terça-feira, 15 de janeiro de 2008



PISA NO FREIO ZÉ.....

Hoje estava andando pelo canal 1 de Santos quando vi um corredor passar por mim, sentido praia numa velocidade violenta....Com o sol que estava fazendo.. eram 14:30 da tarde, pensei: "Não é possível, esse cara vai parar daqui há no máximo 2 quilômetros, ou então vai começar a ver miragens com pocinhas de água"... Não demorou nem os 2 quilômetros, minha gente.. na outra esquina, ele deu uma respirada ofegante e atravessou a rua andando.
Aí, pronto pensei em escrever sobre as largadas fortes....E olha que eu já sofri muito com isso no começo. Até hoje, admito, há provas em que acordo e digo pra mim mesma: Hoje a prova será suicida...rs...que é aquela que eu largo forte e se tiver pernas ótimo, se não....senta e chora....
Na verdade, tanto faz se é uma prova ou um treino importante, se você começar muito forte, está arriscado a ficar com os músculos tão cheios de ácido lático que não conseguirá manter o ritmo até o fim. O primeiro quilômetro é o fundamental. Podem perceber que é aquele em que a respiração é ofegante, o ar falta, tudo acontece. Até os 3 minutos de corrida, produzimos o ácido lático. Depois disso, entramos no aeróbio e vem aquela sensação mais confortável. Se até o 3 minuto você produzir muito ácido, pode "queimar" sua prova. Se for uma corrida curta, essa perda é irrecuperável.
Há uns 2 anos atrás participei de uma prova de 6km de Itanhaém. Como era uma prova rápida, utilizei esse esquema de largar rápido, felizmente me dei bem. Entretanto, quando participei dos 25km de Itanhaém, larguei forte...olhei no relógio e estava a 4:55 no primeiro quilômetro... conclusão... no 17º já começou o meu martírio e tive que parar e andar uns 200m...amarguei a perda do pódio só pra deixar de ser besta...
O correto é utilizarmos o treino para conhecer bem o seu ritmo de corrida e saber o quanto pode forçar-se. Tinha vezes que durante a prova, eu acabava excedendo o meu ritmo para ultrapassar alguém que eu sabia que era da minha categoria... e aí...começava a ter ânsias ...parei com isso também...
Na prova, monitoro o meu ritmo a cada quilômetro para ver se está dentro do meu ideal de treino...
Por isso para os aceleradinhos....pisa no freio Zé...

3 comentários:

Jorge disse...

-------\\\\|/-------
------(@@)-------
-ooO--(_)--Ooo—
Olá Lu, boa noite, olha, obrigado pela msg, realmente eu desejo que a Bruninha siga no Atletismo, mais se ela não quiser eu compreenderei, olha se não for pedir muito volte de novo no meu blog e veja a surpresa que ela fez para mim, ela foi correr comigo hj, foi muito legal veja la o relato e as fotos.
Amiga realmente vc tem razão a quanto vc postou no seu blog sobre os corredores que largam forte na corrida, no início quando eu não tinha noção de corridas isso acontecia comigo é mole...Também desejo que o pequeno João Victor siga os passos da mãe, exemplo aí q não vai faltar né, mãe corredora e vovô corredor...risos...E isso aí amiga...Ah quanto o relato sobre a maratona da disney que o adriano foi campeão foi legal né eu tive o prazer de correr com ele na meia maratona de Pirassununga em 2005 em que ele foi campeão e no final ainda bati um papo com ele o cara é realmente fantástico. Amiga olha eu não esqueci não do DVD que ti prometi hj eu dei o dvd para o meu colega gravar e estava dando erro, amanhã vou ver se levo em outro lugar para ver se gravo para vc.
Um grande abraço em vc e no João Victor e falar nele e aí ele continua fazendo muitos alongamentos aí.

www.jmaratona.blogspot.com

JORGE

Andres Lopez disse...

Oi Lu!

Obriogado pela visita. Seu blog eu já visito a um tempo, pois sempre tem posts interessantes para serem seguidos, como esse, sobre ritmo de prova. E foi o que realmente aconteceu comigo na ultima Corpore Classic, onde larguei muito forte, onde fiz 03:40 nos três primeiros km e após isso me arrastei até o 10° km.

Após apanhar, aprendi a lição. rs

Estou te add no meu blog.

Bjs;

Andres

Wladimir Azevedo disse...

Luciane,

simplesmente maravilhoso este seu post... muito bom, bom mesmo !!!

Caramba, você sabe que esta precisando ler sobre isto de outro corredor, pois queria saber se isto era algo único comigo...quando eu comecei a notar isto, resolvi levar mais a sério o aquecimento ou quando chego em cima da hora eu faço um ritmo mais lento no inicio.

Valeu... este tipo de relato ajuda de mais os iniciantes a amadores. Parabens.

Abcs,
Wladimir -
http://vouevoltocorrendo.blogspot.com