quinta-feira, 24 de janeiro de 2008


MARATONISTA QUENIANO MORRE AO SER ATINGIDO POR FLECHADA...

Foi com uma flechada envenenada certeira no peito que morreu nesta segunda feira, dia 23, no distrito de Transmara, oeste, o maratonista queniano Wesley Ngetich, mais uma uma vítima dos conflitos no Quênia.
O queniano, foi vencedor da maratona de Duluth, Minnesota (Estados Unidos), em 2005 e 2007, mas a onda de violência que afeta parte do país desde as polêmicas eleições presidenciais de 27 de dezembro haviam obrigado Ngetich, assim como outros 13 atletas, a desistir da competição em 2008.
Ngetich, cujo melhor tempo era de 2 horas, 12 minutos e 10 segundos, obtido na maratona de Houston (Texas) em 2006, era casado e pai de três filhos.
Pelo menos 780 pessoas morreram nos enfrentamentos de caráter étnico, especialmente entre simpatizantes da oposição e do presidente Mwai Kibaki, mas também entre a polícia e os manifestantes favoráveis à oposição.

Deixo aqui meus pêsames...

Um comentário:

Nuno disse...

Infelizmente contínua a existir este tipo de atitudes dos povos.
Por muito técnologicamente avançado que alguns países possam estar, existe outros que são postos completamente de parte pelo resto do mundo.
É uma pena efectivamente ter-se perdido mais um grande atleta numa morte estúpida, tal como todas as crianças e adultos que morrem de fome ou são chacinados diáriamente por esse mundo fora, e ninguem quer saber.
Os interesses dos grandes paises não residem nesses locais esquecidos, pobres, mas sim onde existe petróleo. E mesmo nesses locais, todos nós sabemos o que têm feito

Nuno