quinta-feira, 26 de março de 2009


VAI ENTENDER....


Atletas e acadêmicos brasileiros, especialistas em treinamento esportivo, continuam recomendando a prática de alongamento, antes e depois de corridas. Porém, um estudo feito pelo Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em Inglês) colocou em dúvida a eficácia dessa prática na prevenção de lesões durante os esportes.O estudo foi feito com base nos efeitos do alongamento sobre o corpo dos atletas durante 60 anos. O relatório final caiu como uma bomba no mundo do atletismo. Não foram encontradas evidências científicas que comprovem benefícios ou prejuízos do alongamento para corredores, sejam eles amadores ou competitivos.Os estudiosos americanos dizem que o alongamento não evita a contração e extensão simultânea do músculo (causa da maior parte das lesões). Além disso, eles dizem que a prática pode causar ainda danos ao esqueleto e mascarar a dor muscular, que costuma ser um pré-sinal de lesão. O professor Marcelo Netto Gonçalves, pós-graduado em treinamento esportivo pela FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), de São Paulo, e treinador da Gama Assessoria Esportiva, defende a prática. "O alongamento dá mais mobilidade aos músculos, permitindo passadas maiores e maior elevação da perna, fatores que contribuem para um melhor desempenho nas provas".No entanto, Gonçalves afirma que existem situações em que o alongamento não é recomendado. Uma delas é quando os músculos estão frios, que são menos flexíveis do que quando estão aquecidos. Por outro lado, músculos superaquecidos também não devem ser alongados, pois o atleta estará sem a noção de flexibilidade, ficando sem saber até onde pode alongar sem provocar lesão.O treinador diz que o ideal é reservar de 40 a 45 minutos, duas vezes por semana, para sessões exclusivas de alongamento. "O atleta deve procurar uma academia para aprender a maneira correta de executar a técnica".A professora Kelly Ferreira, especialista em fisiologia do exercício pela UniSantos (Universidade Católica de Santos), também defende o alongamento. "O músculo alongado tem mais força e menos chance de sofrer lesões. Além disso, o alongamento após o exercício facilita a eliminação do ácido lático, que provoca dor muscular".


E agora? ...vai entender....

5 comentários:

Rodrigo disse...

Nossa! Essa agora, justamente meu médico já disse que eu tive tendinite por causa do alongamento! De qualquer forma...a maioria dos especialistas recomenda o alongamento. Mas é bom ficar atento aos estudos daqui para frente!

Jorge disse...

Bom a cada dia se descobre uma coisa, quando eu comecei a correr todos falavam que tinha que fazer alongamentos antes e depois.Eu só sei o seguinte que o meu CORPO acostumou a isso e se eu não alongar antes e depois o treino não sai legal, então eu acho que cada um deve ter em mente o que é melhor ou não, bom para mim alongar antes é melhor, agora não sei se para outras pessoas é...O que importa é que continuarei fazendo alongamentos.

Bons treinos.

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com

Xampa disse...

vai entender ..., eu me alongo antes e depois. sempre.
e faço as vezes em casa tb, principalmente para o posterior de coxa e as panturrilhas.

Paulinho Stone disse...

é Lucy, vai entender, essa será uma eterna discussão no mundo dos corredores de rua, cada um defende seu ponto de vista, as vezes não sei o que fazer, se alongo ou se não alongo, o que sei é que meu corpo adora um bom alongamento...

Abração
www.paulinhostone.blogspot.com

Duarte Gregório disse...

boas,
nao gosto de alongar, pelo que raramente alongo.
antes nunca e, depois do treino pouquissimas vezes.
prefiro meter as pernas na agua salgada durante uns minutos e depois dar um mergulho.
continuaçoes