terça-feira, 24 de julho de 2007


VALMIR NUNES ENCARA BADAWATER ULTRAMARATHON E FICA EM 1º LUGAR


Olha aí, minha gente!!!! Mais um Santista, nos dando muito orgulho. Dessa vez, foi o ultramaratonista Valmir Nunes de 43 anos, que encarou neste dia 23, a Badwater Ultramaraton nos Estados Unidos com nada mais, nada menos do que 217 quilômetros, com início em Badwater, no Vale da Morte (nome bem sugestivo não acham???), na Califórnia, no ponto mais baixo da América do Norte. Por este motivo ele nem foi acompanhar nossa medalhista de bronze Sirlene Pinho, em sua estréia no Pan.
Em 10/07/07, poucos dias antes, Valmir declarou: " A distãncia não é o problema, mas sim o calor. Vou chegar lá 10 dias antes para tentar me acostumar. Só fico triste, porque não estarei perto da Sirlene no Pan, mas estou vendo para a kelly (minha esposa) estar lá".
A prova não foi nada fácil, até porque teve temperaturas de até 55 graus celsius e a ascensão nas montanhas foi de 3.962 metros. Mas ao que parece, nosso camepão tirou de letra, porque além de chegar em primeiro lugar, com o tempo de 22h51min29, ele também bateu o recorde da prova, a qual é considerada (não é a toa) a mais dificil do mundo.
A corrida começou com 84 corredores (até que existem muito loucos não acham?) os quais enfrentaram um desafio e tanto, pois além da temperatura, tiveram que subir e descer muito ao longo da prova que terminou no portal do monte Whitney, a 2.533 metros.
Valmir, chegou em primeiro lugar, seguido por Ákos Konya da Hungria, e terminou a prova bem mais cedo do que se esperava, já que abaixou o tempo em pouco mais de duas horas. É campeão ou não é?????? Valeu santista... e em pensar que eu tenho a honra de poder parabenizá-lo pessoalmente, pois todo dia que saio pra correr nas praias de Santos, lá está ele....ai, ai... mordam-se de inveja....

Posted by Picasa

2 comentários:

Cássio disse...

Vou treinar com a minha mulher, ora dona desse blog, para chegar perto do Valmir....
Se depender dela eu chego lá.
te amo

Nete disse...

Realmente é superar todos os obstáculos do ser humano. Eu até agora não acredito que fiz uma maratona.Mas tratando de Valmir Nunes não podemos mais nos surpreender.
Nete