segunda-feira, 25 de abril de 2011

ps.: Vou postar primeiro sobre a prova de domingo passado...Minha máquina estava quebrada e sendo assim...

NÃO ERA PRA SER...MAS FOI....


Domingão. Solzão. Medão...rs...Gozado como as coisas mudam. Antes, quando eu via o sol em dia de prova, abria um sorrisão e dizia: "É hoje!".Agora, quando vejo o sol...já me apavoro. Fazer o que??? E uma surpresinha....eu estava inchada..Por que? A menstruação resolveu aparecer...Fu....

Lá fomos nós: Eu, meu pai e meu marido. Este ano ele teve que justificar a falta na 1a etapa, porque está fazendo uns exames cardíacos.

maridão...não correu, mas pagou pau de Ray Ban...rs....


Quando chegamos na concentração, muitas pessoas diferentes. Achei legal. Saí dessa pressão de saber exatamente quem é da sua categoria. O elemento surpresa às vezes deixa a coisa mais divertida.

Na verdade o pensamento para essa 1a prova que abre a 26a edição do Campeonato Santista era um só: uma prova de conhecimento. Eu vou para saber quem são as meninas da minha categoria, para saber qual o tempo que elas estão fazendo, qual o tempo eu estou fazendo e qual o tempo eu pecisarei fazer para estar sempre entre as 5. É começo, temporada no início e muita gente nem correu nenhuma prova ainda...

Eu estava calma. Até demais, até que: "Cadê meu boné?" Não obstante ao fato de ter esquecido meu boné (jamais corro sem), também não tinha trazido prendedor de cabelo. Isso tudo, 10 minutos antes da largada. E nem foi preciso terminar a frase: Alguém tem um boné...para que Marildo, sempre Marildo (grande mestre de nossa equipe), tirasse o seu próprio boné e me emprestasse. Que cavalheirismo!!!!!! Me alonguei um pouquinho....tava na hora....

Já de boné...alongando tuuuudo....
Me direcionei à fita. Uma palhaçada, diga-se de passagem. Enrolaram para abrir um portão para que registrássemos o chip...tumulto total. Abriram. Tivemos que caminhar em ritmo de caminhada ecológica até a fita...Tumulto. Depois, dar mais alguns passos até a outra fita...Afffffff....Mesmo assim, eu continuava calma.



Fuóóóóóó....Lá fomos nós. Já na primeira esquina, deixei meu pai para trás. A|chei bom. Não fico bem quando sinto que ele está me acompanhando, pois vai além do ritmo dele. A placa do km 1 demorou a chegar e eu já tive uma ligeira noção do que viria pela frente. 0:4:40. Vixe. Sei quando vou bem, pois no km 1 corro pra 0:4:20. Correr pra 0:4:40 significava que...deixa pra lá...

Na altura do km 2,5, acho, subimos por um viaduto...coisa rápida, mas no sol...No km 3...m parecia óbvio. Vou quebrar. Eu suava tanto! Mas fui até o km 5, resistindo ao ritmo que eu estava. Agora era dane-se o tempo que vou fazer nessa bosta. E naquele momento eu não tive dúvida, juro por Deus..." Meu lugar não é aqui. Não queria estar aqui. Perdí toda a vontade de correr esse Campeonato. E se não tem vontade, acho que é hora de parar". Pensei no blog. Pensei em o que eu iria falar sobre isso. Quando dei por mim, estava fazendo a volta e pude ver Rozeane, uma atleta d eminha categoria. Infelizmente no final do ano passado ela caiu da moto e machucou o joelho. Isso fez com que ela caísse da 2a colocação para a 5a no final do campeonato. Ela voltou, porém não estava ainda no seu ritmo...estava atrás de mim.

Opa! Atrás de mim? Recentemente alguém comentou em algum post meu que eu era movida à competição...Resolví acreditar nisso...e foi no domingo..e foi quando vi Rozeane. 6km...contagem regressiva...só faltavam 4 km...era sofrimento pra mais ou menos 18 minutos. Era muito tempo, eu sei, até pelo sol, mas ver as pessoas ainda indo quando eu estava vindo, dá um certo gás e uma enorme vontade de chegar logo.

De repente, (lembram daquele imbecil que realizou 4a edições de uma prova aqui em São Vicente? que passou cheque sem fundos para os atletas e quase foi linchado?), não importa...o cara emparelhou comigo e passou os 3km  dos 4 que me restavam dizendo: "Eu tô acabado, tô lascado da vida...eu tô arrombado...não guento mais..."Eu não estava acreditando. Já não gosto do cara pela incompetência e agora passei a odiá-lo pela chatice e inconveniência. Eu tinha que me livrar no cara, mas só conseguí no último km. Já tava puta e então tentava apertar o passo cada vez mais. Mas o sol tinha sugado tudo que eu tinha. Era aquele rimo mesmo...e sem reclamar. Se alguém quisesse passar, que passasse...Mas na boa, acho que todo mundo estava se sentindo igual: sem forças...Como eu sempre digo..ruim pra mim, ruim pra todos!

