quinta-feira, 22 de maio de 2008

ÚLTIMAS DO ATLETISMO...

A velocista mineira Lucimar Moura confirmou, nesta quinta-feira, sua classificação para os Jogos Olímpicos de Pequim. Na disputa dos 100m do Grande Prêmio São Paulo de atletismo, ela conquistou a medalha de prata com 11s37, atrás de Laverne Jones (11s35), de Ilhas Virgens norte-americana.
Lucimar correu abaixo do índice B (11s42) e, como já tinha o índice A desde a temporada passada assegurou seu nome para os Jogos chineses. "Sempre consigo bons resultados em São Paulo", lembrou animada. A chave para o bom resultado, explica, foi a concentração.
Recordista sul-americana da prova, Lucimar agora foca sua meta em repetir o índice A ainda este ano, para chegar bem em Pequim. Ela marcou o índice A (11s32) pela primeira vez em junho de 2007, fazendo 11s20 também em São Paulo, no Campeonato Sul-americano.


A
atleta
britânica Paula Radcliffe, recordista mundial na maratona, afirmou nessa quinta-feira que está com uma fratura em seu fêmur esquerdo, mas isso não quer dizer que está desistindo das Olimpíadas.
Com 34 anos, Radcliffe, que foi até a Holanda para se consultar com um
especialista
, continua com esperanças de prosseguir com sua preparação para os Jogos de Pequim.
Entretanto, alguns médicos lhe disseram que seria difícil ela conseguir
competir
em agosto. “A notícia não é o que eu queria ter ouvido, mas me darei todas as chances possíveis”, garantiu a atleta.
Atualmente, Radcliffe está tendo que se movimentar com o auxílio de muletas. No mês passado, a britânica teve que desistir de participar da Maratona de Londres devido a uma lesão no pé.


Foram quase quatro horas de espera, mas valeu a pena. O amazonense Sandro Viana não apenas venceu como incluiu seu nome entre os Top 10 das performances deste ano nos 200m. No GP de São Paulo, nesta quinta-feira, no Estádio Ícaro de Castro Mello, ele completou a prova com 20s32, a nona marca da temporada. Prata para Brendan Christian, de Antígua e Barbuda, com 20s48 e bronze para o norte-americano Greg Nixon (20s59).
"É o melhor tempo da minha vida", comemora o velocista, que vendeu o que tinha em 2005 para treinar em São Paulo. Os frutos hoje são mais que compensadores, garante. "Sabia que se fizesse com dedicação, Deus ia devolver tudo. Mas ele está me dando mais 30%, 50%".
Sandro já tem índice nos 100m e 200m livre para os Jogos Olímpicos de Pequim. O bom resultado na capital paulista, contudo, não o satisfaz. "Hoje, não estava me sentindo perfeito. Vi que estava errando na inclinação, ainda tenho coisas para melhorar".


A exemplo de Lucimar Aparecida de Moura, nos 100m, o fundista Kléberson Davide atingiu o índice B nos 800m do Grande Prêmio de São Paulo de atletismo, nesta quinta-feira, e confirmou sua vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim. Kléberson já tinha registrado o índice A na temporada passada e só precisava da marca B para assegurar sua classificação na equipe.
Ex-jogador de futebol, ex-catador de laranjas, ele terminou a corrida na terceira colocação com 1min46s49, mas foi o suficiente para carimbar seu passaporte. O título ficou com o queniano Ismael Kombich (1min44s90), seguido pelo compatriota Gilbert Kipchoge (1min45s88).

2 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Olá Luciane, sempre bom passar por aqui e ficar informado das últimas notícias do atletismo. Saiba que esse blog me ajudou bastante na compra do tenis sprint. Confira o relato em meu blog. Obrigado.

Jorge disse...

Lu legal esse seus relatos da última do atletismo e respondendo aqui o seu tira teima eu também já fui vencido pelo meu psicológico na competição mais treinei e até agora ele não me venceu mais. É isso ae menina boas corridas e bom final de semana.
Um abraço.
JC
www.jmaratona.blogspot.com