domingo, 24 de junho de 2012

A CÔMODA QUE INCOMODOU


Bem amigos, hoje participei da 2a etapa pelo Campeonato Santista de Pedestrianismo. Eu estava animadíssima, apesar dos últimos acontecimentos...rsrs.

Esta última semana foi horrível, treinei domingo passado e devido às chuvas fortíssimas aqui em Santos, acabei não treinando mais até...hj....rsrsrs...Na verdade nem foi má vontade não, mas quem é mãe realmente pensa trinta vezes antes de arriscar a ficar doente, afinal de contas, não se vive só de corrida, temos trabalho, filhos,é bem complicado. Bo, fato é que eu estava almejando corrr na casa dos 48min só pra saber como estaav meus treinos, já que na última prova de 10km, corrí com um amigo,  há cerca de 1 mês e para acompanhá-lo terminei com 54 min. Isso não era parâmetro.

Pois bem. Sabadão. Novamente vários problemas se sucederam. Mas sabem de uma coisa? Descobrí que minha força vem justamente de todas as fraquezas que já tive. É um combustível do tipo: Nada vai me abalar mais, já passei por momentos muuuuuuito piores.  Nadaaaaaaaaaaaa. E olha tinha tudo pra acontecer.

Á tarde, fui arrumar as minha coisas, mochila, lanche, essas coisas. E eis que quando abro a gaveta, consegui, mas aqui, devo dar ênfase à expressão ESTRATEGICAMENTE dar uma puta porrada no joelho na cômoda. Eu ví estrelas. Era o fim. Escutava até um crec crec depois. E nada de passar a dor. O pessoal do face aconselhou a colocar gelo, outros a rezar...rsrs...Fato era, eu ia correr e pronto. Era a única certeza. Ah, correr e terminar.

E lá fui eu toda boneca pra ver o que ia dá essa porrada na cômoda. Eu andava e sentia o joelho incomodando sem trocadilhos....rsrs...





O pessoal da equipe, quanto tempo não os via. Não corrí a 1a etapa. Eu até estava um pouco preocupada. Caramba, logo o joelhos? Sem treinar 6 dias? Ia ser punk. Mas....bora pra largada.


Valéria...amizade que saiu do virtual

Nem me preocupei em ficar lá na frente não. O objetivo era tão simples: terminar...de preferência com os dois joelhos...rsrs....Não confundam: terminar com os joelhos e não de joelhos...kkkkkkkkkkk.



nem sabia o que me esperava...coitada



Rituais feitos, bora ouvir o fuóóó. Tão bom! Tão energizante. E naquele momento eu não quis nem saber. É pra sentir dor, então que seja, mas que seja correndo que nem gente.

Não olhei o tempo no 1km, nem 2km por um motivo: se eu tivesse mal, eu ia colocar a culpa nos joelhos e se estivesse bem, talvez colocasse tudo a perder, forçando demais. Parece meio coisa de doido né...tudo bem...eu sou mesmo...rsrrs

No km 4, 19:00 cravadinhos. Opa. Achei o ritmo. O joelho continuou incomodando, mas na boa, eu taquei foi o f* e continuei. Na virada dos 5km, o relógio marcou 0:23:52...tava ruim, ainda mais se eu for analisar exatamente pelo lado 5km, já que o objetivo é fazer a prova dos 5km em 21 alto. É não tava bom, mas convenhamos, eu ainda teria mais 5km pela frente não é.

E na virada fui esquecendo da dor, olhando quem ainda vinha. Achei meu papai no meio da multidão...e mandei um: Papyyyyyyyyyyyy.....achei o carlão, a Greisy, seu irmão, Marildo, Sidney, Roseane...tanta gente...e já comecei a pensar no 6km que onde tudo acontece na minha cabeça...um horror! Não sei o por quê, mais o 6km pra mim está como o 30km para quem corre a maratona.

