quinta-feira, 16 de julho de 2009

AH, ESSAS ORGANIZAÇÕES...

Como sempre costumo fazer após correr uma prova, mandei um e-mail para a ATENAS Organizações, a fim de que me esclarecessem alguns episódios ocorridos na 3a etapa do Circuito Mongaguá de Corridas, o qual aconteceu no último domingo, dia 12. Pois bem, o e-mail foi enviando na segunda-feira e até a presente data não foi respondido, motivo pelo qual me sinto no direito de contar os fatos aqui no blog, obviamente me colocando a disposição da Organização, para posteriores esclarecimentos, caso queiram, ou achem necessários fazê-los..
= DO ATRASO
A largada foi marcada para às 09:30. Todos a postos...foi anunciado que deveríamso ter um pouquinho de paciência, já que o pessoal ainda estaria fechando as ruas. Falha grande. Se estávamos todos ali no horário, deveriam também fechar as ruas no horário. Ok, 5 minutos depois, foi dada a largada...mas cabendo dizer mais uma vez...com atraso....
= DAS MARCAÇÕES
Um fator muito importante para que possamos aumentar o nosso ritmo é saber exatamente onde estamos. Ter uma noção de quantos quilômetros já percorremos e quantos ainda iremos percorrer é no mínimo básico para um corredor. No entanto, para a Organização, talvez isso não fosse tão importante, já que nenhuma placa indicadora de quilômetros havia durante o percurso, pelo menos não nessa etapa. Aí, vem a pergunta~: Mas não havia por que mesmo? Boa pergunta, se levarmos em consideração, que muito embora as placas não Tenham sido postas no percurso, elas estavam no ginásio enconstadas na parede...Bonito hen????
= CHEGADA E CRONÔMETRO
Pois é... sabemos que a chegada era naquele local, porque vimos o tapete vermelho. Sabíamos quanto tempo havíamos feito, porque estávamos com o relógio no pulso. Tá...e kd a indicação de chegada com o cronômetro, como sempre foi feito? Aí, fica difícil minha gente.. muito difícil...
= SUBSTITUIÇÃO DE NOMES
O que ocorreu foi o seguinte. Alguém não correu. Passou o chip para o0utro. Esse outro, se dirigiu até à Organização a fim de trocar o nome no chip, já que eram pessoas de categorias diferentes...A Organização disse que o fez. No enanto, na hora do pódio...foi anunciado o nome do corredor que não correu, com o tempo daquele que o substituiu, numa categoria que nã condizia com a idade dele. Conclusão: Confusão geral...um queria o troféu do outro que dizia que não ia devolver porque havia falado com a Organização... Mas que Organização mesmo???
= TOLERÂNCIA ZERO
Um senhor se aproxima da mesa da Organização. Pede de forma educada se havia a possibilidade de trocar o seu troféu, já que havia um amassadinho no mesmo. A mocinha da organização, o questiona sobre o amassadinho, já que o considerou mínimo. O senhor insiste, ainda de forma educada, quanto a mocinha passa a dar um chilique: " Quer saber, leva tudo pra casa... leva todos os troféus se quiser...porque isso pra mim... é nada...vem reclamar por causa de um amassadinho..leva tudo...se vai ficar feliz pode levar..." E assim virando as costas para o senhor, saiu andando, deixando-o lá sem entender o por quê da falta de educação.
Já falei aqui várias vezes sobre a difícil relação corredor x organizador. Não acho que sempre o corredor tem razão, mas acho que sempre temos o direto de reclamar do que nã gostamos. Cabe ao organizador tentar ponderar e verificar se estamos certos ou não e se podem ou não contornar a situação d amelhor forma possível. Ser intolerante com quem os ajuda é no mínimo absurdo. Não podemos ficar d ebraços cruzamos mediante situações desse tipo...É bem verdade que com certeza o tal senhor irá participar das outras etapas e aí, com certeza muitos d evcs irão dizer: "Então merece mesmo troféu amassado". Não acho que seja bem por aí. Deixar de participar de provas desorganizadas pune sim os maus organizadores, mas também pune o corredor que almeja somente cruzar a linha d echegada, pegar sua bananinha e ser bem tratado. O que temos que fazer é reclamar sempre que achamos algo errado, mesmo que insistamos em cometer o mesmo erro em voltar a correr a mesma prova depois. Somos consumidores e os organizadores tão logo assumam o papel de fornecedores de serviços tem a obrigação de prestar o serviço a que se propôs com a máxima excelência.
= CORTANDO O CAMINHO
mencionei aqui o episódio do mocinho que cortou o caminho e ainda teve a cara de pau de reclamar para a organização. Ok..após seu nome não constar na lista, se dirigiu a um dos organizadores, o qual lhe deu a seguinte resposta: "Não está na lista porque vc deve ter ultrapssado o tempo limite de prova". Ora, o mocinho, em que pese não tenha feito o tempo que estava dizendo que havia feito... 39 min líquidos...estaria sim dentro do tempo limite de prova, aliás.. onde foi que apareceu no refgulamento sobre o tempo limite de prova? Não seria mais fácil, ao invés de ter dado uma resposta que o p´roprio organizador estava sabendo que não era correta, lhe dizer: "Queridão, vc foi desclassificado... se seu nome não apareceu na lista, foi porque não marcaram seu número no retorno, e se não marcaram é porque vc não passou por lá.. lamento". Essa atitude, além de abrir os olhos do tal mocinho fraudador acordando-o pra vida e mostrando-o que as pessoas não são tão idiotas quanto parecem e que viram sim o que ele fez, faria com que o corredor não resolvesse levar a história a té o final incomodando a organização.. pois ele foi falar com o cara que marca os tempos, com o cara que dá os troféus, com o cara que fica na mesa anotando os tempos.. e asim vai...seria simples, se não tivesse sido tão complicado...
= ABRAÇANDO O MUNDO
Pelo menos umas 10 pessoas da Organização estavam lá. O cara que anuncia o pódio, os 3 meninos, guardiões dos troféus (sim tem que ter guardião, já que na última etapa, um cidadão que achava que era corredor, pediu para tirar foto ao lado do troféu e simplesmente o roubou)...o cara que pega os troféus para levar aos vencedores, a menina que separa os troféus por categoria...
Surgindo qualquer imprevisto, oque é natural nessas situações, peçam àquele que está incumbido de resolvê-los para resolver. O problema é que ninguém está incumbido de reoslver e ao mesmo tempo tdo mundo está. Conclusão: se em cada categoria perderíamos uns 3 minutos entre chamar ao pódio e entregar o troféu, perdemos uns 10 até tudo entrar nos eixos de novo. É estressante, já que nesse circuito premia-se também todas as categorias dos 5k...Já é demorado de natureza e ainda ficar firulando durante a premiação...é de estressar qualquer um...Tanto que muitos nem participam da premiação.. deixam seu troféu para pegar na p´roxima etapa.. o que é uma pena...O nome já diz.. ORGANIZAÇÂO...organizem-se de forma que cada um faça a sua parte sem que atrapalhe o evento como um todo. Como eu disse.. imprevistos acontecem, mas nnenhum corredor tem nada a ver com isso não é mesmo?
Bom, como eu disse, o espaço está aberto para a ATENAS se pronunciar a respeito e debater os fatos apontados...
No que diz respeito a minha pessoa, acho que falta esforço para tentar resolver os problemas, tolerância e principalmente educação...Nós corredores fazemos a nossa parte...pagamos a inscrição (que na maioria das vezes não é barata e ainda que fosse nos daria o direito de reclamar), corremos e queremos perfeição na organização. É simples...basta querer se esforçar!

