sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

DALE GARAPA



Quem nunca foi à feira e passando por uma barraquinha, se refrescou com um copão de caldo de cana? É bem verdade que junto com o tal caldinho, também conhecido como garapa, a gente sempre lança um pastelzinho de queijo...rs...mas isso é outro assunto... talvez para o Felipe de Souto....rs....( né não felipe????rs...)


Bom, o fato é que, cada vez mais, especialistas vem estudando essa bebida que eu adoooooooooooro, a fim de comprovar sua eficácia, não só em relação ao rendimento físico do atleta, mas também para a recuperação significa da massa muscular.


Pra gente que corre, é uma boa notícia e uma opção a mais de consumo para reposição da energia gasta durante a corrida. Normalmente um corredor, possui uma resreva presnete nos músculos, conhecida como glicogênio. Ela é armazenada nos músculos após o consumo de carboidratos. Com isso, o corredor gasta esta reserva durante o exercício e quando acaba , tem a necessida de repô-la por meio d eprodutos que contenham açúcar ou amido, os quais podem ser facilmente encontrados em qualquer mercado.


ocorre que quando essa reposição não é feita, observar-se que o corredor se sente mais fadigado após o treino ou competições. Isso ocorre porque ele não está usando a fonte de energia correta.


Foi com a intenção d ebuscar fontes mais eficazes de reposição de glicose que iniciou-se um estudo a cerca da cana de açúcar, sem dúvida uma das maiores fontes de sacarose.


Quer melhor do que isso? A cana de açúcar é um produto genuinamente nacional, tem em grande abundãncia no Brasil e é super baratinha...Quando eu ia viajar e a gente via na estarad cana, sempre pegávamos para chupar...Hoje, muitas vezes, levo dinheiro dentro do short e assim que termino o treino, para no carrinho de garapa que fica em frente aonde eu me alongo...Assim que ingiro um copão de 500ml, tenho a nítida impressõa de que toda a energia gasta no treino foi recuperada. Hoje mesmo fiz isso. Eu até já conheço o menino que vende a garapa...Quando vou trabalhar, perto da justiça Federal, em dias muito quentes, chego babando pra comprar caldo de cana... o moço até já me conhece também: "já sei, um caldo com muito gelo e limão". Não tem coisa melhor....além de custar super barato... Um copinho de 500ml custa em média R$ 1,50 a R$ 2,00.


Um estudo realizado pela professora Denise Vaz de Macedo do Departamento de Bioquímica do IB, nos trouxe resultados satisfatórios sobre o consumo dessa bebida. Em 2001, iniciou um trabalho com jogadores de futebol da categoria de base da Ponte Preta. Os atletas matavam a sede após os treinos ou partidas com uma quantidade de garapa. O fato é que a Ponte Preta terminou o Campeonato Brasileiro daquele ano em 6º lugar, um resultado bastante relevante, que pode ser atribuído, pelo menos em parte à alimentação com garapa como sugere o estudo.


Durante todo o perído, 60 atletas da Ponte Preta, 30 profissionais, e 30 da categoria de juniores foram alimentados com caldo de cana, sempre após o término do treino ou d euma partida de futebol. O mesmo processo se deu com a Associação Atlética Caldense, de Minas Gerais, que em 2002, sagrou-se campeã mineira. Em ambos os casos, os atletas revelaram significativo rendimento físico, assim como a manutenção da massa muscular.


No entanto não é tomar a garapa a torto e a direita. É importante tomar a garapa em doses até duas horas após a corrida ou competição para se obetr uma reposição eficiente e também não exagerar tomando muuuuuuito, pois vale lembrar que trata-se de alto teor de sacarose...= açúcar = engorda a pança....rs...


Os estudos estão tão avançados que pesquisadores da UNICAMP estão palnejando transformar a cana de açúcar em pó, o qual poderia ser diluído em água. Isso tudo para ajudar a teltas que por ventura queiram competir no exterior, onde é bem mais complicado achar a cana.. dessa forma...em pó, ficaria mais fácil o atleta conseguir consumir a cana sem maiores problemas, além de toda a praticidade...Agora imaginem, um corredor no avião, carregando um monte de cana e colocando no bagageiro...kkkkkkkkk....