Nem quis olhar o relógio, eu queria e chegar no 7km logo e cheguei minha gente, chegguei e cheguei feliz, com exatos 0:33:00. Era só administrar, fácil né? Seria, se o cansaço pela falta dos treinos e o joelho não estivessem incomodando tanto. Juro que pensei em desistir de tudo. Chegar andando sei lá. Dane-se. Mas aí me veio na cabeça: Caracas, tu tá com 33 minutos, falta aí na pior das hipóteses mais uns 20 minutos. Vai filha...E fui. Aí entrou justamente o que eu postei dia desses: as conversas comigo mesma. " Você não vai desistir...o que vai postar no teu face? o que vai colocar no teu blog? que farquejou, que enche a boca pra dizer que treinou duro e blá blá blá, mas que não aguentou correr 10k? Ah vá. Mas nem a pau Juvenal..bora pra cima. Respira e vai. E assim fui...doida de pedra. Nem ví a placa de 8km, tamanho o desespero, cansaço e dor no joelho.

Aí fui surpreendida. Duas das pessoas que eu vi lá atrás na viradinha do 5km, bem longe de mim, simplesmente apareceram na minha frente. Gente, não passaram pelo lado, não ultrapassaram...surgiram...simples assim...O cara (que eu conheço) até surgou suado, mas a mina, sequinha. Ah vá. Continuei.. só por hoje eu não ia me aborrecer com essas maracutaias. Eu queria era a linha, só isso. E aí eu já podia vê-la. Respirei fundo e sem nem pedir desculpa ao meu joelho, acelerei e passei o cara que cortou o caminho, mas bem rentinho, pra ele ver que naum tinha mesmo condições de ter chegado na minha frente.

E assim cruzei a linha com exatos 0:48:42. Mal, mas bem mal mesmo. Não estava me sentindo bem. Sensação de que eu ia vomitar, sei lá. Fiquei um tempo lá rodando de lá pra cá de cá pra lá até passar. Foi punk! Mas sobreviví bem feliz. Eu sabia que para o pódio eu tava distante, mas o melhor eu fiz, cumpri o tempo que eu queria ter feito, apesar dos pesares. Fiquei em 8 lugar, mas com a sensação de que dá...rsrsrsrrs...


Não foi brincadeira não. Me pediram pra largar da barraca, mas não tive condições...eu tava muuuuito mal.


De toda forma, fiquei bem feliz com o pódio da amiga Josefa Andrade e Wandick. Não subí, mas se meus amigos sobem, tá tudo bem....


Olha o Wandick levando nossa camisa para o pódio....em 5 lugar


E o engraçado, é que agora tudo no corpo dói, as coxas, a lombar, o pescoço, menos o joelho...kkkkkkkkkkkkkkk......

Agora chegou....foco, foco. Muita coisa ainda pra melhorar tanto nos 5km como nos 10km. Em agosto também vou participar de uma prova de 7km e talvez uma de 9km em Sampa, mas vai depender de como eu vou estar, pois lá corro pela categoria advogada. É uam prova sofrida por conta das subidas que eu não treino (a moda aqui em Santos e roubar corredores na subida da Ilha porchat).

Ok...missão cumprida! Agora é pensar lá na frente...no dia 28 de julho.Uepaaaaaaaaa....!


4 comentários:

Ms Harkins disse...

Parabens! Que prova dificil de administrar, hein? Enche o peito e te sente orgulhosa!

DricaPeixoto disse...

Tá magrinha, definida, voando baixo e atingiu sua meta de 48min. Excelente! Beijo grande! Siga firme e passe longe das gavetas ... rsrsrsrs

Marcus disse...

Parabéns!
Se não fosse esses problemas da semana anterior (chuva s/ treinos), somados a cômoda assassina,rsrsrs, vc faria uns 47min cravados, pode ter certeza. Os treinos estão se encaixando, força em busca de seus objetivos. Abraços.

Eduardo Acacio disse...

Opa adoro seu relatos... só uma inspiração ... e vc é uma das runners mais determinadas e coerentes que conheço.

Parabéns por mais este Desafio superado !!!

Sucesso Sempre Fera !!!

\0/