quinta-feira, 17 de janeiro de 2008


INSISTIR EM CORRER LESIONADO...ERRO QUE PODE CUSTAR CARO...


Eu corro há aproximadamente 16 anos (nossa me custou muito a dizer isso.. o tempo passa..rs...). E durante todo esse período me lembro com exatidão das dores que senti: dores no calcanhar, nos dedos(todas as unhas caíram), na panturrilha e principalmente dores nos joelhos.. ah,. minhas dores nos joelhos... indiscritíveis e dolorosas...posso dizer até traumatizantes. Mas como a maioria dos corredores, sofria de algo chamado: vício de correr...Não importava o que eu estava sentindo, o que valia mesmo era sair por aí correndo sem rumo. Já disse aqui várias vezes, cheguei a treinar chorando e gemendo pela rua com dores nos dois joelhos, mas não parava. Felizmente tive a consciência de tratar esse problema, que graças a Deus nunca mais me assombrou depois de ter entrado na musculação e fazer exercícios específicos para os joelhos. Ele precisava se fortalecer, pois com o impacto da corrida, toda força recaía sobre eles, e eles, coitadinhos, não suportavam...Todavia, meu pai, que tb é corredor, aliás, hoje bem menos devido às dores que sente no calcanhar não aprende a lição d eforma alguma. Hoje no almoço se queixou várias vezes de que não consegue mais correr sem ter que andar tambem. Mas devo dizer, há mais de 2 anos e meio ele sente essas ores e já passou por vários médicos que lhes dizem a mesma coisa: vc tem que dar um tempo nos treinos e descansar, caso contrário, o roblema se transformará em crônico ( o que na verdade já acho que aconteceu).Essa foto aí em cima, foi da 2a Meia Maratona de Praia Grande em que eu participei com ele. Quando vi essa foto, fiquei assutada, porque nunca tinha visto meu pai parar em competições, em treinos sim, mas em competições nunca. Ele fica trsite até hoje só de lembrar que treinou tanto e na hora "h" a tal da lesão falou mais forte...aliás... doeu mais forte por assim dizer...
Pequenas lesões fazem parte da vida de quem quer superar limites.. isso é fato. Não há melhora nos resultados sem esforço e não há esforço sem a dor, costumo dizer...O problema é não tratar corretamente lesões ou voltar aos treinos antes que elas estejam completamente curadas. Isso faz com que a lesão nunca se cure, podendo, como eu disse, ficar crônica. Esse alerta se torna ainda mais importante àqueles que correm por conta própria (como eu), pois geralmente os atletas autoditadas costumam se machucar com mais frequência na ânsia de melhorar o resultado e fazer treinamentos que exigem além das forças.
Procure um médico e siga o tratamento. Se o tratamento exigir descanso total, nem pense em trotar "20 minutinhos", pois esses 20 podem lhe custar meses.
Se o cross trainning estiver liberado, aproveite para nadar e pedalar, atividades que não causam impacto e oferecem ganhos cardio-vasculares semelhantes ao da corrida.Assim, vc não perderá o condicionamento físico (isso dá pânico só de pensar).
Se vc começar a correr e a dor não passar depois de 3 minutos, pare imediatamente e volte ao médico....

Essa é uma dica valiosa de quem já sofreu...rs....

2 comentários:

amocorrer disse...

Oi Luci, esse seu post veio a calhar com um luva pra mim, nuca ou quase nunca tinha lesão,pois bem hj foi meu terceiro treino do ano na grama bem leve, e acredite, senti outra contusão, agora no final da pantirrilha esq.a direita senti na SS, to chateadissimo,bem amanha não vou correr, vou procurar uma academia e tentar um fortalecimento das pernas, corro a 13 anos, mas de setembro pra cá to numa mare dificil em corridas, adorei essa sua matéria, um forte abraço...Regis(vivendoecorrendo@hotmail.com)

Jorge disse...

-------\\\\|/-------
------(@@)-------
-ooO--(_)--Ooo—
Olá amiga Lu, boa noite, obrigado pela msg, realmente eu estou feliz d+++, pela minha filha está correndo, mais eu estou torcendo para que ela siga no atletismo, hoje ela queria ir de novo, mais infelizmente hj não deu para correr pq tive que ir ao médico solicitar exames de rotinas que todo atleta tem que fazer exame de sangue, urina e fezes e amanhã irei ao dentista. Amiga amanhã vou ver se coloco para vc no correio o DVD, agora quanto ao post em insistir em correr lesionado, muito bom parabéns. Em 2001 quando comecei a correr eu estava inscrito para a meia maratona do RJ e faltando um mês para a corrida, os peladeiros do quartel me chamaram para jogar futebol e eu fui e em determinado momento numa dividida de bola só que que levei uma pregada e tive que ir imediatamente a um ortopedista e ainda bem que não foi nada grave mais o médico me disse que era para eu ficar 1 mês de molho, eu só sei que fiquei duas semanas sem correr e na terceira comecei a correr leve sentindo poucas dores e continuando a me tratar e veio o dia da meia, não pensei duas vezes corri devagar e conseguir completar sentindo uma dorzinha, sei que errei e não recomendo a ninguém fazer isso, só que no meu caso não piorou a lesão graças a Deus. Amiga nossa vc já corre a 16 anos espero chegar a essa marca hein para quem corre apenas 8 anos...risos...
Amiga desejo a vc uma ótima noite para vc e sua família e que tenha uma ótima sexta-feira.

www.jmaratona.blogspot.com
Um abraço,
JORGE