou correr com vcs no domingo! Oba, vou sair do computador! Rsrsrs.