quarta-feira, 16 de junho de 2010

NÃO DÁ PRA ABRAÇAR O MUNDO..




Como diz o velho ditado: "Faça o que eu falo, não faça o que eu faço". Pois é... Eu sei que quase todo corredor é assim. A gente começa o ano jurando de tênis juntos que vai correr menos provas, vai selecionar as melhores, mas de repente, quando a gente vê, tá inscrito em pelo menos 5 provas... o que nos resta é treinar....


Quando as provas são parecidas, ou seja, de 10km, ou outra distãncia menor, ou todas maratonas, ou todas subidas, tanto faz...belezinha... a gente treina mirando numa prova e acaba acertando nas outras e muitas vezes obtendo resultados surpreendentes, já que treinamos focados naquela distãncia.


No entanto... fato é...parece mais forte do que nós, ou pelo menos neste momento, mais forte do que eu...estou inscrita em 5 provas... 3 delas são planas de 10k e 2 delas de subida...Se ao menos fossem as 3 primieras e as 2últimas sem intercalar nada, eu estraia no paraíso, mas não... Domingo tenho a 3a etapa do Campeonato Santista, onde corro os 10km plano e dali há 15 dias, os 7,5 Subida da mata Atlântica...


Caracas...aplanilha tá uma zona...na verdade, cadê a planilha mesmo? Não dá pra seguir, simplesmente, não dá. Esta semana, optei pro treinos de resistência. Segunda e terça na areia.. molezinha. Na quarta fiz 1hora subindo o morro. Conclusão... estou quebrada....meus joelhos começaram a doer (normal) e uma sensação de que estou atirando pra todo lado é latente.


Não dá pra abraçar o mundo, mas eu não posso deixar de treinar as subidas. A prova é muito difícil. Em contrapartida, treinando subidas eu acabo forçando demais a musculatura e chego nos 10km toda estrupiada....tá osso...e não dá mais tempo de voltar atrás...Na verdade quem disse mesmo que eu quero?


O importante é ter em mente que não dá pracompetir em todas. A gente atépode correr, mas sem almejar grandes resultados. O meu foco é sempre nos 10k plano, especificamente no campeonato. É bem verdade que tenho sentido uma grande diferença quando estou correndo no plano.Minhas pernas estão mais fortes e a sensação de fadiga custa mais a aparecer. Como eu disse, essa semana foquei nos treinos de resistência....1 hora em ritmo de prova. Antes dos treinos de subida, nos 47 minutos, eu estava cansada, pedindo pra morrer. No entanto, na terça, fiz 1 hora e 15 na molezinha....estranho....rs....


Mas na boa, não façam isso não,. Escolham a distãncia e corram uma prova de cada vez. Lembram o que aocntceeu comigo no ano passado né? Lesão atrás de lesão e 2 meses e meio parada. Na verdade acredito que eu gosto da dor, não é possível...muito embor, graças a Deus, depois que entrei na musculação elas estão todas suportáveis e absolutamente normais.. uma dorzinha de joelho por conta da subida, uma dorzinha na bursite por conta da teimosiua dela querer continuar no mesmo lugar, mas tudo normal....


Mas mais uma vez eu aconselho....não façam isso....

2 comentários:

Dona D disse...

Entendo o que vc quer dizer...

Estou recuperando de uma fasceíte plantar e não parei de correr...

Mas impossível parar de correr!

Beijo!

elis disse...

oi, luciane!

estou sentindo na pele que não dá pra abraçar o mundo!
comecei a me preparar para correr longas distâncias, treinamento que pede corridas com mais tempo correndo e mais devagar; aí vou e me inscrevo em corridas de 10km, que pedem mais treinos de velocidade (a gente sempre quer baixar o tempo! rsrsrs)!

a planilha fica uma bagunça! eu mesma essa semana, por conta de uma prova de 10km no domingo, fiquei em dúvida se mantinha os longos treinos, ou se diminua a km e aumentava a velocidade! deu pane!

aprendi a lição (ao menos acho que aprendi, rsrsrs): espaçar as participações em corridas de 10km, deixar apenas para as semanas de recuperação! se a gente não focar no objetivo principal, aí é como dizem na minha terra: "nem mel nem cabaça!"

parabéns pelo post! muito legal!