O valor nutricional da cana, está diretamente ligado ao seu alto teor de açúcar ( 40% a 50% de açúcares na matéria seca), uma vez que seu conteúdo protéico é extremamente baixo, o que lhe confere a caracsterística de ser uma alimento muito desbalanceado em relação a seus nutrientes. A cana é uma planta composta, em média de 65% a 75% de água, mas seu principal componete é a sacarose que corresponde de 70% a 91% de susbtâncias sólidas solúveis. O caldo conserva todos os nutrientes da cana de açúcar, entre eles minerais (de 3% a 5%), como ferro, cálcio, postássio, sódio, fósforo, magnésio e cloro, além das vitaminas de compexo B e C. A planta contém ainda glicose (2%a 4%), frutose (2% a 4%), proteínas (0,5% a 0,6%), amido (0,001% a 0,05%), cersa e graxos (0,05% a 0,015%) e corantes , entre 3% a 5%...


A Coisa é boa minha gente.. não é bolinho não...Há algum tempo atrás, vi uma reportagem no Programa Esporte Espetacular sobre uma equipe de volei. Elas eram abastecidas por seu técnico com garapa...Assim que o treino acabava, lá estavam as garrafinhas na quadra à disposição das atletas...É, pelo jeito as qualidades da garapa são tantas que fica difícil a gente resistir...Eu pelo menos não resisto mesmo!!!!!
PS.: Voltando ao pastel de queijo para acompanhar a garapa...no final de semana poooooooooooode.....rs....até porque tb sou filha de Deus....

8 comentários:

Fabão disse...

Show!
Amanhã tem feira perto de casa e, se eu conseguir, vou mandar bala na garapa!
Bom fds
bjs

Running Free disse...

Saudações Luciane, buenas?

Que belo post, muito bom mesmo. Eu sou fâ também dessa bebida maravilhosa. Nas maiorias das corridas agente se reunia após a prova para apreciar essa bebida maravilhosa. De fato agente se sente bem melhor mesmo do que quando não tomamos. Muito legal saber que ela nos ajuda a nos recuperar. Não sabia como de fato isso acontecia.
E as vezes quando a garapa não resolve e pego um churros de doce de leite. Aí sim tá feita a festa.

Bons treinos ai Luciane.

Abraço

Rodrigo disse...

Olá Luciane!!! Prazer em conhecê-la! Legal, pode bizoiar a vontade, e vou passar no seu tbm, pode deixar.
Então, corro desde de 2006 e triathlon a um ano e meio, sou novo nisso ainda rss e como blogueiro ainda mais novo, não tem nem dois meses...rsss enfim, estou me divertindo com ambas as atividades rssss
Bjo e ótimos treinos pra você tbm!!! ..e que muitos tempos sejam baixados esse ano, como vc mesma disse....
Bjo

Mayumi disse...

Ah, pastel não pode, não! Rsrsrs. Eu o aboli do meu cardápio! Nunca mais comi! Kkkk. Minto: comi pastel assado! Kkkk. Frito, não!
Garapa é bom, mas como vc disse, tem que ser até 2 horas após o treino! Senão, as consequencias são gravíssimas! Rsrsrs. Bom apetite!

Felipe de Souto disse...

Oi Lu!!!!! Que saudade! Estou de férias, mas passei aqui para concordar com você: caldo de cana é bom demais!! Bom, já que meu filme está queimado mesmo como corredor-comedor, devo dizer que mais uma vez você está certa, caldo de cana de pastel é imbatível!! Eita dupla boa!! Muito bom o Post, como sempre informativo...viu, caldo de cana faz bem a saúde!! Só falta um estudo científico sobre o pastel....será?!!!
Beijos
Felipe de Souto

Joka disse...

Bom D+ !!!!

YOGA MUSIC FLOW disse...

Que delicia!!
Otimo post!
Bjos e bons treinos.
Pati

Anderson Consenzo disse...

Outra iguaria interessante no pós treino é a rapadura. Outro dia comi e foi otimo.

Abraço