quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Dica de nutrição: Café e corrida combinam?
Eu particularmente não gosto nem do cheiro do café, muito menos do gosto. Talvez seja pelo fato de quando eu era pequena, ter comido pó de café puro...e adorava!!!
Todavia até hoje, não sei se o café faz bem, se faz mal, cada um fala uma coisa. De toda forma, vale a pena dar uma conferidinha nessa matéria para esclarecermos mais essa polêmica sobre o famoso "pretinho".
A cafeína talvez seja o estimulante mais abundante em nossa dieta diária. Está presente na alimentação do brasileiro, principalmente sob a forma de cafés, chás, refrigerantes tipo cola e até nos chocolates.Como agente ergogênico, a cafeína é muito utilizada graças ao seu poder estimulante. Ela é rapidamente absorvida pelo organismo (já pode ser detectada no sangue após 15 minutos de sua ingestão) e atinge o pico de ação uma hora após sua ingestão, afetando muitos tecidos corporais.Apesar de parecer tão “íntima” nossa, os estudos científicos sobre a cafeína ainda não são conclusivos e, na realidade, apresentam resultados bastante diversos, sendo necessário maior aprofundamento para que conheçamos melhor seu mecanismo de ação e seus potenciais benefícios ou malefícios para o corpo humano.Tratando-se especificamente de atividades físicas, as ações da cafeína são duas: no sistema nervoso central e diretamente no tecido muscular. No cérebro, estudos indicam que a cafeína parece ter ação direta na região cerebral responsável pela percepção da fadiga, retardando assim, a percepção do cansaço ao esforço.Já no tecido muscular, parece melhorar a performance por aumentar oxidação de gordura e diminuir a utilização de carboidratos como fonte energética e também por otimizar a contração muscular em si.Estudos indicam ainda que a cafeína apresenta melhores resultados em provas de longa duração, sendo ainda controversa a sua ação em provas curtas e rápidas. Mas deve-se ter cuidado: a cafeína também tem um elevado poder diurético e pode levar à desidratação, o que prejudica muito o desempenho do atleta. E, além disso, ela também é um poderoso irritante gástrico e sua utilização é contra-indicada para aqueles que sofrem com os problemas de estômago.
Tá respondido????
* Mariana Maciel Arjona é nutricionista da Saúde e Performance Assessoria Esportiva.

Um comentário:

amocorrer disse...

Oi Luciana, ao ver o site da midiasport na pág.104 vi uma foto em destaque do seu pai, passe lá e veja...abcs.Regis