2 comentários:

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Concordo com que vc escreveu tudo aqui, parabéns Lu...
Agora os corredores também tem que se mancar, vamos correr sim, mais não temos que aceitar esses absurdos que acontecem nas corridas e muitas das vezes, nós somos os culpados de isso acontecer, se todos fossem unidos, isso jamais aconteceria, temos que boicoitar certas provas, bom eu faço isso, mais tem aquele ditado né uma andorinha só não faz verão...Enquanto isso não acontece, muitos corredores sofrerão...

Ahhh se eu fosse esse Sr. que a mulher da organização gritasse comigo, pois não deixaria barato não, pois ela ouviria muito da minha boca no mesmo sentido que ela falasse...

Valeu corredora...

Bons treinos.

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

MANÚ disse...

Lucy,
Em 2006 corri minha primeira São Silvestre. Depois da corrida muita gente reclamou, através da Comunidade da SS no Orkut e através de e-mails a Yescom.
RESULTADO: Em 2007 melhorou a qualidade da camiseta, melhorou o kit pós prova e melhorou a organização no famigerado estacionamento onde se retira a medalha.
SIM NÓS TEMOS QUE RECLAMAR COM AS ORGANIZAÇÕES DAS CORRIDAS, É UM DIREITO NOSSO!
parabéns a vc, nossa advogada da equipe!
MANÚ