Clayton já vinha chegando....muito bem...semana que vem é nóissssssssssss parceiro....

Quando ví a Prefeitura, sabia que o sofrimento havia chegado ao fim. Era só dar a volta na praça. Meu marido me aguardava com a máquina na mão. Olhei o cronômetro. Respirei fundo. Tinha sido melhor do que eu estava esperando: 0:48:42...foi o que deu pra fazer naquele dia de Deserto do Saara.



Estava sem espectativa nenhuma e talvez por isso mais sussegada. Porém, estava simpesmente acabada....

É  verdade, a foto me esculachou de vez, porém...é o registro fiel de tudo que sofrí debaixo do sol...nem mais, nem menos...


Enquanto isso o pessoal da equipe ia chegando aos poucos....Olha aí...Marildo...sem boné...Onde será que estava mesmo o boné dele...aliás, com quem? rs...

Cavalheiro é pouco.....

Esperei meu pai chegar e me assustei. Ele estava cansado. O corpo todo curvado para trás...parecia um Morto Muito louco. Levantei da calçada e fui ver se ele precisava de algo.

Olha o Morto Muito louco aí gente....

Tudo estava bem. E se tudo está bem...pose pra foto, é claro.


Olha aííí.. inteirão....pronto pra outra...

 Eu queria ficar para a premiação. Queria ver as 5 e quais eram os tempos. Queria conhecê-las para quem sabe, da p´roxima vez ter um ritmo melhor. Fui me trocar...tava indo tudo tão razoavelmente bem...rs...

Entrei num banheiro e vi que a porta não estava fechando. Passei para o da frente. e então...cad~e meu óculos??? Tentei ainda ver no banheiro anterior, mas era tarde. Alguém tinha encontrado e ...larapiado meu amorzinho lindo.

E aí está ele...quer dizer estava...Um Amor para Recordar...meu queridinho seu foi...buááá

Essa é cara de quem perdeu um óculos que amava....que raaaaaaaaaivaaaaaaaaaaa

Fiquei tão chateada! Procurei, procurei. Cheguei a pedir para o organizador anunciar ao microfone. Acho que nem ele acreditava que alguém devolveria. "Pessoal, estou aqui com a Luciane, uma corredora que corre com a gente. Ela perdeu um óculos vermelho no banheiro feminino. Se alguém encontrou...acho que ainda existem pessoas honestas, devolva por favor". Pela cara que ele me fez eu já sabia que aqueles 10km tinham sido os últimos em companhia do meu querido. E foi. Ninguém devolveu. Estou chateada até agora.

Quando anunciaram minha categoria, levei um susto. Eu havia ficado em 4º lugar. Não tinha que ser, mas foi. Talvez nem merecia pelo tempo, mas talvez merecí por não ter desistido. Na verdade acho mesmo que merecí por ter aguentado aquele chatonildo por 3km. Jesus!

Olha eu lá de verde limão..discretinha....porém em 4ºlugar

 
Mas mesmo no 4º lugar, fiquei chateada pelo óculos. E confesso, a 2a etapa talvez será mais cruel e me deixará de fora, salvo se eu realmente criar asas...alguém tem um RedBull aí? rs...

O pessoal protestou pelo episódio do encerramento das inscrições em tempo recorde...2 horas 20 minutos. Muitos estavam com nariz de palhaço...mas protestos com meia dúzia de pessoas nunca dão resultado. Uma pena.

Voltei pra casa com uma sensação de missão cumprida e me arrependendo de ter pensado que meu lugar não era ali...acho que vou morrer no mesmo lugar...sofrendo mais ou menos, mas sempre no mesmo lugar...rs...

ps.: Grandes emoções no p´roximo post.... E a pergunta que fica é: TERIA ESTA HEROÍNA TANTOS MOTIVOS PARA PÃNICO NA PROVA DESTE DOMINGO? TERIA ELA CONSEGUIDO DIMUNUIR SEU TEMPO?

5 comentários:

Fabiana disse...

EHEHEHE foi engraçado. =) Várias corridas eu penso que não aguentarei, com 1 minuto de pace acima do teu, fowfa
Muito divertido quem relata assim a doideira. :P

Corredora Feliz disse...

Apesar da tua agonia, dei muita risada com o seu post. E fique imaginado quando eu correr igual a você, será meu Deus?
Parabéns pelo 4º lugar, pelo que você passou, fostes uma heroína.
Beijo e bons treinos

Luciane disse...

O engraçado emsmo é que a gente n~çao consegue viver sem esse sofrimento...é ele quem nos move, quem nos impulsiona a tentar ser cada vez melhor...

bjs meninas

Luciane disse...

O engraçado emsmo é que a gente n~çao consegue viver sem esse sofrimento...é ele quem nos move, quem nos impulsiona a tentar ser cada vez melhor...

bjs meninas

Vanessinha disse...

Parabéns pelo pódium!! Você tem muita determinaçã, mereceu...
Pena do seu óculos, mas quem sabe você ainda cruza com alguma cara de pau correndo com ele...

Beijos!!